PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

sábado, 23 de abril de 2011

Marcella Detroit

(Texto especialmente escrito para o blog Os Esquecidos, do Bruno Machado)

Nunca seremos verdadeiramente justos, quando quisermos falar de talento!
Talvez cheguemos perto de uma sede de novidade, e embora inquestionavelmente delirante, é no passado, mais recente ou ancestral, que alcançamos o objetivo, pegando aquele cheiro de frescor para a saciedade...
Quantos de nós traz em seu MP3, ou qualquer arquivo musical, a sonoridade de Marcella Detroit?
Para quem não ligou o nome à pessoa, ela fez parte da banda Shakespears Sisters em algum lugar por aí, e fez uma marcante tournée com Eric Clapton, bem lá para trás...
E Marcella continua na indagação típica do 'Ahn?' de qualquer pessoa que desconheça o assunto em pauta...
Mas te peço que não saia às pressas num menoscabo à figura da artista, já arremetendo-a ao descaso, lançando o nome e a arte no limbo musical!
Esplendorosa Marcella, voz vibrante, potente, na indubitável escolha que fizera: nasceu para estar na música; merece que a conheçamos melhor...
Cantora, guitarrista, compositora, sua presença de palco é fulgurante, um jogo com a voz, trejeitos e um flerte com seu instrumento de som...
A grandiosa artista já gravou com Elton John, e quem sabe, agora a lembrança não transponha o 'limite-Alzheimer' que desenvolvemos às vezes, e compareça nessa festa?
Sua música com ele é Ain't nothing like the real thing, que fez um moderado sucesso...
Por motivos só explicáveis pela categoria "imprevisto", a americana Detroit tem mais aceitação em UK (United Kingdom - mais conhecido por Reino Unido), chegando, algumas vezes, ao top 20 dos hits parade.
Seu tom vocal lembra bastante - pelo vigor e personalidade - ao das grandes divas do jazz ou blues, uma Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan ou Billie Holliday, embora seu estilo não seja esse, mais voltado para o pop ou o rock 'calmo'.
Quando Marcella traz sua guitarra em punho, já sabemos que aí vem 'bomba' : a explosão é vital e fica irreconhecivelmente a 'dona do palco' (ela que é bem tímida fora dele...)!
Casada com o também músico Lance Aston (banda Prima Donna), tem um filho, e continua na ativa, fazendo shows e mandando ver muitíssimo bem, por onde quer que um palco tenha o regozijo de tê-la glorificando-o!
Se após essas algumas divagações objetivas sobre a cantora que nascera Levy (Detroit é artístico), você ainda não tenha a mínima ideia de quem ela seja, mostro em vídeo, com todos os cumprimentos de quem é uma serva e rendida a sua música, a lindíssima I believe, melodia
da década de 90 que ultrapassa qualquer adjetivo louvável!
Dizer que é bonita, bem arranjada, bem cantada, é diminuir essa canção mais 'alma e coração' que alguém poderia produzir!
A cantora não canta: esbanja!
Nem se importa em jogar tudo ali, emoções, sonhos, amores...
Cada acorde e batida, acompanha o respirar cadenciado da garganta traduzida em luz!...
Ela nem pede licença: invade os ouvidos, arrebata a alma.
Não tenha medo de ser abocanhado pela sonoridade!
Seja livre para se emocionar!
Minha salva de palmas, de pé, a uma artista impecável, consciente e segura, estrada de dom divinal, a arte que só melhora com o tempo...


I BELIEVE - Marcela Detroit


(Composição: Marcella Detroit)

Now everybody has a right to be living their lives
Ooh, cause we're a long long way
A long way from paradise
If there is freedom, tell me why everybody wants to fight
Ooh, cause we're a long long way
A long way from paradise
You might be strong enough
You might be rich enough
You might be blind enough
To push it all aside

Don't matter what you do

Keeps going back to me and you

[chorus] Give a little bit of love, and you'll get it back
Give a little bit of pain, put a little trust
Every little thing that you say or do
Give a little bit of love, it'll come back to you


Got your reasons, are you sure they're reasons to be right ?

