PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

terça-feira, 8 de maio de 2012

10 situações que levam um blogueiro a abandonar seu blog


Aparentemente fácil e informal, a arte de blogar requer certos cuidados, dedicações impensáveis para o restante "normal" da humanidade, isto é, que não seja blogueiro!...
Nada é igual ao começo; blogar também segue a mesma linha...
Se no início temos algumas motivações para criar um blog, qual será a chama que arderá mais para frente, quando o tempo passa, transformando ideias em apenas esparsas lembranças?
Esse artigo escrevi no intuito de jogar uma reflexão para quem já está nessa estrada ver, se manter um blog, tem a mesma luz que o enveredou nesses passos ou resolveu, simplesmente, tomar um outro "atalho" na blogosfera, com o brilho que se instala em outras "praias"...



10 SITUAÇÕES QUE LEVAM UM BLOGUEIRO A ABANDONAR SEU BLOG


1. Novos interesses

No início, um blog conta com um autor efusivo e dedicado, amoroso, respeitoso com seu canto virtual qual um filho. Mas a internet é vasta! As novidades surgem a cada minuto, e sites atrativos igualmente surgem, levando o blogueiro a ter menos dedicação ao seu blog que, antes, era seu foco principal.

2. Falta de tempo


Só cada um pode dizer com exatidão a disponibilidade de tempo que possui. Se um blogueiro não se organizar, algo em sua vida ficará "pra trás", ou seja, um dia tem somente 24 horas... Empregos ou projetos novos, nascimento de filhos, mudança de país ou estado são os principais ocasionadores para tomar o tempo anteriormente separado para o blog.



3. Decepção


"Diga qual teu principal objetivo quando começou um blog, que eu direi que tipo de decepção tu agora tens!". Não adianta: TODO BLOGUEIRO já se decepcionou com a blogosfera, de um jeito ou de outro... Para continuar editando um blog, vai depender apenas do grau da decepção, se foi para menos ou se foi para mais...



4. Escassez de leitores

Um dos principais motivos para se abandonar um blog! Qual blogueiro quer escrever para o vento? Por mais que amemos a força eólica da natureza, é para seres pensantes que nos largamos na frente do PC para produzir textos... Poucos leitores, costumam desanimar os editores para a continuidade do trabalho...



5. Problemas tecnológicos


Quem está às voltas com problemas tecnológicos e sucessivos com seu blog, tende a perder a vontade inicial para escrever. Se antes compunha três posts por semana, passa a ater-se a dois, para logo transformar sua assiduidade em 1... Se os problemas prosseguem, 1 vez por mês passa a ser seu objetivo, o que já nos traz a ideia de "abandono"!...



6. Esgotamento de assunto


Quando um blog tem temas diversos, os assuntos costumam surgir com muito mais facilidade. No entanto, em muitos casos, há blogs que se esmeram em tema único, o que leva a um esgotamento mais rapidamente. Para sobreviver a falta de ideias novas, o blogueiro terá que ter bastante criatividade!



7. Problemas pessoais

Esse item eu enquadro nos "imprevistos" também! Problemas de saúde, com parentes, brigas, acontecimentos que surgem repentinamente, etc. ocasionam um mal-estar no blogueiro que o leva a pôr o blog em segundo plano, senão em posições ainda mais longínquas!...


8. Ameaças de mal-intencionados

Blogs que recebem ameaças de terceiros, levam o blogueiro a perder bastante o gás para a atualização e até mesmo ao abandono. Geralmente são blogs que trazem informações jornalísticas, daquelas que "cutucam" políticos ou autoridades afins.



9. Sentimento de "obrigação"

Blogar tem que ser apaixonante, não importa qual seja a temática. Se com o tempo surge um sentimento de "Tenho que atualizar meu blog porque chegou o dia" no blogueiro, mais da metade do ânimo se perde. Naturalmente que uma data deve ser escolhida conforme a disponibilidade do editor, só que em sua mente deve vir primeiro o desejo, depois a obrigatoriedade.


10. Desejo de ter vida mais social que virtual


Um motivo em potencial esse! Um blogueiro que não organiza seu tempo, terá necessidade de ver o sol (ou a chuva) lá fora, que ficou perdido porque todo seu corpo e alma estão diante de um PC! Blogs são excelentes, mas aquela cervejinha com os amigos, churrasco, feijoada, passeios fora de sua área de atuação, mobilizam o cérebro criativo a largar um pouco essa "vida virtual". Sem a organização necessária, a vida "lá fora" chamará mais a atenção, levando seu blog a ficar esquecido, num canto qualquer da extensa blogosfera...





