PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Droga é uma droga!!!!


Quantas vezes você já leu essa frase em algum lugar: "Droga é uma droga!"?
Quantas vezes você se perguntou : "Será que as drogas fazem mal mesmo?"
Quantas vezes já não saiu no noticiário : "O artista X morreu ontem de overdose, por causa de uma mistura de ácido lisérgico com uísque"?
Quantas vezes não ouvimos Cazuza cantando: "Meus heróis morreram de overdose"?
E quantas vezes já não ouvimos falar que o próprio Cazuza era um consumidor de drogas ilícitas?
Antes que alguém me interrompa, já vou logo dizendo: NÃO VIREI COM DISCURSO MORALISTA!!!!!
Não sou guardiã de bons costumes e nem quero ser.
Exemplo? Deixo para quem tem estômago para tal.
Quem é bom o bastante para "jogar pedra" no telhado do vizinho, esquecendo que o seu "teto" é de "vidro", como diria Pitty?
Apelo, apenas, para a prática.
Sou céptica o suficiente para acreditar somente no que vejo, comprovo, verifico, averiguo.
Olhemos à volta, nos exemplos. Ninguém sofre ou é feliz por acaso.
Os malefícios são para alertar-nos.
Os benefícios, incentivos para continuarmos naquele caminho.
Todo esse papo não está vindo do acaso.
Fiquei consternada e passada com a atitude de Michael Phelps, o nadador ímpar que entrou para a história como o vencedor de oito medalhas de ouro numa única competição olímpica.
"Qual é, cara, o que você está fazendo com a sua vida?", dá vontade de perguntar a ele, com dedinho apontado em riste, como uma amiga com muita intimidade poderia fazer ou com ataque de moralismo.
Estragou a carreira.
Pego fumando maconha, teve sua participação em competições de natação suspensa por três meses, perdeu uma fortuna pelo cancelamento de campanha publicitária e ainda por cima, há quem diga que terá medalhas olímpicas tomadas de sua galeria de honra ( o que eu acho improvável) .
Phelps é um símbolo, embora nunca tenha dito: "Sou um símbolo!"
Quem mandou alertar os jovens do perigo das drogas, ahn, Sr.Phelps?
Quem mandou ser um esportista?
Hipócrita você, não, meu caro?
Se fosse "queimar um" longe das câmeras, ninguém saberia que o mundo é formado por "mentiras sinceras", mas foi cair no conto do " eu-posso-tudo-porque-sou-famoso", aí, danou-se!...
Que triste saber que os nossos heróis morreram de overdose e ainda morrem...
Kurt Cobain( overdose de insanidade, não de heroína, no que era usuário compulsivo), Jimmy Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison...
Malefícios das drogas? Você quer exemplos? Mais????
Poxa, o bolso, pessoa!
É muito caro!!!!
Também, é risco de vida!
Subir morro ou receber a "galera do tráfico" na sua casa é um tanto ou quanto desconfortante...
As pessoas que te amam( e que você ama, lembre-se de Amy Winehouse), não confiam mais em você.
Nunca se sabe se você está sóbrio ou não...
Cobain ficava deprimido, e muito, por em poucos anos que conviveu com a filha Frances ( 6 anos), ter estado "sóbrio" para precisar-lhe as necessidades de criança.
E "picava" mais a veia para esquecer que era usuário de heroína! ( Ó vida nossa, tão controversa!)
O que é droga, afinal?
Beber com moderação, não é droga, embora haja pessoas cuja moderação é de dois litros de cerveja.
Tá.
Se ela se garante fazendo o famoso "quatro" com as pernas, quando desafiada para tal comprovação de sobriedade...
Vinho, o que eu gosto muito, garanto a minha identidade real até a terceira taça.
Mais que isso, continuo consciente (Nunca perdi a consciência! Acredite se quiser...), só que "alegrinha" demais para o meu gosto ( e dos outros)!
Cigarro, já acho uma droguinha e tanto!!!
Ô troço para fazer mal: para o pulmão, para quem está perto e para o bolso!!!!
Engraçado que a bebida tem aquela conotação de "personalidade" ou "estado de espírito".
Nunca fui de beber; demorei um bocado para ver alguma graça em cerveja.
Vinda de família de "bebedores sociais", já ouvi muitas histórias de gente que bebia por diversos motivos: comemoração, porque era fim-de-semana, brigou com o cônjuge, o time perdeu (ou ganhou), saiu mais cedo do trabalho , porque estava calor ( ou porque estava frio), etc.
O que sempre me tocou a curiosidade, é a parte "romântica" da bebida ( oh, mulher romântica creio ser pior que homem romântico!...) , aquela em que o povo conta que "encheu a cara" porque levou um "passa -fora" do alvo de amor.
Sei que esse é discurso geralmente masculino, mas eu acreditava ser uma dádiva inexorável um ser humano dizer que ficou de porre porque amava muito alguém e não era correspondido.
E eu fiquei fora dessa? Não, imagine!!!!
Amarguei uma ressaca terrível de porre víneo por amor!!!!
Oh, que lindo!
Apaixonada de pedra por um carinha ( o meu fofo da época) que me esnobou, há dois anos, eu senti o "romantismo" de perto: bebi vinho além da conta, fiquei com uma baita de uma dor-de-cabeça e no outro dia, não conseguia comer até o anoitecer, sem arremeter o conteúdo para bem longe do organismo!
Garanto, pessoa, não há graça nenhuma em ressaca de amor!!!!
As drogas servem para quê, sejam lícitas ou ilícitas?
Nunca experimentei as ilícitas, e nem quero, por causa dos exemplos, os quais já comentei mais acima.
E voltando a Michael Phelps, o seu problema com a cannabis sativa, faz com que eu fique penalizada, porque a ele não é permitido "usar drogas".
Artistas aparecem na mídia, falando na maior cara-de-pau que usaram ou usam, e que vão largar, e que desintoxicaram, que agora estão "limpos" ou adotaram alguma religião.
Esportistas, ao contrário, tem uma obrigação da imagem de "saúde" e não importa a inclinação de moral, caráter que possuam.
Por que um artista X fica mais famoso e endinheirado, quando confessa o uso da maconha?
E o esportista todo mundo cobra atitudes e posturas "decentes"?
Como eu disse, não quero ser exemplo de nada. Tem que ter estômago...
Phelps, querido, se liga: vivemos em sociedade!
Se quer outra reação para a sua vida particular, não seja exemplo, te peço!
Você tem a alternativa de ser um ermitão...
Vá para as montanhas do Himalaia, faça o Caminho de Santiago, se meta com o budismo e seja um monge , morando em templo reservado lá nas Filipinas...
Não que nesses lugares aceitarão que use seu "baseado", mas você não será o Michael Phelps que exigem agora que seja!
Você será simplesmente Michael Phelps.
Drogas, tô fora, te falo!
Por quê?
Porque os "exemplos" provam que ninguém é melhor que ninguém!
Podemos correr o risco de querer fugir, de ser apenas um papel escrito pelo o que os outros escreveram em nós.
Uma pessoa começa a usar e talvez não consiga parar.
E talvez não seja mais ela, uma marca de sociedade apenas, um joguete social que a "tchurma" onde estamos inseridos escolheu para seguirmos.
Quero beijar meu filho ( quando o tiver) e saber que estou sóbria o suficiente para mostrar que vivemos numa instituição, onde temos que ser o que somos.
A vida tem seus tropeços, mas ainda vale a pena não sucumbir às tentações da "fuga".
Droga é mesmo uma droga!...
Seja ela qual for.
Não serão as leis que me permitem o uso da bebida que me convencerão ao contrário.
Nem as que permitem o tabagismo.
Nem as que me permitirem ( quem sabe um dia não liberam aqui no Brasil?), que eu use maconha.
Enquanto eu for uma não-exemplo, continuo com minha pequena demagogia.
Gosto de um vinhozinho tinto suave de mesa.
Não sou viciada, embora o aprecie bastante.
Vou arrumando minhas desculpas esfarrapadas para beber meu vinho , tipo: "Porque é Natal!", "Porque é meu aniversário!", "Ah, porque hoje estou querendo relaxar!", "Porque recebi um aumento!".
E Phelps, vê se presta atenção agora:
NÃO USE DROGAS!
O porquê, bem... Existem vários.
E perceba quais deles que mais te tiram da competição que se chama VIDA...
(Imagem:

