PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Eu amo alguém...

Recados para Orkut


Fui pega pela inspiração alheia, e sendo inspirada de tal modo, não pude me fazer de desentendida: trouxe para cá minhas considerações!
Li um texto que me envolveu enormemente, muito bem escrito, tocante, exuberante...
O artigo em questão é da minha amiga Cecília Sfalsin, uma poetisa sensível e inteligente que, através de seu post, colocou seus leitores numa doce enrascada através de uma pergunta em seu texto, algo que ela explicou em O que me faz amar alguém.
Quase que respondi que não tem fórmula, nem resposta mas, tomada pela emoção das fascinantes palavras - Ceci é craque em nos prender em suas letras soberanas! - resolvi responder a questão com um poema.
Não sei se ficou à altura de sua magnitude, querida Ceci, espero, porém, que eu tenha conseguido transmitir meus pensamentos. (O amor, esse pescador de sentimentos intrínsecos, por ele sempre nos cabe uma retomada mental e espiritual para tentar decifrá-lo!)
Começando pela pergunta - O que te faz amar alguém? - lanço meu título-resposta, agora sem delongas, tentando me situar nos aspectos que me levaram até aqui.



EU AMO ALGUÉM...


EU AMO ALGUÉM quando sou bem tratada; adoro educação e cortesia!;


EU AMO ALGUÉM
quando esse alguém é inteligente; adoro falar e ser entendida;


EU AMO ALGUÉM
quando há compartilhamento de um sorriso; adoro falar minhas bobagens e que se ria das minhas piadinhas bobas ou alegria latente!;


EU AMO ALGUÉM
no silêncio solidário; adoro quando alguém respeita o meu não-falar e se coloca no meu lugar, pacientemente, esperando que eu me pronuncie!;


EU AMO ALGUÉM
quando não pensa mal de mim, não o suficiente para me magoar; quando é bom o insuficiente para me entristecer, sim, mas sem esmagar o meu viver;


EU AMO ALGUÉM
quando o bom-dia que irradia, mais que um simples "dia", envolva a tarde e a noite, a paz que a sua solicitude me envia;


EU AMO ALGUÉM
quando deito e acordo lembrando os momentos que passamos ou que iremos passar juntos, corpos de sonho, que querem se pertencer;



EU AMO ALGUÉM quando não consigo esperar; amar é ter horas que correm perto, mas que demoram, quando longe;


EU AMO ALGUÉM no desespero por desconhecer futuro; o que nos espera, ele me ama também?;


EU AMO ALGUÉM quando regozijo por tê-lo e desfaleço por perdê-lo;


EU AMO ALGUÉM quando ele fala baixinho, usando palavras que os sinos dobram, em tom que até os Céus desconhecem, a palavra saltando de um idioma ainda a ser inventado;


EU AMO ALGUÉM quando me surpreende, me conta coisas que ninguém mais sabe, seu jeito de expor e de estar presente, incoerente, reticente, num modo impensável de ser diferente!;


EU AMO ALGUÉM quando me ganha com ações, a praticidade do que se tem, ao invés da vontade do que se quer...;


EU AMO ALGUÉM quando não preciso dizer: ele já sabe, vasculha na alma o que os olhos não refletem...;


EU AMO ALGUÉM
na persistência de busca; quem ama não se cansa, não esmorece, nem se envaidece...;


EU AMO ALGUÉM
quando é bom caráter; adoro gente que é GENTE, que respeita seu semelhante, que olha o próximo com olhos de amor;


EU AMO ALGUÉM
quando é inesquecível, me colhe em pensamentos, me cativando, qual a Raposa e o Príncipe;


EU AMO ALGUÉM quando me vejo presa e liberta, crio asas voando sob o céu do meu eu que ainda não existia!...


EU AMO ALGUÉM quando acontece aquele momento indizível entre um olhar e outro, e no segundo que lançamos, um mistério de sentimento que me perfura, toma, invade, destrói, constrói, uma química que ninguém explica...;


EU AMO ALGUÉM
, sim, EU AMO, quando me toco que nesse meu peito, bate um coração!
Um coração que poderia sofrer, mas preferiu navegar em alto-mar, à procura do barqueiro, para que ele resgate a
Lorelei que há em mim...


Para ser amor de verdade, tem que não fazer, calar-se, ocultar-se, sentir-se, saber-se incapaz, correr valendo no jogo, apostar e perder, ou não jogar e ganhar...



Quando num íntimo inexplorável, surgiu um sei-quê de não saber, é quando eu sei que não importa o que venha, aconteça, surja...



