PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

sábado, 4 de dezembro de 2010

Esse é o Rio de Janeiro que eu conheço!


Baseando-me num texto reflexivo que meu amigo J. Felipe postou, escrevo esse agora, enaltecendo o meu Rio de Janeiro, aquele que eu conheço, que amo e respeito.
Chega de ataque de 'mea culpa'!
Vamos reconstruí-lo porque, ele, o Rio, é nosso!
Tomei-o emprestado, pois não é minha cidade de nascença!
Mas como a sua reconhecida generosidade diz, recebeu-me com os braços abertos, abrigando-me da chuva e da tempestade dos horrores que tanto falam...
Rio, eu te amo! Não importa o que digam!
Você é aquela cidade do "caos e da beleza", de Maracanã lotado, da praia, do Cristo Redentor, do murmúrio matutino e do silêncio tumular das noites obscuras...
Se um dia você não puder estar entre os lindos recantos, estará nas lindas histórias de exposição de amor: os mais perfeitos poemas são pra você, os mais encantadores pores-do-sol, são seus pois você nos regozija com seu encanto natural!
Por que lembrar da tristeza?
Por que lembrar, sobre os ombros frios, que você sofre, meu Rio?
A maldade que fazem contigo, não é digna de posteridade...
Toda vez que falarem de você, será para falar do sol que nasce, que nunca é igual em lugar algum...
Só você proporciona aos seus nativos o direito de te profanar e de te xingar bonito, e mais tarde deitar no seu colo macio, após longo dia de cansaço e correria. Doce que é, perdoa esses pervertidos sempre, seus filhos...
É gostoso sentir você envaidecido com o seu brilho particular!
Sua luz advém de uma estrutura que um anjo apaziguador forneceu para que você fizesse bom uso, numa tortura angelical bizarra, como explicando: "Se você quer meus benefícios, tem que reverter seus pecados em medo da violência!"
Assim sendo, quem é carioca (ou se sente tal) fica desprezando a cidade, no típico: "São verdes, não prestam!", como a ingrata faminta caçadora de A raposa e as uvas.
Ao ouvir o som de uma simples parra que cai, porém, "Volta depressa o focinho".
Fico estarrecida com cariocas 'traíras' dizendo que outras cidades são melhores só porque ganham mais dinheiro por lá!
Trabalhem, lutem, coloquem a cidade de volta ao seu lugar de status merecido!
Já fomos a capital do País!
Já fomos a capital da cultura!
Voltemos ao formato inicial, sem aquele ganhar babaca de 'tradição', apenas...
Se tradição levasse algum título, nossa Seleção não precisaria nem mais jogar!
O Rio tem que ser pródigo pela eficiência prática, notória, de suas posses vistas e revistas por todos nós!
Cartão-postal de 'prostitutas' praianas?
Não, o Rio é maior que isso!
O Corcovado anda sumido das fotos que os turistas compram...
Como chega a nossa cidade 'lá fora'?
Porcaria de venda de fotinhos desnudas, que encobrem a nobreza da Cidade Maravilhosa...
Não, Rio de Janeiro não é Morro do Alemão e seus AR's 15, ou 18, ou 700...
O Rio que eu conheço é o Rio que me traz felicidade.
Se a minha felicidade incomoda, só lamento porque, como diria Ziraldo: "Nada entristece mais um ser humano do que saber que o seu semelhante é feliz".
Aparentando ou não alienação minha, ainda acredito na paz.
Utopia? Pode ser!
E o que é você sair de casa para trabalhar e achar que vai ter um mundo melhor, para os que ficarem, enganosamente, para a 'semente'?
E o que é passar suas férias em casa de praia para curtir o nascer de um dia, que acredita-se ser o mais belo já visto de sua janela?
Oras! O mundo é feito dessas ilusões que acabam movendo pra frente o que se acredita ser o certo!
A verdade de cada um, ninguém tira...
Verdade que talvez não seja verdade mas, e daí?
Quem vai ter cacife para provar ao contrário?
Sou carioca, sendo ou não, mas sou...
E defendo essa 'parada toda' na gíria típica dos cariocas mais convincentes...
A chiadeira dos "s" finais me orgulha!
Como é prazeroso proferir: " pessoaschi", "chineloschi", "homenschi", "animaischi"e mais, e mais, e mais...
'"Tô contigo' e não abro!"
" Pô, 'merirmão', dessa eu não sabia..."
" Que relógio 'irado'!"
" Fala sério, hein?"
" Fala, maluco!"
Esse é o Rio de Janeiro que eu conheço!
E se alguém duvida, que prove diferente!
"Alô, torcida do Flamengo/ Aquele abraço/
Pra você que me esqueceu (hum!)/
Régua e compasso".

Só que eu, meu Rio, nunca, nunca, te esquecerei!...

