PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Eu detesto, e vocês?

Volta e meia sou chamada para desafios e quase nunca corro deles!
Achei muito legal quando meu amigo Diego, e depois, o Pedro, me chamaram para a "luta":
conseguir condensar em uma única lista, as 10 coisas que detesto!
Hum, detesto tanta coisa nessa vida, assim como adoro tantas outras...
E meu desafio pessoal (ninguém me obrigou a isso! haha) era fazer a lista, e colocando um "mas", para falar das coisas que quase ninguém gosta, só eu! ( ou alguns outros poucos loucos!)
Vamos à ela, então?

10.o lugar: JILÓ

Eu sei que há pessoas que comem jiló, e que há pessoas que até gostam, mas eu sou do time que DETESTA esse alimento!
Não desce, não vai, não suporto o cheiro! Não tem conversa: é ZERO pra você, jiló!
Talvez eu aprenda a pelo menos conseguir engoli-lo!
Preparem o guarda-chuva quando isso acontecer!...
... MAS gosto de quiabo, coisa que também detestava e agora me amarro!

9.o lugar: USAR ROUPA MOLHADA
Essa é uma das "brabas"! Sabem quando só se tem um uniforme para trabalhar, aquele está sujo demais , tem que ser lavado no dia anterior e ele não ficou seco o suficiente para o dia?
Pois é. Horrível usar aquilo, não?
Já aconteceu comigo várias vezes e por conta disso, pelo trauma causado, está incluído aí na lista dos detestáveis!
...MAS adoro usar uniforme de um modo geral, desde criança, algo um tanto insuportável para a maioria das pessoas.

8.o lugar: QUANDO INTERROMPEM ALGUM ASSUNTO
Ai, quer me deixar irritada mesmo, é quando estou falando algo e alguém fica falando junto assunto que não tem nada a ver com o que eu dizia!
Parece que a pessoa está desprezando a minha opinião, ou acha que a dela é melhor...
Não façam isso, se quiserem ser meus amigos! haha
...MAS adoro ouvir "causos" de idosos! Eles são hiper criativos e sábios! Tenho a maior paciência.
Já ouvi muitos colegas dizerem para mim: "Só você mesma para aguentar esse tipo de gente!", como se eles nunca fossem envelhecer...

7.o lugar: ESPERAR
Quem é que inventou esse verbo "esperar"?
Se não fosse ele, ninguém nunca mais iria se atrasar para um encontro...
E por causa desse bendito verbo, inventou-se urgentemente o "Desculpe, eu sei que demorei!" após meia, uma hora de atraso odioso!
Eu já me atrasei, é claro, mas nunca fiz disso um hábito!
Será que há gente sentindo prazer em usar a frase feita? Só pode...
...MAS, em contrapartida, sinto enorme satisfação em esperar festas!
Todo mundo quer que chegue logo, não gosta de aguardar a data certa, às vezes dá o presente antes...
Eu, não!
Adoro ficar contando os dias para a data chegar.
Levo a sério o ditado que diz que "O melhor da festa é esperar por ela!".

6.o lugar: LAVAR ROUPA
Tudo bem que prendas domésticas não são minha "praia", não faço o gênero "dona-de-casa" com pano na cabeça e gritanto para vigiarem a água no fogo (Coitadinho do meu futuro marido! Vai ter que deixar qualquer machismo de lado e me ajudar na labuta "de mulher"! haha), mas costumo ter uma convivência pacífica com a vassoura, espanador, esponja, etc, sem grandes "grilos".
Porém, há uma tarefa enjoada , que não topo de jeito nenhum: lavar roupa!
A despeito da invenção incomparável da máquina de lavar, nós, as representantes do sexo feminino, sabemos que nem toda roupa pode ser colocada na máquina, portanto, devemos usar nossas delicadas mãos para deixá-las limpas.
Eu não SUPORTO ter que fazer isso!
Confesso que muitas vezes evitei de vestir uma determinada roupa só porque aquela não era do clube passível de ser lavada na máquina...
...MAS me amarro em passar roupa! Muitas mulheres me chamam de louca por eu gostar de deixar as vestes alisadas, bonitas, bem passadas! (Geralmente preferem lavar ao invés de passar).
Faço isso não só no inverno, como também no verão, sem problema algum.