Nesse exato momento me rendo, sou aquela que ama a ignorância: se não tenho resposta é porque, inexoravel e inquestionavelmente, sem pressa, nem medo, admito e afirmo, me exponho...
EU SOU! E EU AMO ALGUÉM...


(Imagens:
http://www.recadosonline.com)

22 comentários:

Luísa L. disse...

É bom amar alguém! :)
Passei para te desejar um Feliz e Próspero Ano Novo!
Muita Paz e Amor para ti, Mary.
Abraço apertado e um grande beijinho.

requeri disse...

... e que venha 2012, mantendo-nos com a mesma sorte de sempre, a mesma alegria, a mesma boa vontade ... e amando como nunca.

beijo.

Cecilia sfalsin disse...

Eu amo alguém pelas atitudes sábias, lindas e cheias de sentimentos como esta, que correspondem ao meu tão sonhado coração, ai sim eu só sei amar, amar, e amar. Este é um verbo que poucos sabem conjugar, pela fortaleza que ele tem. Ninguém ama ninguém em um primeiro contato, há uma conquista, uma viagem pelos olhos, alma, coração, digo em todo e qualquer relacionamento. Amar requer conquista, respeito, privacidade, sentimentos, fidelidade.Sua poesia esta digna de aplausos a altura de um sentimento muito valioso e que poucos conseguem falar com tanto brilho . Quando criei o Fases de quem ama pensei nas borboletas de tão lindas e frágeis são ousadas em querer ser livre, dispostas a mudanças,com cores maravilhosas, e semelhantes ao amor, pois nunca vão para sempre, e são seus variados voos que nos ensinam o que é amar alguém. e destaco este pequeno trecho desta riqueza de palavras onde você diz " Para ser amor de verdade, tem que não fazer, calar-se, ocultar-se, sentir-se, saber-se incapaz, correr valendo no jogo, apostar e perder, ou não jogar e ganhar... ", é isto que faz valer a pena amar alguém . Eu amo trocar figurinhas com quem faz a mesma coleção que eu, a coleção do amor, da amizade, do carisma, e da sensibilidade de se dizer : Minha amada amiga, meu muito obrigado...

Esta tudo perfeitamente lindoooooooooooooooooo....

Beijos

Mary Miranda disse...

Luísa, minha querida!

O amor sempre é bem-vindo!!!!
Felicito a você o mesmo, amiga, que tudo corra bem nesse ano que está chegando e possamos manter a mesma amizade!
Obrigada pelas palavras!!!!

Beijos da Mary pra você!:)

Mary Miranda disse...

Boa tarde, Rê!

Estou nessa expectativa, amiga, para o ano que vem por aí!
Sempre imaginamos que as coisas vão ser melhores, então, chega mais 2012! rs
Com amor, tudo vale a pena!...

Beijos!
Aquele 2012 repleto de felicidades para você!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Ceci, suas palavras me inspiraram!!!!


O amor é uma soma de tantas coisas, uma união de fatos que, tomados uma vez por eles, não conseguimos escapar: ficamos "presos por vontade", como diria Camões.
O que você disse é uma verdade intransponível, de o amor sempre passa por vários canais; ele deve nos conquistar.
Esse "conquistar" encerra várias situações, não é mesmo?
Aquele desbravamento interno que apenas os que amam conseguem captar, um meio-termo, um olhar, uma folha que caiu do livro...
Às vezes amamos pelo simples fato do nosso objeto de amor existir!...

Satisfação imensa receber sua aprovação, que é sempre motivo para me sentir honrada!
BOM DEMAIS que tenha gostado, querida Ceci!
Que continumeos essa coleção, de amor, amizade, fraternidade, carinho, respeito, sensibilidade... Tudo o que nos fizer bem!
O que vale na vida são os sentimentos verdadeiros.
O resto... Bem, a resposta já está na afirmação: não passa de "resto"!

Beijos, amiga!
Se Deus permitir, em 2012 ainda trocaremos muitas figurinhas!
Mais uma vez OBRIGADA por ter proporcionado o artigo que me inspirou, pela amizade, inteligência, enfim, por TUDO!

Mary:)

Bia Hain disse...

Mary, lindo seu poema, explicando os motivos que a levam ao amor e terminando quase que afirmando que não há explicações suficientes, poruqe simplesmente ser e amar já é o suficiente. Muito amor em 2012!

Dú Pirollo disse...