Espero que essas informações tenham alguma utilidade a você, que é blogueiro! De vez em quando é bom repensarmos algumas motivações nossas dentro desse espaço.Se ainda valer a pena, não havendo NENHUM dos aspectos mencionados no post que atrapalhem o livre fluir do editor, é esplendorosamente fantástico ter um blog!!!!

20 comentários:

Luminárias Artesanais disse...

Ola Achei interessante seu blog, muito bacana.
Dizem que a união faz a força, por isso estou te sugerindo nos unirmos,
Para divulgarmos nossos trabalhos...
Confecciono abajur, arandela, Lustres e pendentes, tudo artesanal
E estou divulgando meu trabalho.
Já add o seu blog no meu e também estou te seguindo.
Quando puder passa La no meu e deixa recado com seu link e add

O link do Meu Blog é: http://www.luminariaartesanal.blogspot.com.br/

Meu Site: http://www.luminariaartesanal.com.br

Meu 2º link do Site: http://www.luminariasartesanais.com.br

Contando com nossa parceria desde ja agradeço
Luminárias Artesanais

Luísa L. disse...

Olá Mary, boa tarde!

Penso que as circunstâncias que levam ao “abandono” dos blogs são inúmeras, no entanto, elas cabem todas nos 10 blocos de desencantos que tu escolheste.

Ao longo destes quatro anos que blogo eu já estive afastada dos meus blogs tantas vezes, que deixei de as contar. Isto pelas mais variadas razões, que cabem todas lá nos teus 10 itens. Mas o que, até ao momento, me tem deixado mais tempo de fora da blogosfera, é a saturação da estupidez, mesquinhice e falta de respeito humanas. E acredita, não me refiro a nenhum acontecimento directo, pessoal, trata-se apenas do que vejo e sinto. Depois, como qualquer ser humano que nada aprende com as experiências, com aquele bichinho da escrevinhação a moer-me o cérebro, volto, continuo a escrever e a actualizar…

De notar que os meus blogs não são fontes de rendimento, logo posso deixá-los e retomá-los, apagá-los e criar outros com outros temas, sempre que me dá na “telha”. Pior estão aqueles blogueiros que tiram daí o seu sustento e têm de passar por cima de todos os teus itens… desses é que eu tenho pena! Rsrsrsr

Beijos!

Samanta Sammy disse...

Olááá amiga Musa da Escrita, chegueiii !

Adorei a postagem, creio que estes são os motivos que mais levam à desistência na blogosfera...
O que vejo muito por aí também é uma ânsia pelo sucesso , isso gera expectativas surreais e os iniciantes acabam desistindo quando vêem que blogar dá trabalho e que não irão ganhar seus trocados da noite para o dia...
Ano passado eu conseguia blogar muito mais, e me organizei para postar semanalmente, mas como o fluxo de trabalho aumentou, tive que optar por postar quinzenalmente, pois não coloco nada no ar sem ter retribuído e visitado todos os que estiveram em meu espaço e isso dá um trabalhão e toma tempo, mas felizmente não cheguei a pensar em desistir, espero que mais pra frente eu consiga retornar ao ritmo de antes :)
Já tive muitas decepções, ataques pessoais, ameaças, etc e isso realmente desanima muito, dá vontade de fechar o espaço e sumir da blogosfera... confesso que quando acontece isso, fico bem desanimada... por isso procuro ajudar e motivar aqueles que vejo que estão passando por isso, é preciso ser forte para continuar nossa caminhada blogosférica, não é mesmo :)
Nas minhas andanças virtuais vejo muitos desabafos e postagens sobre a escassez de leitores e de comentários, muitos blogueiros desistem, pois como sabiamente disse, ninguém quer escrever para o vento... no começo eu me questionei bastante, pois acreditava que se não tinha retorno, era porque estava escrevendo mal demais... mas depois felizmente vi, que com o tempo e trabalho, isso se ajeita :)
Esgotamente de assunto é algo realmente difícil de se lidar, escrevo sobre o que me der na telha e mesmo assim tem momentos em que me repito ou então que fico sem inspiração, imagino aqueles que tem blogs temáticos e que postam constantemente !! Parabéns para eles, porque deve ser difícil a beça mesmo !!
Problemas sociais afetam tudo em nossa vida, e o pobrezinho do blog é que acaba mesmo sendo o primeiro a ficar para escanteio... complicado blogar quando se passa por dificuldades, o bom é que alguns usam o espaço como uma maneira de superar isso, mas nem sempre é assim, nossa primeira reação é nem lembrar que blog existe em certas situações...
Obrigação então, é broxante, a não ser que o blogueiro encare o espaço como ganha pão ou um negócio e tenha disciplina para postar, TER que postar é desanimador... por isso eu optei por postar quando realmente quero, senão parece até um segundo emprego e isso afeta muito a qualidade... a meu ver, tirando blogs profissionais, isso é nossa diversão :)
De uns tempos para cá, como disse, com o trabalho mais puxado, quando tenho tempo livre, acabo me dedicando mais ao mundo lá fora e isso atrapalha um pouco no blog também...
Blogar é uma atividade maravilhosa, mas que exige amor, dedicação e disciplina, e também auto motivação para não se deixar desanimar pelos percalços da caminhada, pois se é algo que gostamos e nos faz bem, merece um esforço extra para continuarmos mesmo diante de alguns problemas :)
Gostei muito dos tópicos que nos trouxe, com certeza nos trazem uma reflexão tranquilizante de que todos nós neste meio passamos por momentos difíceis, mas que vale a pena seguir em frente ou então repensar se isso ainda nos apaixona como no início ;)

