PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Dia do Blog - Qual é a sua verdadeira comemoração?


Todo ano a tradição se repete, já ficou marcado para sempre o dia 31 de agosto como o Dia do Blog. Falar que blogs são importantes, é chover no molhado! Até as mídias televisiva, radiofônica, impressa e obviamente a cibernética, já notaram o grau de seu peso como direcionador de opiniões, relatos, entretenimento, cultura, etc.
Embora muita gente possa "massificar" o gosto, honestamente eu queria saber o porquê REAL de você, amigo blogueiro, ter esse espaço na internet!
Não fique tímido: se seu objetivo era apenas bater papo através de textos divertidos, sinta-se à vontade! Minhas motivações não foram tão superiores assim...
Falei algumas vezes aqui por que comecei, mas cabe uma retomada. Escrever nesse espaço foi um estalo de quem viu outros escreverem bem e perceber que eu poderia também!
Quando via alguns escritos por aí, imaginava: "Que horror!!!! Há pessoas que perdem seu tempo expondo "miguxices"... Blog é algo bem ridículo..."
Com o passar do tempo, verifiquei nessa imensidão de caracteres em formato "bloguístico", que havia luz nas ideias, cérebros pensantes coabitavam sem problemas os devaneios de editores "fim-de-semana". Ao me dar conta disso, corri e montei o Fatos de Fatos no mesmo dia! Como dissesse: "Eu tenho um cérebro pensante! Posso ir para o "lado bom da força", escrevendo algo que preste!". Quer dizer, iniciei meio como vaidade!...
Não demorei muito para deixar a soberba de lado. Vi que editar periodicamente um blog é mais que "competição" tosca de quem tem mais cérebro. Blogs podem ser espaços múltiplos, onde o amor por ele tem que ser a tônica SEMPRE, a cada post que se publica!
Minha verdadeira comemoração é essa, de publicar o que sinto gosto, o que sei que será fiel aos meus princípios enquanto blogueira, enquanto GENTE!...

Minhas saudações mais sinceras a todos os blogs que, de uma maneira ou de outra, fazem da internet, um lugar mais consciente de se estar!... (Claro que há exceções, mas dessas, passemos longe...)

(Imagem: http://hojecomunica.blogspot.com)

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Fiado só amanhã!


(Post originalmente lançado no Blog da Comentarista, da minha amiga Denize Oliveira)

Sou uma boa observadora dos locais que frequento, um tipo de cliente que observa do chão ao teto, o jeito como os atendentes chegam, o sorriso amarelo que lançam quando não levo nada e a máxima do "Ficou perfeito em você!", uma blusinha odiosa que faz qualquer mulher se transformar na própria imagem da "jequice"...
E sou cliente enjoada, admito, faço com que o funcionário que teve a infelicidade de falar para mim o usual "Pois não? No que posso ajudá-la?" refazer a pergunta mental, se valeria mesmo a pena ganhar seu parco salário com clientes como eu...
Ele(a) terá que abrir todas as caixas de um só tipo de sandália, para no final eu descobrir que gostava mais - que vergonha de falar! - da primeira que vi!!!!
A sorte, para o desafortunado escolhido funcionário, vem em número de 2:

1) Sou muitíssimo agradável

Não destrato atendente de jeito nenhum, sorrio o tempo todo e mantenho papos agradáveis (geralmente eles colocam suas vidas nas palmas de minhas mãos);

2) Na loja que ponho funcionário para trabalhar muito, é lá que comprarei

Quando vejo que o funcionário já está muito impaciente, supondo perder a comissão pois entraram outros clientes, perdendo tempo comigo pensando que nada levarei, disparo logo:
- Pode deixar que vou comprar com você, viu? Posso demorar, mas vou acabar escolhendo alguma coisa... (cumpro sempre com minha palavra!)

