PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

sábado, 21 de julho de 2012

S.O.S. Língua Portuguesa


Quem sabe tudo nessa vida? Eu? Você? NINGUÉM!!!!!!!!!
Porém, alerto que há critérios de sabedoria, dependendo da área de atuação.
Quem se mete a ser jornalista, se não entende muito de língua portuguesa, deve se juntar a quem desbrave os "caminhos de Camões" para lançar escritos paupáveis, coerentes, com a vigência do idioma!
Desde 2011, mais precisamente dezembro, uma capa de revista conhecida, me "explodiu" o senso de professora de línguas. AMO língua portuguesa tanto quanto a inglesa, diferentemente de outros colegas que usam a mesma "cadeira" catedrática que eu, quando optam por português/ inglês...
E se professores apaixonados pela língua materna se entristecem com o mau manuseio de seu idioma patrício, imagine o estrangeiro que aqui esteja querendo aprender português, aquele "rapaz bonito" originário do Lácio, enlaçado por "Os Lusíadas", "papagueado" principalmente nas Ilhas? Deve ter a sensação confirmadora do irritante "ditado" que se traduz em: "Português não é idioma: é código secreto!"... Que rufem os tambores dos Açores!!!!
A capa famigerada deu as "caras" em dezembro, anteriormente citado, em formato de cantor Luan Santana, que por aqui não se estabelece por sua musicalidade afável (eu, particularmente, não a aprecio nem um pouco...) e, sim, por um "escorregão" dos deprimentes que fizeram na chamada de sua matéria. Aqui repito, a tal que se encontra na foto lá em cima:

"LUAN SANTANA BRINDA À SOLTERICE"


E, naturalmente que, aproveitando o ensejo, lanço o desafio: quem consegue achar os 2 erros "mortais" contra a nossa língua-mãe nesse tão pequenino texto?
Tudo bem!... Nem todo mundo é obrigado a saber tudo mas faça essa professora feliz: diga que ao menos tentou encontrá-los...


(Imagem :
http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com - Arquivo Pessoal)

16 comentários:

Bia Hain disse...

Oi, Mary. Um eu achei, o uso indevido da crase. Se quisesse ter usado crase a frase seria: "Luan Santana e um brinde à solteirice". Qual é o outro erro? :) Um abraço!

Ródrio disse...

Os dois erros estão na crase colocada inadequadamente e na palavra "solterice". A grafia correta é SOLTEIRICE.

Abração e tudo de bom

Cecilia sfalsin disse...

Ei minha amiga Bela e linda,

Bom , que a nossa ilustríssima língua pede socorro isso não devo negar,e para que ela não seja mais agredida por mim vou dar minha opinião mas crendo em sua correção rsrs, bom acredito que os erros são o uso da crase e a palavra solteirice, pois observei que toda a frase esta no maiúsculo não grita comigo heim professora , nem me da 0...me ensina...

Beijos e linda semana pra ti

Obs..ignore o primeiro

Ebrael Shaddai disse...

Mary, lamento te dizer, mas temos ali apenas um erro. "Solterice", sendo o certo "Solteirice"!.

O verbo "brindar pode ser tanto transitivo como intransitivo. Ou seja, a preposição é facultativa, subtendendo-se ali o uso da crase.

Fonte: http://www.ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=24777

Bjss!

Mary Miranda disse...

Bia, amiga minha!

Exatamente! O verbo transitivo "brindar" pede, como adequação, o uso de um objeto direto, não indireto, portanto, o mais adequado é "brinda a solteirice", e não há aí o uso do acento grave, marcador do fenômeno gramatical chamado crase ( junção do artigo "a" + preposição "a").
Um ex-professor de Letras (doutor em idiomas) sempre dizia que em nenhuma língua existe "acerto", e sim, "adequação". Pode-se usar o acento grave após o verbo "brindar" para especificar que Luan Santana está "dentro da" solteirice, mas sabemos pela prática, que não foi isso que o editor quis dizer...
O segundo deslize, vamos dizer assim, está na palavra "solterice", onde não puseram o "i" do primitivo "solteiro", que resulta em "solteirice".

Abração, amiga!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Ródrio,


Você é bom em português! hehe TEve olho clínico e percebeu os erros diretamente!
As mídias em geral deveriam tomar cuidado com erros tão gritantes...

Abração e obrigada, amigo!!!!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Perfeito, Cecizinha!!!!

Foi diretamente nos erros! hehe Houve uma inadequação no uso do acento grave e também na palavra "solteirice", onde suprimiram a letra "i"! (E a pergunta é: Por que engoliram o "i", coitadinho? Será que ele fez mal a alguém?... rs)
Essa foi uma maneira descontraída de comentar sobre língua portuguesa, que vive sempre precisando de um socorro, devido ao "assassinato" em massa que nós, os nativos, fazemos com ela...