http://ijulian.blogspot.com/2008/08/michael-phelpsblog-starts-stats-go-thru-roof.html)




12 comentários:

joao Assis disse...

Tinha uma propaganda protagonizada pela Eliana que dizia:
Como uma coisa que voce não pode contar nem pra sua mãe,pode ser boa pra voce?
È isso,um forte abraço.

André disse...

mary/droga é marketing/ quantos fãs o phelps nao ganhou? para mim era um nadador rapido/ agora ele é alguem especial e nao alienado. Isso na minha concepçao de "roqueiro até a morte" - outro detalhe filha - esporte e drogas estao juntos e todo mundo da elite compete drogado/ voce banca o esporte e os exames anti-doping em todos os esportes sao cartas marcadas. um grande teatro mary - todo o atleta de elite usa drogas ilegais ( nao maconha ou cocaina - coisa de guri) mas drogas de verdade...sou orientador de uma equipe de atletismo e sei muito bem como a coisa funciona. para mim ele ganhou pontos pois nao foi hipocrita e mentiroso. abraços.

Mary Miranda disse...

João,
Concordo contigo, embora nós saibamos q até mesmo certas coisas boas( como namorar, por exemplo) não podemos muitas vezes contar p/ a nossa mãe... rsrsrs
Pelas provas q vemos por aí, dá p/ saber q droga não presta, seja ela qual for!
Um abração,
Mary.

Mary Miranda disse...

André, meu amigo!