Estou aqui discursando sobre lojas de grande porte, daquelas que nos perdermos entre artigos e gente e, às vezes, nem sabemos quem é o empregado do estabelecimento!
Entretanto, são as mais resignadas lojinhas de bairro, aquelas que conhecemos toda a árvore genealógica dos donos, que vimos seu cabelo despenteado para atender-nos porque cismou de dormir até mais tarde, são as que mais me tomam as reflexões...
Como adoro as plaquinhas dessas quitandas, biroscas, barracas e afins!!!! Muito de meu conhecimento veio dessas placas...
Pode soar como brincadeira minha, porém, alego em minha defesa, que todos nós já tivemos aprendizados informais, e por que não essas barracas de bairro que nos ensinaram também?
No meu comecinho de leitura complexa, quando eu já sabia os vários valores do "X" em uma palavra, portanto, já conseguia ler frases mais longas que as adequadas para a minha série, li com todo o gosto o seguinte dito popular:

NÃO TENHO TUDO QUE AMO, MAS AMO TUDO QUE TENHO!

Tinha meus oito anos mais ou menos, e não compreendi lá bem o fundamento...
Só que todo dia me entupia de balas, doces diversos - a formiga-criança não perdoa - e de tanto ler naquela barraca simplória e feliz, acabei sentindo o valor daquelas palavras.
Em outros estabelecimentos comerciais caseiros (isso escrevi para enobrecê-los...), tive uma lição das maiores:

QUEM TEM OLHO GRANDE, NÃO ENTRA NA CHINA!

Para arrematar o mesmo sentido dessa supracitada, li em outro:

NÃO ME INVEJE, TRABALHE!

E o DEUS TE ABÊNÇOE ( eles colocam o acento; não sabem que apenas "bênção" leva o circunflexo!), que tanta paz transmite aos que ali chegam?
Por sobrevivência, as humildes lojas comerciais tiveram que inventar - e fazer daquilo um padrão - a placa mais valiosa para continuarem no ramo:

FIADO SÓ AMANHÃ!

Em supermercados pomposos, ninguém compra a crédito informal ('fiado'), porque existe uma seriedade de caixas, uniformes e olhar de poucos amigos.
Então sobra para as barraquinhas o inevitável: "Põe na conta" (só que a pessoa não avisa na conta de quem); o mês que vem é tão demorado...
A utilização do informativo "Fiado só amanhã" dá um ar de teor notório, apesar de trazer alguma jocosidade em sua conotação.
Na primeira vez que vi, perguntei ao dono, um moço que eu conhecia desde que comecei a estudar, se eu poderia pegar mesmo a crédito no dia seguinte.
Ele riu às pampas e me respondeu que sim. Bobinha inocente, nas maravilhas da idade tenra, fui eu comprar na mesma barraca costumeira. Pedi-lhe que trouxesse uns doces de leite e jujuba.

- Amanhã eu pago, "tá"? - falei, toda risonha.


Com ar brincalhão, apontou a placa, e eu senti-me enrubescer dos pés à cabeça pela "Descoberta do Brasil": placas de amanhã são "amanhãs" que não chegam NUNCA...
A generosidade daquele senhor, que era conhecido de nossa família, surgiu na compreensão de que valores infantis não são os de adulto, e ao invés de fiado, ele me deu todos os doces que eu lhe pedira minutos antes... (Esse moço não está mais entre nós, e eu nunca pude lhe dizer o quanto minha infância foi um tanto melhor, pela existência dele em nossas vidas!)
Nunca gostei de deixar para pagar depois, salvo em casos em que isso se fez obrigatoriamente necessário. Com placa ou sem placa.
Para essas lojinhas familiares, aquelas do bairro, que muitos de nós não estabelecemos uma ligação de carinho, eu bato palmas e peço bis!
São esses minúsculos empresários que sustentam nosso país, pois facilitam o acesso maior ao consumo básico dos cereais, laticínios, verduras, etc.
Esses comércios são fundamentais para a resistência à mudança de moeda, inflação e todos aqueles embustes que os "oficiais" da área nos forçam a engolir.
A plaquinha VOLTE SEMPRE! é a mais perfeita expressão do que são suas pequenas lojas dentro do coração do consenso local.
OBRIGADA a todo aquele resistente dono de comércio caseiro, que faça chuva ou faça sol, está aí e sabe SERVIR BEM, PARA SERVIR SEMPRE...