Beijos, amiga!!!!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Ebrael, boa noite!

Temos dois erros, amigo! O que acabou com o pobre jornalista foi a foto! hehe
O verbo "brindar" é nitidamente transitivo já que substituindo-o por um gerúndio "Luan Santana está brindando a solteirice" (taça na mão naquele momento pela foto, e não um ato que costuma acontecer: é NAQUELE MOMENTO!), temos aqui um verbo nocional transitivo e exige um objeto direto, não pode ocorrer preposição (se aparece o fenômeno crase, entende-se que uniu-se artigo "a"+ preposição "a").
O acento grave faria sentido se Luan "vivesse" brindando a solteirice, fosse o seu "costume" fazer isso, mas pela foto, nota-se que não! rs
Enfim, obrigada pela ótima participação!!!

Forte abraço!

Mary:)

Ebrael Shaddai disse...

Mary, se eu te digo no Natal, com uma taça de champanha, "vamos brindar" (sem objeto), que pergunta você me fará? O que vamos brindar ou A QUE vamos brindar?

Ora, independente da circunstância, faça a pergunta ao verbo, sem a presença do objeto, e veremos se é direto ou indireto. Releia o parágrafo anterior e me responda de novo.

O que eu responderia, se fosse vocÊ? Vamos brindar sua saúde (artigo subentendido) ou à sua saúde??

Bjss!

Bia Hain disse...

kkkkk, Mary, tem razão! No meu comentário até coloquei o "solteirice" certo, nem havia percebido que na capa "comeram" o "I". Ah, isso não pode! Um abraço!

Mary Miranda disse...

Ebrael,

Entendo magistralmente o que quis dizer, e concordaria contigo na situação hipotética trazida por você.
Porém, o enfoque é a capa da revista, onde Luan brinda a solteirice sem convidar ninguém a esse brinde! Ele não propõe "Vamos brindar?", simplesmente BRINDA!
Se fosse como você mencionara, estaria PERFEITO! Proposta de brinde - "Brindar a quê?"- , resposta - "À solteirice!".
O fenômeno crase, aqui, teria TOTAL relevância pois o uso do artigo "a" + a preposição "a", se faria adequado.
Bem, o caso que língua portuguesa exige muita atenção devido a esses detalhes. Eu, sinceramente, aboliria o acento grave marcador de crase. Não o considero de tal importância como o trema (que foi abolido), esse que modifica a pronúncia do "u" em muitas palavras...
Enfim adoro conversar com pessoas inteligentes e estou apreciando a conversa ( não "à conversa" rs) que tem me permitido.

Forte abraço, querido amigo!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Oi, Bia!

Isso acontece! rs Quando se vai lançar algo público, deve-se passar o texto pelo crivo de mais de duas pessoas!
Mesmo eu, professora de idiomas, pergunto a outras pessoas se o que escrevi está correto.
Uma vez escrevi a palavra "perspectiva" com "i" ("perispectiva") em algum lugar que não lembro. Que ódio de mim mesma quando percebi o erro... rsrs

Abração, amiga!!!!

Mary:)

Sérgio Santos disse...

Comeram o 'i' e o transformaram em crase, indo parar em cima do 'A'. Desvendei o mistério, Mary! E você tem razão, o que mais tem é gente que quer aprender inglês, mas que se esqueceu de finalizar o português! bjsss

Mary Miranda disse...

Gostei da brincadeira com as palavras, Sérgio!

Nota-se que você curte muito a nossa língua-mãe! rs
Problema sério, amigo... Há pessoas que conheço que têm total domínio em inglês (escrita e fala), mas escorrega feio na língua portuguesa! hehe Eu acho isso algo ilógico, mas cada um é cada um, né? Ai, amo os dois, tanto o português quanto o inglês!!!!

Abração, querido!!!!
Participação pra lá de maravilhosa a sua por aqui!

Mary:)

Paty Michele disse...

Agora não tem mais graça participar da pegadinha, mas deixo aqui o meu repúdio pela disseminação desses erros grosseiros. Sou professora, não de Português, mas estou sempre alertando meus alunos sobre esses deslizes, sobretudo publicados em redes sociais.

um bjo, Mary, ótimo texto.

Mary Miranda disse...

Problema sério o bom manuseio da língua portuguesa, Paty!

Essa capa foi apenas um dos muitos erros que meus olhos de professora (e de idiomas! rs) têm que vislumbrar na minha jornada diária...
Sobretudo mídia de grande circulação, deve ater-se a certos detalhes que, em lugares de menor apelo, passarão desapercebidos!...
Enfim, é bom estarmos bem ligados ao nosso idioma, por amor e por respeito!...

Beijos!!!!

Obrigada pela participação!!!!

Mary:)