5.o lugar: GENTE DERROTISTA

Afaste de mim aquele que vive dizendo o famigerado "Não vai dar certo!".
Essa pessoa vai correr o risco de descobrir sobre mim um lado pouco apreciável: que eu posso dar "fora" bem grosseiro quando me aborrecem nesse sentido!
Não, esse tipo de pessoa não tem noção nenhuma!
Já acha que não vai conseguir, antes mesmo de tentar?!
O pior é que quer me colocar para baixo também, dizendo que EU não vou conseguir!
Cai fora! Porque eu estou fora...
...MAS curto pessoas que fazem estratégia minuciosa para atingirem seus objetivos! Para muitos esse tipo de gente é calculista, fria, para mim, é uma forma dela não se dar mal.
Aprecio esse tipo de coisa.


4.o lugar: ACORDAR CEDO

Sei que esse é o clássico dos "ódios" entre todo mundo e é o meu também!
Coisa mais chata é acordar cedo...
Às vezes queremos tirar uma soneca a mais e não dá!
'Tá lá o despertador gritando, gritando, alarmando, me fazendo pular num salto só!
... MAS aprecio muito acordar cedo quando é para ler. Sim, gosto quando às vezes desperto mais cedo, sem despertador, e uso o tempo para ler, estudar; acho o máximo!

3.o lugar : DEBOCHE

Rir é uma coisa; debochar, outra bem diferente!
Tem gente que adora ficar "zoando" o outro de maneira ofensiva, geralmente pegando algum defeito e levando aquilo para o conhecimento de todos!
Fica rindo o tempo todo, como se ele(a) fosse perfeito(a)!
Não suporto atitudes quais essas!
...MAS adoro rir de piadas sem graça!
Para não deixar o(a) piadista "sem-graça", rio bastante para que se sinta bem...
E há piadas tão bobinhas, que acabam ficando engraçadas!

2.o lugar : GENTE QUE ADORA FALAR DE DOENÇA

Caramba, carambolas! Eu gostaria tanto que essas pessoas , que ADORAM falar de doença, mudassem de atitude...
Que morbidez é essa que acomete um ser humano de tal modo que o leve a falar de rinite alérgica ou perfuração no esôfago por horas a fio?
Uma vez fui visitar uma amiga mas ela falou TANTOOOOOOOO sobre doenças que saí de lá deprimida...
Daqui a pouco eu iria acabar desenvolvendo alguns dos sintomas, cruzes!
Quando a visitei uma outra vez, voltou a falar de doenças, mas fui esperta e deu no pé rapidinho...
Ela é boa pessoa, só que tem mania disso!
E nem hipocondríaca é, pois fala muito de doença dos outros, e não toma cuidados com a própria saúde. Estranho isso...
... MAS curto muito gente que tem receita de chazinho para tudo!
Acho o maior barato aquelas pessoas falando: "Toma chá de carqueja com limão!" ( é apenas um exemplo) quando comentamos que estamos com algum problema.
Sei lá, essas pessoas podem parecer chatas para muitos, só que para mim, elas me parecem gente boa, que querem ajudar, querem nos ver melhor...

1.o lugar: HIPOCRISIA

Venda de imagem é um dos piores comércios do mundo!
A pessoa vira para a outra diz que é defensora da bondade universal e é só para usufruir da boa fé, para se fazer de alguma forma...
Isso é detestável, repugante, horroroso, porque brinca com os sentimentos, faz com que a vítima seja manipulada.
Não aceito de modo nenhum!
Por isso, não à toa, tirou em primeiro lugar dentre as coisas que mais detesto!
...MAS, bem, para a HIPOCRISIA, não existe MAS! É horrível de todo!

E um bônus: POEIRA NO PÉ

Eu sou uma andarilha nata!
Acreditariam se eu dissesse que já andei horas (entre duas e três) sem sentir cansaço?!
Vou olhando aqui e acolá, e andando...
Claro, dou minhas paradas, e continuo a andar depois!
Acontece, porém, que se eu estiver de sandália aberta, gruda uma poeira no pé que me deixa transtornada!
Não raciocino mais, fico irritadiça, já quero voltar para casa...
Essa poeira no pé é uma das coisas mais nojentas e horríveis que existem!
Gostaria de saber se alguém já teve a mesma sensação de "sufoco mental" como eu fico neste caso em particular...
Bom, por aqui paro e passo a bola para uma única blogueira:(Espero que ela goste da tarefa!)