Um beijãoooo e boa semana !

(depois passo lá pro dihitt)

Almir Ferreira disse...

Olá Mary,

Acredito que você tenha sido certeira a escolha dos 10 principais motivos que levam alguém a abandonar o blog. Eu mesmo já passei por algumas dessas situações, mas todas elas perfeitamente administráveis.

Por exemplo, a temática do meu blog exige que eu pesquisa bastante os assuntos para não me limitar a chutes e palpites, e isso exisge muito tempo. Também a obrigação de atualizar sempre é um problema, mas eu consigo equilibrar tudo isso. E estou indo para 2 anos na blogosfera, e tenho pique para ficar muito mais.

Grande abraço,
Almir Ferreira
Rama na Vimana

Mateus Matias disse...

Concordo com todas as colocações, no meu caso o desejo de ter uma vida mais social me tirou do Blog onde eu passava as vezes até 8 horas dia postando e analisando audiência. Esquecia da vida, familiares amigos reais. Em fim estou liberto.

Valéria Braz disse...

Oi minha querida... anda desaparecida heim?! Saudade de você viu?
Acho que você resumiu explendidamente boa parte dos motivos de se abandonar um blog!
Eu me enquadro em dois ítens, falta de tempo e problemas pessoais... mas te confesso que continuo adorando blogar apesar deles...heheh
Beijo no coração

Frank Castle disse...

Olá Mary!
você colocou tudo! Nada a acrescentar, já ví muitas pessoas desistirem, porque vários amigos me pedem orientações sobre isso, e vc colocou todas as razões pelo que vi, e creio que as duas maiores sejam a falta de orientação técnica ou problemas tecnológicos e a escassez de leitores , mas essas duas razões são meio ocultas no contexto geral...Porque na realidade uma leva a outra, e a ultima acaba sendo a razão crucial, pois se ele tem visitas sempre acaba tendo um tempinho pra ele,ou acaba monetarizando ou mesmo passando pra outro...Um blog bem visitado quase sempre é uma solução não um problema, creio eu...
abração!

Mary Miranda disse...

Oi, Luminárias!

Vou fazer uma visita ao seu blog; quem sabe não podemos fazer parcerias?
Obrigada pela visita!!!!


Um abraço,
Mary:)

Mary Miranda disse...

Lu, minha amiga!

A estupidez humana... Nossa! Como é difícil conviver com isso!
Eu mesma já pensei em parar de escrever em blogs muito por causa disso; não sei tolerar hipocrisia... (No subentendido, enquadrei no critério "decepção"! rs)
É por isso que nunca fiz questão de tirar sustento em blog porque, antes de qualquer coisa, ADORO me divertir escrevendo, e se tivesse que engolir certos sapos, já teria mandado às favas a arte de blogagem há muito tempo!
Um pouco mais, um pouco menos, ainda estou remando nesse barco, direcionando para algum lugar nos meus quase 4 anos (só não me eprgunte pra onde estou indo porque não sei! kkkkkkkkkk)

Beijos da Mary, meu doce!!!! :)

Mary Miranda disse...