Ooh, cause we're a long long way A long way from paradise
Don't let your anger or your fear becom
e suicide
Ooh, cause we're a long long way

A long way from paradise

We must be strong enough
We must be paid enough
We played along enough

Now it's time to say goodbye

We've got some rules to burn

So many lessons to be learned

[Repeat chorus x2]
I believe in peace and harmony
You got to believe in love

Before you can be free
So take a hand, everybody make a friend

I want you to believe in love

Oh I believe... {Repeat chorus]

5 comentários:

Jackie Freitas disse...

Oi Alteza querida!
Eu, como já te disse, sou super eclética e fico fuçando talentos e boas vozes! Já conhecia alguns hits da Marcella, mas não liguei o nome à voz... Engraçado como algumas pessoas cantam lindamente e marcam pela voz e o nome passa a ser secundário!
Sem dúvida alguma, uma excelente dica que você nos dá e um justo tributo a esse grande talento!
Adorei, minha linda!
Desculpe-me pelo atraso e correria...
Grande beijo,
Jackie

Samanta disse...

Olá querida Musa da Escrita !!!

Pelas informações que passou no seu texto, já sabia que vinha coisa boa por aí !! Pelo nome, não me liguei, mas ao ouvir a música, me recordo, que pelo menos esta eu conheço, mas não sei se conheço outras...
Que voz !!! Fiquei encantada !!
Muito boa mesmo !!
Obrigada querida por nos trazer sempre estas escolhas musicais de tirar o fôlego, ui estou aqui acabando de ouvir e arrepiada, é mesmo linda esta música !
Um super beijããoooooooo

Mary Miranda disse...

Oi, doce Fênix do Bem!

É bom sermos ecléticos (eu me considero uma eclética meio esquisita; há gêneros musicais que não engulo... rsrsrs)!
Marcella Detroit me marcou profundamente pela belíssima 'I believe', uma das músicas que mais amo escutar!
Eu sou assim: quando uma música me marca, saio à cata sobre o artista para ver se ele é bom mesmo...
Você acertou em cheio sobre a arte ser maior que o artista.
É verdade!
O que ele produz tem que ser sempre mais marcante que ele próprio; nomes são apenas detalhes...

Obrigada pelo comentário, minha amiga!
Atraso que nada!!!!

Beijos pra você!
Mary:)

Mary Miranda disse...

Oi, Menina Sorriso, minha querida amiga!

Sam, amiga minha, te confesso que é um verdadeiro trabalho de paciência e determinação encontrar coisas ligadas à fabulosa Marcella Detroit!
Ela é um dos maiores exemplos de que grandes talentos nem sempre são reconhecidos à altura...
Talvez ela não quisesse 'ceder' à máquina, por isso pagou o preço do quase anonimato; quem sabe?
Uma pena mesmo ter-lhe acontecido isso!...
Sou uma apaixonada por 'I believe'!
Por essa canção, corri atrás da voz que o som trazia, e descobri Marcella!
É realmente uma música encantadora, envolvente, que todo mundo que a ouve à primeira vez, se pergunta: 'Por que não a conhecia antes?'
Outras canções de Marcella, fica mais difícil ainda de conseguir ouvi-las, mas tente descobri-las; você vai gostar!

Beijos, amiga!
Sua presença é sempre indispensável!

Mary:)

Márcia disse...

Olha, eu estava procurando informações sobre a cantora e esbarrei no teu blog. Adorei o texto! Bom, sou apaixonada por I Believe, fui arrebatada pela voz, pela interpretação. Sou movida por música e coisa boa a gente saca nos segundo iniciais, né?
Que bom que existem músicas assim, artistas assim... Um bem à humanidade!!