Olá minha querida amiga Mary, boa noite!!!
Ficou lindo e perfeito minha amiga, adorei!!!
Amar alguém é praticar o mais sublime dos sentimentos, um sentimento perfeito e puro que tem vida própria.
Gostei e fico com essa frase "EU AMO ALGUÉM quando acontece aquele momento indizível entre um olhar e outro, e no segundo que lançamos, um mistério de sentimento que me perfura, toma, invade, destrói, constrói, uma química que ninguém explica...", assim mesmo, sem nenhuma explicação...
Valeu minha amiga, adorei seu poema!!!
Tenha uma linda e abençoada noite!!!
Abração e muita paz!!!
Feliz 2012 pra você, minha amiga!!!

Mary Miranda disse...

Bia, que grande é a sua presença!!!!

O amor é aquela confusão gostosa, que adoramos sentir!
Quando amamos, não há muito o que fazer, a não ser AMAR!
O verbo ser e o verbo amar acabam se confundindo porque um depende do outro para poder existir...

Forte abraço, minha amiga!

"O amor é a minha escolha", como diria Chris di Burgh.

MUito amor para todos nós nesse 2012 que, daqui a algumas horas, já estará entre nós!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Alô, bon ami, Du!

Ah, que ventura um comentário como o seu, prestes a um Ano Novo tão almejado!
Nós nunca temos explicação para o amor, mas sempre tentamos explicá-lo...
O amor é aquela loucura saudável, que só bem faz, pois sempre nos devolve a VIDA, seja que entendimento tenhamos dela...

Um abração sincero, devotando a você um maravilhoso 2012 cheio de muita saúde e paz!

Obrigada, Du, por tudo!

Mary:)

Valéria Braz disse...

Oi minha Flor... que texto intenso! Mas o amor é assim mesmo não é... intenso na sua simplicidade!
Tem uma frase que diz mais ou menos assim: "Não te amo somente pela pessoa que você é, mas te amo pela pessoa que aprendo ser quando estou com você!
Te confesso que são tantos detalhes simples e pequenos que me fazem despertar para o amor... um sorriso... uma palavra... um gesto.... mas permitir a entrada deste amor só mesmo o tempo e a convivência, e olhando pra trás cada amor que tive teve seu pedacinho inusitado... aquele que difere um amor do outro... aquele que nos faz a pessoa que aprende quando estamos com ele!
Mas acredito que o principal despertar do amor na convivência é quando ambos se permitem o amor a si mesmos como forma de descobrir o amor no outro!
Adorei cada frase do seu texto... elas se encaixam e mostram que a magia de amar está em se conhecer a ponto de reconhecer no outro o amor....
Beijo no coração

Mary Miranda disse...

Flor Val, boa tarde!

O amor sempre soma, nunca subtrai...
Refletindo com os seus pensamentos, amiga, sinto o mesmo, que quando lembramos amores passados, nem um deles foi "inútil", nos trouxeram algo que perpetuou, nos ensinou.
Amar é tão assombroso- no bom sentido, é claro!- que quando nos damos conta, ele se instalou, e se reconhecemos o amor no alvo desse sentimento, alguma coisa de inevitável ocorre: ficamos "presos"!
A frase que lembrou em seu comment é mesmo certa porque, quando amamos alguém, sempre crescemos, nos tornamos diferentes, até mesmo pelo fato tão aparentemente bobo, de pensarmos mais no outro que em nós mesmos!...

É por isso que adoro conversar com você, Florzinha querida!
Que sapiência em suas reflexões!!!!

Beijos em número de 366 ( o ano é bissexto, é um por dia! rs)e que possamos prosseguir com nossos altos papos saudáveis!
E, claro, que o amor esteja conosco, nós, pessoas de bem, guerreiras na luta chamada VIDA!

Mary:)

Valdeir Almeida disse...

Mary,

Obviamente, li o poema (alguns versos, mais de uma vez; não por eu não ter entendido, mas por querer repetir a sensação que eles me provocaram). Mas, desta vez, ficarei calado. Quero apenas ficar aqui, sentindo suas palavras. Esses versos são para isso: calar que os sente!

Beijos.

Jackie Freitas disse...