Respeito a sua opinião porque vc convive c/ a realidade dos esportes, sabe de toda a maquinária q há por trás do circo esportivo, mas eu acho q um esportista deve transmitir a imagem de certo "respeito" já q lida c/ uma profissão diretamente ligada à saúde.
Quantas vezes não ouvimos dizer: "Não use drogas, pratique esportes?"
Quantas crianças não aprendem c/ essas personalidades famosas q drogas fazem mal?
Ainda q seja um "teatro", pessoas como Phelps deveriam se preservar mais, não ficar "queimando" em público!
Se não quer ser um exemplo p/ ninguém, não seja esportista, então ou que saiba ser discretíssimo!
Olha, adoro rock e passo longe de drogas, viu? rsrsrs
Bem, tenho um fraco por vinho, ainda q c/ moderação.
E para beber tenho umas desculpinhas, como expliquei no post! rsrsrs
Um abração,
Mary.

joselito disse...

As pessoas assumem para o bem e para o mal as consequencias dos seus atos.

Alterado disse...

poxa ... fiquei muito decepcionado com o Phelps!Mas Mary , infelizmente as drogas estão presentes no mundo esportista há tempos ,várias vitórias foram conquistadas com auxílio de exames de dopping comprados , seja para fazer vistas grossas a um competidor , ou desclassificar um em potencial .Há vários hormônios sintéticos , que são drogas também , que passam desapercebidos as exames.

Abraços

Mary Miranda disse...

É mesmo, Joselito!
E o preço q o Phelps vai pagar será bem alto por atitudes inconsequentes.
Só espero q ele possa deixar as drogas de verdade e seja, daqui p/ frente, um nadador respeitado e decente como demonstrava ser.
Um abraço,
Mary.

Mary Miranda disse...

Pois é, Ricardo,a consciência do uso dessas drogas, quando chega ao grande público, é o q atrapalha.
Se os desportistas querem fazer uso delas, quem somos nós p/ julgar?
A droga toda ( sem trocadilho) é q eles acabam dando mal exemplo, e muitas crianças, adolescentes, absorvem esse recurso nada aconselhável.
Como eu disse no post, o Phelps tem q saber no q as drogas estão te atrapalhando.
Desde q não leve mal exemplo p/ ninguém, q ele faça de sua vida o q bem queira!
Abração,
Mary.

Larissa Bohnenberger disse...

Bem, eu acho o seguinte: se você se dispõe a construir uma carreira em cima de determinada imagem - no caso do Phelps uma imagem de saúde - faça de tudo para mantê-la. Quer beber até cair? Fumar? Cheirar? Ninguém tem nada a ver com isso. Mas vá lá pro seu cantinho sossegado e escondido dos olhares dos outros.

Quanto ao conceito do que é droga, como profissional da saúde discordo um pouco de você. Droga é qualquer substância química que ao ser introduzida de alguma forma no organismo cause alterações químicas, biológicas e ou fisiológicas. Portanto a cervejinha do fim de semana é droga sim. O baseadinho na festa também. Medicamentos, são drogas. O que difere e classifica estas drogas em categorias 'positivas' ou 'negativas' não é o fato de serem lícitas ou ilícitas, uma vez que temos exemplos suficientes que nos provam que o Brasil, em termos de lei, é um país zero a esquerda. É a forma como estas drogas são utilizadas, de forma abusiva ou não, que as levam a serem um problema na vida de quem as usa e dos que estão à volta.
Bjs!

Drauzio Milagres disse...

Sempre foi e sempre será. Mas não podemos esquecer das drogas "aceitas" pela sociedade que tantos malefícios causam às pessoas como é o caso do álcool e do cigarro. Um abraço. Drauzio Milagres.

Drauzio Milagres disse...

Sempre foi e sempre será. Mas não podemos esquecer das drogas "aceitas" pela sociedade que tantos malefícios causam às pessoas como é o caso do álcool e do cigarro. Um abraço. Drauzio Milagres.

Mary Miranda disse...

Oi, Larissa!
O q eu quis dizer foi exatamente isso.
O Phelps pode fazer o q quiser da vida, desde q não sirva de mau exemplo p/ as pessoas.
Afinal, existem pequenas criaturas q acabam seguindo o q assistem na tv, nos jornais, etc.
Sobre as drogas lícitas e ilícitas, eu usei de ironia porque sei q até nós q não somos oficialmente "drogados", apelamos p/ certas substâncias, qual o vinho, remédio p/ dor de cabeça sem receita médica, cervejinha no fim-de-semana, etc.
Concordo c/ vc q droga é qualquer coisa q nos altere o organismo.
Cabe a nós saber fazer um bom uso.
Mais uma vez um ótimo comentário seu.
Obrigada pela participação!
Bjs,
Mary.



Dráuzio,
Acabei de falar p/ a Larissa agora mesmo!
Droga é algo q as pessoas costumam achar q estão bem loge, quando na verdade, todos nós, de alguma forma somos "drogados" ao usarmos substâncias q nem sempre nos fazem bem.
Você está certo ao dizer q álcool e cigarro, entre outros são drogas.
Obrigada pelo comentário!
Abraços,
Mary.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...