PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

Quais assuntos mais te interessam no blog Fatos de Fato?

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Análise de "Comida", do Titãs


Letras de música costumam ser retrato de pensamento coletivo ou subjetivo. Desde as mais simples, até as mais rebuscadas, a maioria conta algo que passa em algum lugar, que nos leva à emoção ou revolta.
Por esses dias fiquei pensando em Comida, não o prato que degustamos todos os dias em horários propícios, mas a letra da música do Titãs, que surge como metáfora de vida.
Comida é a necessidade básica mais básica do ser humano, originando tantos ditos populares, pilhérias, constrangimentos, serve de moeda de troca, serve de plataforma política,  - o tal do pão e circo - e também é bíblica. Porque "nem só do pão vive o homem", como diria o Mestre.
A Comida do Titãs, que é do álbum Jesus Não Tem Dentes do País dos Banguelas, de 1987,  reflete bem a necessidade vital de se alimentar, na expansão para outras necessidades nem tão vitais assim, mas que transmite o quanto nós, humanos, somos tão carentes de tudo. Nunca nos saciamos com o que temos: "A gente não quer só comer/ A gente quer comer/ Quer fazer amor/ A gente não quer só comer/ A gente quer prazer pra aliviar a dor".
É claro que um bom prato no almoço é uma satisfação imensa; quem não fica esperando com ansiedade por esse momento? Porém, olha como a vida não se restringe a apenas àquele prazer da comida de preenchimento orgânico. Depois do almoço, a boca pede a sobremesa; depois da sobremesa ou durante o almoço, já queremos uma bebida, seja refrigerante, suco, cerveja, até mesmo a igualmente necessária água; queremos ver TV ou ouvir rádio durante, antes ou depois do almoço; ou passear, ou curtir um gostoso papo com os amigos, ou acessar as redes sociais, ou, ou... A falta de saciedade não tem limite!
É interessante que a letra cerca por todos os prazeres que os humanos precisam: alimentação, bebida, ter amor, ter dinheiro, diversão, arte. 
E de cada item prazeroso,  a Comida não se restringe ao pouco ou mínimo possível: sempre se quer mais. O irrequieto coração humano na busca eterna da satisfação.
Nós sabemos, de maneira instintiva, que a banda Titãs  escreveu essa música  para um endereço certo. Talvez os compositores Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer e Sérgio Britto também tenham  aludido a já mencionada passagem bíblica, de que "nem só do pão vive o homem". Eu imagino que Comida, mais que se engajar na filosofia que a humanidade só vive para reclamar, não se satisfazendo com nada, essa Comida significa que o que nos oferecem é sempre menos do que merecemos. A vontade é sempre de nos empurrar goela abaixo, quase que literalmente, aquele básico menor que o básico de verdade, nos levando a uma cobiça irrefreável, não porque somos ambiciosos, mas porque não temos, de maneira ampla, o que realmente precisamos.
E se as pessoas só necessitassem de se alimentar para serem felizes, qual seria o sentido da vida? O que nos faz humanos é a busca, é a trinca "desejo, necessidade, vontade", que nos impulsiona a um crescimento interno, enquanto seres vivos, enquanto seres pensantes.
Para encerrar, deixo os versos que mais me tocam e explicitam o quanto nos negam o direito de sermos pessoas, no sentido mais necessário que a vontade de se ter apenas comida na mesa poderia traduzir: "A gente não quer só dinheiro/ A gente quer dinheiro e felicidade/ A gente não quer só dinheiro/ A gente quer inteiro/ Não pela metade".
Depois disso, é curtir a letra na íntegra e ouvir o som do Titãs.
Muita Comida para todos nós!



Comida - Titãs

(Arnaldo Antunes/ Marcelo Fromer/ Sérgio Britto)

Bebida é água!
Comida é pasto!
Você tem sede de quê?
Você tem fome de quê?

A gente não quer só comida
A gente quer comida, diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída para qualquer parte

A gente não quer só comida
A gente quer bebida, diversão, balé
A gente não quer só comida
A gente quer a vida como a vida quer

Bebida é água!
Comida é pasto!
Você tem sede de quê?
Você tem fome de quê?

A gente não quer só comer
A gente quer comer e quer fazer amor
A gente não quer só comer
A gente quer prazer pra aliviar a dor

A gente não quer só dinheiro
A gente quer dinheiro e felicidade
A gente não quer só dinheiro
A gente quer inteiro e não pela metade

Bebida é água!
Comida é pasto!
Você tem sede de quê?
Você tem fome de quê?

A gente não quer só comida
A gente quer comida, diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída para qualquer parte

A gente não quer só comida
A gente quer bebida, diversão, balé
A gente não quer só comida
A gente quer a vida como a vida quer

A gente não quer só comer
A gente quer comer e quer fazer amor
A gente não quer só comer
A gente quer prazer pra aliviar a dor

A gente não quer só dinheiro
A gente quer dinheiro e felicidade
A gente não quer só dinheiro
A gente quer inteiro e não pela metade

Diversão e arte
Para qualquer parte
Diversão, balé
Como a vida quer
Desejo, necessidade, vontade
Necessidade, desejo, eh!
Necessidade, vontade, eh!
Necessidade


 (Imagem:
Fonte desconhecida)

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Estreia do programa "Rock, Pop Entre Outros Sons", com Mary Difatto




Pois é, galera, neste próximo sábado, dia 23 de maio de 2015, às 16 horas, vai estrear um programa com músicas do rock nacional de nome Rock, Pop Entre Outros Sons.
A apresentação é minha,  Mary Difatto será todos os sábados, pela Bicuda FM.
Quem quiser sintonizar, coloque em 98,7 aqui no Rio de Janeiro ou pode ouvir pelo site da rádio que é www.bicuda.org.br.
Conte a audiência de todos!!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...