Abaixo, alguns dos "ditados populares" mais conhecidos em relação a FIADO!



FIADO É IGUAL BARBA: SE NÃO CORTAR, CRESCE.

FIADO? SÓ EM DIA DE FERIADO, QUE O BAR ESTÁ FECHADO.

PROMOÇÃO: PEÇA FIADO E GANHE UM NÃO!

FIADO? SÓ NA CASA DA SOGRA!

O TIO QUE VENDIA FIADO, SAIU.

MULHER BONITA NÃO PAGA, MAS TAMBÉM NÃO LEVA.

EM TERRA DE POBRE, QUEM FEZ FIADO É REI.

FIADO, SÓ A PARTIR DE 2099.

LEVE FIADO E LEVE DE BRINDE A MINHA SOGRA.

A POLÍCIA PROCURA SUSPEITO POR TER PEDIDO FIADO, ENTÃO NÃO SEJA O PRÓXIMO!

FREGUÊS EDUCADO, NÃO COSPE NO CHÃO, NÃO DIZ PALAVRÃO E NEM PEDE FIADO.

60 NUM BAR, 70 SAIR 100 PAGAR, AÍ MANDO A POLÍCIA 20 BUSCAR.

O FIADO É MUITO PROCURADO, MAS AQUI NÃO SERÁ ENCONTRADO!

FIADO SÓ SE FAZ A UM BOM AMIGO, E O BOM AMIGO NUNCA PEDE FIADO...

EU TENHO VERGONHA DE TE DIZER NÃO, POR ISSO, NÃO PEÇA FIADO!

FIADO ERA SÓ ATÉ ONT
EM

(Imagem:
Fonte desconhecida

Edição de imagem:

http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com)

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Blogroll: a importância dessa interação entre blogueiros


Só quem passou pelo o que passei, é que nota o quão importante é interagirmos com os amigos!
Coisa de 1 mês mais ou menos, uma "invasão" esquisita vinda de links externos, fez com que eu retirasse a já extensa lista dos blogs de amigos na barra lateral.
Não sei o que ocorreu... A Samanta me avisou que um suposto malware poderia estar infectando o Fatos de Fato, por conseguinte, estar infectando também outros sites, que insistissem em abrir meu link...
Bastou, porém, uma breve pesquisa para eu descobrir que a causa primeira para esse tipo de ocorrência vem, em via de regra, de outros sites, sendo o mais aconselhável retirar aquela lista tão amistosa que colocamos para ressaltar o trabalho de outros blogueiros.
Retirei, embora com dor no coração... Sempre foi tão bom, nesses meus 4 anos de existência enquanto editora, abrir meu blog e ver o trabalho recente dos amigos! Sempre foi por ali que eu os segui, independentemente de me "registrar" em seus espaços pelo Google Connect!...
A blogroll é de suma importância para os blogueiros que querem realmente interagir! Quando avistamos nossos espaços naquela lista, é como se o editor estivesse dizendo: "Esse blog é bom e eu aprovo!" Agregar-se pelo Google Connect é muito fácil, mas montar uma blogroll é mais trabalhoso... Temos que ir ao site do amigo, colher o link, renomear caso o nome não venha de acordo... Em outras palavras, a blogroll é a prova mais evidente do quanto curtimos o trabalho do editor!
Aos poucos estou retomando minhas indicações!
Agradeço muito a todas as pessoas pela compreensão e espero, de verdade, não precisar retirá-la nunca mais!... Como já expliquei, é por ela que acompanho de perto as realizações dos amigos; estava me sentindo destoada...
Blogroll: quem ainda não tem, passe a ter! Mesmo que em algum momento tenha que retirá-la, deixe-a fora do ar por tempo limitado.
Dessa interação maravilhosa, não dá para se abrir mão!...