Menina Sorriso, que chegou ao meu paraíso! (Como da última vez, apenas para rimar! rs)

Amiga, você esmiuçou cada item no que acrescentou até, me deixando toda risonha: obejtivo alcancado o meu, o da reflexão sobre a arte de blogar!
Três dos meus maiores motivos da dimunição de blogar é a decepção (primeiríssimo lugar: imaginava que conheceria pessoas melhores na blogosfera, diferentemente que na vida real, e acaba sendo a vicissitude do meu cotidiano quase que idêntico!); novos interesses, novos horizontes, a internet é grande demais, dá pra eu aprender e perscrutar outros caminhos, e desejo de vida social mais ativa porque, todos os meus amigos que me ligavam INVARIAVELMENTE eue stava blogando (comecei a pensar: "Peraí! Eles ligam na hora errada ou quem estou blogando demais?" Adivinha a resposta que o meu próprio íntimo me concedeu? rsrs).
TODA VEZ que escrevo, o faço por AMOR! Nenhuma vez fui levada pela "obrigação"; a arte de blogar sempre me foi um prazer já que traduz, por outras linhas, a própria arte de escrever de um modo geral, algo que me apraz desde que aprendi as primerias letras...

Linda, muito bom comment o seu, no que agradeço pela amplitude com a qual utilizou-se para a sóbria exposição! (Acrescentou muito, como até já falei no início!)

Beijos da Mary, e tudo de bom sempre pra você! :)

Mary Miranda disse...

Almir, boa tarde!

Como você sobriamente falou, conseguindo contornar os problemas, dá para desenvolvermos bons trabalhos na blogosfera!
Adorei o que falou,no tocante a escrever após muitas pesquisas, para evitar chutes...
Apesar do meu blog ser de temas variados, eu mesma váááááááárias vezes perdi horas e horas ( senão dias) para desenvolver um tema que me predispus a enfocar. Há assuntos que você não pode dizer simplesmente "Eu acho", exigem a idoneidade do que se escreve!...

Amigo, que você possa continuar por muuuuuuuuuitos anos na blogosfera, e amntenha a mesma chama inicial!


Forte abraço,
Mary:)

Mary Miranda disse...

Flor Val, querida amiga!

Eu sumo, mas nem tanto... (É um sumiço meio sem-vergonha porque apareço todo dia no diHITT, com menos frequência, mas tenho que "bater o cartão" por lá porque eu mesma não me reconheceria sem aquele site! rsrs)
Falta de tempo e problemas pessoais são itens que muito ocorrem e se descuidarmos, rodamos no meio desses transtornos...
Ainda tenho quase que a mesma chama de lá de trás, há quase quatro anos, e espero arrumar novas motivações para possuir um blog! Adoro isso e quero estar sempre mantendo essa interação que esses cantinhos virtuais nos permitem!

Beijos, querida!!!!
Mary:)

Mary Miranda disse...

Mateus, tudo bem?

Pois é, um dos principais motivos: esquecer da vida real!
Eu ainda não cheguei a ficar na net durante tanto tempo apenas blogando, mas admito que meus amigos reais me ligando enquanto eu estava na net, já aconteceu muuuuuuuuito, e isso me incomodava bastante... (Pensei até que o erro fosse deles, que ligavam em horário impróprio, sendoq eu a culpa era minha,que não separava um tempo pra eles! rs)
Podendo conciliar tempo e outros transtornos, blogar é delicioso!!!!

Um abraço da Mary:)

Mary Miranda disse...

FRank, meu amigo!

Bem verdade o que falou, sobre que um item acaba puxando outro...
Mas naturalmente que um blog bem lido e visitado, faz com que muitos dos outros problemas cibernéticos fiquem menores, até mesmo os tecnológicos! (Trocinho chato é aquele tal de HTML, não? rs)
O principla objetivo de um blogueiro é ser lido e se ele consegue seu intento, vira, de fato, uma solução, ainda que o tempo às vezes nos "embace"...

Um abração da Mary pra você! :)

Bia Hain disse...