Olá minha amada, amiga e Alteza!
Que lindo ler o seu amor! Que lindo saber que existem muitas razões para amar! Se as pessoas percebessem que existem mais razões para amar do que para odiar, quem sabe o mundo seria repleto de pessoas apaixonadas e preocupadas no trato deste imenso jardim que nos cerca, não é?
Você, além de ser uma escritora fabulosa, querida, também é intensa, sensível, contagiante e que nos chama para uma vida bela! Doce e anjo, aproveito o amor que paira aqui agora para desejar-lhe um Ano Novo encantador (como você), desafiador (porque sei que você é valente e corajosa o bastante para encarar desafios...rsrs)e que nesta sua caminhada você encontre as mais diversas realizações! Durante este processo, tenho certeza que saberá compartilhar toda a sua riqueza com os que estiverem em sua volta! Espero ser uma delas! Quero, amada, também, agradecê-la por este ano que passou e por todo o aprendizado e amizade que você me proporcionou! Foi uma verdadeira bênção tê-la conhecido, amiga!
Muito obrigada!
Grande beijo, cheio de carinho,
Jackie... sua amiga e fã!

Larissa Bohnenberger disse...

Maryyyy!!!!!!! Saudade que eu tava! Parece que faz um século desta minha ausência...

Lindas todas as suas declarações de amor. Todos nós temos nossos motivos para amar alguém, e às vezes, amamos sem ter motivo nenhum!

Um super beijo, e Feliz 2012!!!

Mary Miranda disse...

Valdeir, tudo bom, meu amigo?

Dessa vez eu "catei" a inspiração alheia, pois o artigo da Cecília foi que me inspirou o poema, portanto, qualquer coisa, reclamar com ela! rsrsrs
Agora, sem brincadeira alguma, o texto da Cecília me pegou de jeito porque fiquei analisando o que me fazia amar alguém.
Seria o toque das mãos, a maneira dele ser divertido, a vontade de ser mais útil, o que seria?
Então parti para os detalhes, aquela coisa que ninguém "vê", mas sente, como um olhar a mais que se dá, uma conversa que prende ou uma palavra que cala...
Meu querido, nós que adoramos as palavras, às vezes ficamos sem elas, não?
E assim estou por não saber bem como te agradecer o generoso comentário, e dizer um OBRIGADA diferente do usual! (Como dizer OBRIGADA de outra maneira senão assim?)

Beijos da Mary para você, com votos de muita saúde, paz e venturas mil nesse 2012 que nasce a cada dia!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Doce Fênix do Bem!

2012 não poderia ter começado melhor para mim só por ver-te aqui no meu espaço, tão exuberante e terna!
No dia que eu parar de louvar o amor, não estarei sendo eu...
Porque o amor é mais amplo do que se resignam as palavras; sempre há o que dizer no pós-dito sobre esse sentimento!
Há mais motivos para se amar - é mesmo, meu anjo!- mas muita gente opta pelo ódio, revolta!...
Desafio é uma palavra que adoro (você até sabe, né? rs)e só sou encantadora ( a Alteza Imodesta em ação! rs) porque pessoas como você abrilhantam a minha existência!


Beijos, querida!
Que Deus permita muitas conversas sadias entre nós e que possamos aprender mais e mais uma com a outra!
Você é uma dessas pessoas que me fazem sentir segura, me transmitindo tanta sabedoria com suas magníficas reflexões!

UM ano pleno de realizações para você, minha amiga!
Eu quem agradeço por TUDO e SEMPRE!!!!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Boa noite, Lari!

Poxa, eu também, minha amiga, estava com saudade!
Dá um sensação de século, quando ficamos longe da net, né? É porque passa tudo tão rápido...
Seu comentário foi pra lá de relevante, do qual, concordo.
Motivo temos muitos para amar, mas às vezes amamos, sem motivo...
Só sei que adoro ser ignorante quando estou amando, isto é, desconhecer com exatidão os pormenores que me levaram a amar: amo e já basta! rs

Beijos, linda!

Meu OBRIGADA pela excelente participação!!!!

Mary:)

Solange Nunes disse...

Gostei muito da postagem!
Feliz 2012.
Beijo no coração.

Sissym disse...

Mary, querida, falando de amor eu venho lhe desejar o melhor para este ano que se inicia. Felicidades em 2012!

E sobre seu tema, o amor é isso, sentir-se bem, livre, o prazer de lembrar, de falar, de ver, de compartilhar e encontrar. Sendo o amor tão grandioso, capaz de ser na medida certa para cada pessoa que conhecemos.

Beijos

Mary Miranda disse...

Solange, boa noite!

Bom que tenha gostado!!!!

Feliz 2102 pra você!!!!

Beijos,
Mary:)

Mary Miranda disse...

Sissy,

Um FEliz Ano Novo, esse que se inicia e nos traz novas esperanças!
Amar é não saber explicar, ter uma certa vontade de desmantelo, sentir a brisa no rosto e saber-se amando...
São detalhes, mas que fazem a diferença, quando sentimos o amor de verdade!...

Beijos e obrigada pela presença!!!!

Mary:)