(Imagem: http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com.br)

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Minhas verdades, nuas e cruas!

Pandeiro: uma das minhas verdades!


Como resposta ao post anterior, intitulado Verdades, mentiras... conto algumas! , onde numa brincadeira eu deveria expor 10 afirmativas com 6 verdades e 4 mentiras, agora aqui revelo apenas as verdades, nada mais que as verdades...



MINHAS VERDADES, NUAS E CRUAS!



1)(MENTIRA) Já fui repórter por um dia no meu antigo colégio. Trabalhei em jornalzinho de colégio, mas como redatora! As reportagens "de campo" ficavam por conta da equipe técnica muito bem "treinada", que saía pelo recreio colhendo informações "importantíssimas", como: "Quem está namorando quem?" ou "Por que a professora X usa tanto aquela blusa azul?"


2)
(VERDADE) Comprei uma revista por causa de uma foto só. Coisa de fã. Quando eu era adolescente, tinha tantos ídolos artísticos!...
Nem lembro qual foi o artista, só lembro que quase não tinha matéria na revista, a foto é que me interessava...



3) (VERDADE) Já dormi mais de 12 horas numa noite. Diga-se que é uma raridade, só que de fato aconteceu... Tinha dormido muito mal numa noite anterior
, logo, na noite sucessora àquela, dormi feito uma pedra!!!!


4) (MENTIRA) Gosto de jiló. Detesto jiló! Já tentei comê-lo de outras maneiras (como em forma de doce, por exemplo) e odiei tudo! O "amigo" dele, o quiabo, desse eu gosto, embora o tenha odiado na infância e adolescência...


5) (MENTIRA) Adoro usar tênis preto. Não gosto de tênis preto... Para eu usar um tênis preto, só se eu estiver em dia "rocker", toda trajada em cor escura para reverenciar o rock and roll. Fora isso, nem pensar!!!!



6)( VERDADE) Toco pandeiro. E bem, sem modéstia alguma! Quem me acompanha no blog há alguns anos, sabe que amo percussão! O pandeiro é só o começo... Aprendi a tocá-lo há poucos meses em poucas semanas de treino. Parto agora para o tantam, o surdo, até chegar à b
ateria, meu objetivo principal. (Nem só de samba vive o pandeiro: dá para tirar rock também!...)

7)( VERDADE) Curto música clássica.
Essa foi a "pegadinha"! A roqueira Mary curtindo composições eruditas? Aprecio, e muito!!!! Não é como o rock, naturalmente, só que não dispenso um romântico Chopin ou um estrondoso Beethoven! Aliás, até já fui a concertos ao piano de Chopin, na Escola de Música da UFRJ (Lapa). Momentos maravilhosos, que jamais esquecerei...


8) ( MENTIRA) Acordo bem tarde nos fins-de-semana. Não consigo! Sou pura adrenalina, mesmo nos fins-de-semana! Levo sempre um susto quando alguém me diz que dormiu até meio-dia, 1h da tarde...




9)(VERDADE) Tenho pavor de altura. Muito medo mesmo de altura eu tenho! Medo esquisito, devo ressaltar... É que ando de roda-gigante, montanha-russa na boa, e quando é para passar numa simples passarela, fico ressabiada e evito...




10) (VERDADE) Fiz de curso de teatro só quando já estava adulta.
O teatro sempre me conquistou; na adolescência andei treinando duas peças. Curso, porém, só fiz quando adulta! Foi uma experiência incrível, que me deu uma visão diferente do mundo! Agradeço pelos ensinamentos que recebi. Teatro é para a vida!!!!
Aposto que surpreendi muita gente com minhas revelações! Adorei participar desse meme... Muito criativo!!!!
Até a próxima, se Deus quiser!!!!

Obs.: O pandeiro que aparece nas imagens, é de minha propriedade! Foi a sua cor verde que me fez decidir por ele na hora da compra... Fale a verdade: ele não é lindo?


(Imagens:
http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com - Arquivo pessoal)
Link
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...