Oi, Mary, adoro estar aqui!!! Muito boas suas considerações sobre o assunto. Blogar, para mim, é apaixonante mesmo, é claro que há dias em que não há muita inspiração, em outros chovem ideias. Acho que temos que respeitar nosso ritmo para não escrever nada por obrigação, como bem colocou aqui. O tempo é algo a ser considerado, com o aumento de visitas e de tarefas diárias com o final das férias, passei a dividir os dias entre postagens e visitas ao blog dos amigos...até porque, como bem disse, precisamos ver a vida que existe lá fora, não é? Quanto às visitas, elas acontecem naturalmente, quando de escreve com verdade e se cuida das amizades criadas na blogosfera. Adorei seu post, um abraço!

Mary Miranda disse...

Bia, minha querida amiga!

Isso mesmo: paixão como mola propulsora para se manter um blog!
Não é fácil... Há dias que a inspiração fica meio devagar, e aí, não tem jeito: é relaxar para ver se vem algo! rs
Ainda sou uma blogueira apaixonada, a despeito dos meus 3 anos e meio, quase que a mesma chama está aqui ardendo no meu peito, me motivando a continuar...
O tempo, esse, vivo driblando-o, e acho que tem dado certo; vou botando o barco pra frente, do jeito que posso!!!! rsrsrs

Um abração daqueles, amiga!

Mary:)

Sérgio Santos disse...

É verdade, Mary. Essas são as muitas razões para se desistir de um blog e confesso que já pensei nisso várias vezes. Mas hoje em dia não consigo mais. Me viciei. Beijão!

Mary Miranda disse...

Olá, Sérgio!

Acho que em algum momento em sua trajetória cibernética, todo blogueiro já pensou em desistir, por um motivo ou outro.
Só que geralmente não levamos até o fim essa ideia porque, como você falou é um vício, gostoso mas é, a arte de blogar! (Vício que ninguém quer largar, né? rs)

Um abração, meu amigo!!!!

Mary:)

Adriana Helena disse...

MARY, minha priminha querida..
Desculpe se demorei a vir comentar em um assunto tão palpitante... mas as vezes o tempo parece tão curto para o que queremos fazer!!!
Nossa, falar em blogs, nos últimos seis meses tornou-se algo "intergaláctico" para mim..rsrs
É verdade, eu nunca pensei que ter um Blog poderia dar tantas alegrias e também tanto trabalho extra...
É por algumas dessas razões, como você muito bem apontou, que há tantas desistências e abandonos... Muitos motivos existem, principalmente, a decepção do Blogueiro que começa com um projeto maravilhoso, sob a sua ótica, mas que não agrada a tantas pessoas: isso gera um afastamento súbito da blogosfera.
Mas ter um blog, como todo trabalho, exige dedicação, vínculo, responsabilidade, criatividade e conhecimento de um pouquinho de tudo... Se alguma coisa nesse meio quebra a criatividade ou impede a dedicação, com certeza o blog sofrerá as consequências!!!Problemas surgem todos os dias e se o blogueiro não contorná-los ou resolvê-los a contendo, vai sucumbir também!

Amei, adorei o artigo.. sabe, eu queria continuar comentando por oras, pois quando aqui venho tenho vontade de soltar a imaginação e ficar tricotando com você querida! É como um descanso para mim!!!

Agradeço muito, de coração, e desejo uma tarde linda amiga!!!
Beijinhos!!!!!!!

Mary Miranda disse...

Anjinha Adri, minha doce prima!

Todo mundo começa um blog meio que no "tapa", sem saber direito o que fazer, por que fazer e se quer fazer! hehe Depois vamos nos encontrando...
Tempo é algo que costuma ser inimigo (ou amigo) em muitas situações; dse descuidarmos, somos devorados por ele...
Ah, o trabalho!... Sem retorno financeiro, só mesmo muito amor à arte de blogar , que nos leva a manter um blog com assiduidade! Sem amor, não vejo por que continuar com um...
A qualidade de um blog não dá pra ser avaliada pelo próprio editor. Só o tempo e os comentaristas que vão chegando podem nos revelar se estamos no caminho certo!... Eu mesma, até hoje, a despeito dos meus quase quatro anos, ainda preciso - e muito!- do apoio de vocês, amigos, leitores, pessoas que visitam o Fatos de Fato para saber se os passos que dou são de valia para a blogosfera. Sem vocês, o Fatos já teria "fechado" há muito tempo...

Beijo enorme pra você, querida, que é um ser humano e blogueira do mais alto calão!!!!
Adorei sua vinda, que é valiosa feito outro!...

Mary:)