Quero saber o que a minha querida amiga tem a dizer sobre as suas coisas detestáveis!

(Imagem:

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Porque eu sou... sincera!


Ser sincero(a) requer cuidados, sabiam?
Pois é, já sofri muito por causa disso...
É que as pessoas acabam achando que é pessoal, que é contra ela particularmente aquela sua opinião.
Contudo, devo frisar que há uma diferença bem grande entre sinceridade e falta de educação.
Nunca fui mal educada; o que já é uma vantagem.
Você não deve sair falando de maneira grosseira que um determinado comportamento de alguém não pode ser usado em alguns lugares!
O tato é tudo.
Quando um(a) amigo(a) pergunta antes de sair, e ele(a) está "nada a ver":
-Que tal estou? 'Tô bem?
Seu auge de sinceridade deve conter as seguintes palavras:
- Claro! Mas aquele casaco preto cai melhor em você. Lembra que todo mundo elogiou?(Apelar para a memória é muito bom nessa hora!)
Uma verdade verdadeira... Será que queremos ouvir?
Para ser sincera, não sou muito chegada quando falam "verdades" sobre mim, ainda mais quando julgo que houve injustiça!
Um ex meu caiu na asneira de comentar que meu penteado naquele dia de encontro não estava legal.
Não prestou!
Fiquei muiiiiiiiiiiiiiiiiito zangada e ele ouviu um monte!...
Eu havia passado a manhã toda dando um trato no cabelo ( só mulher sabe como é!), colocando creme, fazendo massagem capilar, lavando, escovando, pondo redinha, retirando creme, lavando mais uma vez, colocando creme de novo, para ele se resumir a ser apenas isso, sincero?
"Comigo não, violão!", diria minha vizinha mais engraçada (haha).
Ele que fosse cismar de ser franco com quem quisesse!
Naquele dia, o namoro não rolou...
Tinha o moço cometido dois pecados mortais:
1.o) Foi comentar de maneira muito direta, sem nenhum rodeio;
2.o) Implicou com o que eu considero meu patrimônio: meus cabelos longos e negros! ('Tadinho! Não sabia que com cabelo de mulher não se brinca, ainda mais os meus!)
Meses depois que terminamos o namoro (não foi por causa dos cabelos, como poderiam pensar!), eu me lembrei que o dito cujo tinha uma mania esquisita de ser grosseiro e inadequado em muitos momentos, embora eu não atentasse muito para suas explanações.
Sinceridade demais, às vezes magoa.
Não é que vamos começar a mentir.
Basta apenas que façamos o uso da sensatez e o bom-tom.
Dizem que de uma boa conversa ninguém corre, e talvez nessa "boa conversa" consigamos enfocar todos os assuntos, até mesmo aquilo que é um "abacaxi", como dizer que o(a) filho(a) do patrão é muito bagunceiro(a). (Não esqueçam de me contar se algum ser humano sobreviveu a isso depois...).
Vi uma cena no Fantástico uma vez com o Luiz Fernando Guimarães no quadro Super Sincero, que achei de uma franqueza impressionante!
O personagem queria ganhar uma mina e falou na lata:
- Com você eu não quero nada sério! Você não tem o perfil de mulher para casar. Contigo, eu só quero sexo, nada mais!
Como eu ri nesse dia!
Fiquei imaginando se existe alguém assim...
Homens, jamais sejam sinceros a esse ponto, 'tá?
Só estou contando porque ADORO vocês... (haha)
Sinceridade é muito bem - vinda, tendo, é claro , aquele feeling do "contornei".
Pensar antes de falar, moderar o tom de voz, ver o que se perde com aquilo...
Podemos ser sinceros com aquele toque gostoso da "doce verdade".
"Mentiras sinceras me interessam!"...

Bem, para sublimar o tema sinceridade, nada mais apropriado que um vídeo do meu querido, sincero-até-demais, Lulu Santos, com o seu hit Sincero ( trilha do quadro do Fantástico).