P.S.: A foto postada é de uma sombrinha minha comprada num dos muitos camelôs da rua Uruguaiana.
O Rio é o único lugar no mundo em que o vendedor nunca vende pelo preço inicial!
A manha carioca exige, por parte do comprador, que o ambulante venda, pelo menos, por 1 real a menos...
(Imagem:
http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com - Arquivo pessoal)


8 comentários:

Ju disse...

O Rio de Janeiro continua sendo!

CLAUDIA disse...

Amiga querida Mary!
Só tenho que te parabenizar por tão majestoso texto? Não ! Pura poesia,se você não é carioca da gema,os cariocas da gema então deveriam seguir seu exemplo,de amor e de nobreza!
Nossa nem deveria ter um voto,deveria ter oscar!
Parabéns amiga,porque afinal! O RIO MERECE!
Bjos querida no seu coração!

Mary Miranda disse...

sso mesmo, Ju, o Rio é! rs

O Rio nunca deixará de ser o meu Rio, o nosso, o maravilhoso!

Abração,
Mary :)

Mary Miranda disse...

Pois é, Cacau, entende a minha indignação de 'traíras' que falam isso e aquilo do Rio?

É gente que só pensa em grana, só quer usar e abusar do Rio, 'tirar onda', mas não sabe defender a nossa cidade, tão linda, tão cheia de graça, poxa...
Eu sou de Nova Iguaçu, só que eu tenho amor pra dividir para essas duas cidades... (Também não suporto quando achincalham N.I.!)
Fiquei tocada por você dizer que adorou o post!
Minha amiga, coloquei meu coração para falar da cidade.
Aliás, o coração tem comandado minha vida ultimamente...

Beijos, minha amiga, te curto de montão!!!!

Mary :)

vidarealdasam disse...

Olááá Minha Musa da Escrita !!!

Bravo !! belíssimo e contagiante o seu texto !!
A cada linha, eu mais e mais me encantava com minhas próprias lembranças dos momentos maravilhosos que vivi nesta linda cidade !
O Rio é sempre incrível !! Os seres humanos é que tentam abafar esta beleza com suas almas sombrias e gestos impensados...
Mas assim como nós, ele passa pelos desafios, soberano e poderoso, quando baixam as poeiras da Vida, lá está ele intacto, majestoso e de braços abertos para todos nós !!
Adorei !!! ( como sempre !!)

Um mega beijoooooooo da sua fã

Mary Miranda disse...

Querida, Menina Sorriso!

Sam, é incrivel, mas há mais pessoas não-cariocas amando mais a cidade do que certos 'cidadãos' que nasceram nela!
Fico triste porque, ao invés de colocar o Rio pra cima, ficam relembrando maldade, violência...
Caraca! Se os nativos pensam desse modo, como os outros vão pensar de outra forma?
Bandas que amo (Scorpions, por exemplo), evitam de vir aqui por causa dessa sacanagem que fazem com o Rio, pô!
Vendem tudo o que é ruim da cidade: essas 'vagabundas' em cartão-postal, Carnaval acultural (porque o desfile não passa de prostituição disfarçada!), noticiários de crime...
Ninguém fala dos projetos fantásticos culturais que estão rolando por aqui!
Menina, fui no CCBB há pouco tempo, e vi a história da moeda, desde a época do escambo, até os dias atuais, coisa mais fantástica, contagiante! O histórico das grandes invenções no Museu de Belas Artes, também... Vê se falaram sobre isso na mídia?
E o projeto dos SESC's de recitação de poemas que ainda está no papel, mas logo vai ser veiculado para apreciação de todos?
O Rio de Janeiro é LINDO!!!!
Eu amo essa cidade!
Adorei saber que você já esteve por aqui, apreciando a natureza e tendo momentos inesquecíveis!
Também sou sua fã, querida amiga!
Você era pra ser carioca, sempre sorrindo, simpática com todos nós!


Um beijo pra você, Sam!
Mary :)

Arte e Café disse...

Olá Mary
É isto mesmo !
Se não for nós Brasileiros a reconhecer a beleza e o encanto de nossas maravilhosas cidades.
O Rio de Janeiro é uma cidade espetacular e merece nossa admiração e respeito, os cariocas são ótimas pessoas.
E o seu artigo está perfeito.
Saúde ao Rio de Janeiro e seu povo maravilhoso.
Parabéns pelo Post
Beijos
Alba

Mary Miranda disse...

Alba,

As pessoas têm que aprender que o Rio é patrimônio nacional!
Eu amo a cidade e não gosto desse escolacho que fazem com a cultura local, tratando os cidadãos de bem como marginais, como se aqui fosse escola de bandido!
A cidade é linda e é assim que a vejo, sempre, maravilhosa!
Obrigada pelo comentário, amiga!

Beijos,
Mary :)