(Imagem:

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Freddie Mercury e Glória Maria - Entrevista antológica na época do Rock in Rio

Oi, gente!
Nesse post eu quis fazer algo bem diferente do que costumo fazer, que é expor minhas ideias e opiniões diante dos fatos.
Dessa vez passarei a bola para vocês; quero ler o que acham...
Bem, postei um vídeo que eu achei muiiiiiito interessante, uma entrevista do grande Freddie Mercury concedida à jornalista Glória Maria.
Não sei se já assistiram, mas não tem como ficar impassível diante da imagem.
A única coisa que eu direi é que fiquei na dúvida de qual marcador colocar, se o tema seria "Vídeo" ou "Humor"...




Ai, que saudade do Freddie...
Se estivesse vivo, teria feito aniversário no dia 5 de setembro, há poucos dias.
Beijos, onde quer que esteja, meu gateiro preferido!

E aí? O que vocês acharam?

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Lá se foi o inverno...

Brasil é mesmo país tropical, não tem jeito!
Longe ainda está a chegada da primavera , e já pusemos em evidência nossas roupas "veronis": bermudas, shorts, camisetas, óculos escuros e tudo o que for confortável para o bem-estar no calor!
Eu não exijo um inverno rigoroso, daqueles que o cachecol e três mil casacos de lã sejam necessários para aplacar o frio mas, poxa, um friozinho até que vem a calhar, do tipo que o uso de edredons e blusas de frio tenham lógica serem recorridos para dormir!
Semana passada tive que me levantar da cama.
Tinha colocado duas blusas mais fechadas porque, como já era bem tarde (23h.), os nossos graus centígrados costumam ser favoráveis a um soninho gostoso embolado com artefatos aquecedores.
Ledo engano esse meu!
Um suadouro danado me "atacou", que as inocentes blusinhas foram direto para alguma parte do armário, que chega me dar pena delas...
Frio no Brasil é frio "caroneiro": só chega com a chuva!
Sem contar mentiras (porque aqui os "Fatos" são "de Fato" ! (hahaha)) já houve ocasião de tremermos com os termômetros mais baixos no verão que propriamente no inverno!
É porque ocorre muito por aqui (quem mora no Rio de Janeiro conhece bem isso) umas chuvas de verão que duram às vezes uns quinze dias!
Nessa situação é um corre-corre para "desmofar" aquele casaquinho que parece-nos de tantos séculos!...
Ficamos bonitos porém, com a indumentária acidental!
Há uma elegância nos gorrinhos estilo europeu, ou nas botinhas pretas cano longo, que atentam para a mudança brusca na estação e ajudam a não molhar os pés ao passarmos nos buracos dos asfaltos mal-consertados...
E a frente fria?
Ela nos pega de surpresa, geralmente vinda do Sul, que por sua vez foi atingida pela frente fria da Argentina, trazida sabe-se lá se pelo pampeiro (o vento) ou porque los hermanos quiseram dividir conosco a proeza climática de seu território!...
Alguém se atreve a dizer que em Mato Grosso faz frio?
Quem já foi para aquelas bandas, diz que é complicada a coisa (É calor o tempo todo!).
O Skank até eternizou a impossibilidade de quedas de temperatura na capital do estado, ao cantar o quão difícil é não desejar a pessoa amada: "É como morrer de frio em Cuiabá " (Te ver ).
O inverno, vindo no jeito certo, eu gosto dele; não gosto é desse disparate climático e enlouquecedor de nossa terra!
Aqui só existem duas estações na prática - verão e inverno - embora elas se entrelacem de vez em quando.
As frutas não dão em profusão no outono: optam pelo verão.
Na primavera não vemos as mais belas flores: optam pelo inverno.
Se é algum alívio , o advento do aquecimento global também interfere em outras pátrias e nós não nos sentimos tão exóticos como é de praxe chamarem o nosso povo! (haha)
Como está um chove-não-molha nesse exato instante, me armei com meu casaco.
Um pouco de frio, meio tímido, e eu apelo para me aquecer.
Tenho que aproveitar.
Vai que na hora de eu dormir a temperatura não dê um "refresco"?...

(Imagem:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...