PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

sábado, 4 de maio de 2013

Terra, Planeta Água



Na minha opinião, todo professor que fosse falar de água em sua aula, deveria colocar no player, o som de Guilherme Arantes, Planeta Água.
Que aprendizagem sobre o curso do líquido, o cantor/compositor nos transmite com a magnitude da letra!
Lembro de tê-la ouvido muitas vezes há alguns anos mas, com a mudança - para pior - que nosso cancioneiro recebeu, é como se fosse um milagre, uma ideia  qual uma aparição fantasmagórica, conseguirmos ter os ouvidos captando os certeiros acordes da lindíssima música...
Pena, pena mesmo, que quando falemos desta obra-prima, pareça que estamos tendo ataque dispensável de "saudosismo" e que fosse "careta" enaltecer o nosso bem não-renovável  mais precioso. Falar de água, assemelha-se a piquetes nas ruas de "loucos" protetores da natureza, aqueles "naturebas" panacas que não têm mais o que fazer na vida.
Pena, pena mesmo, que ainda há pessoas que pensem assim...
Planeta Água é mais que uma música para mim: é uma ode a tudo que há de melhor no meu âmago. É um tipo de canção que eu gostaria de ter feito a letra...
Certa vez chorei literalmente, quando mergulhei naquela composição ímpar. Uma verdadeira aula de ser/estar, a humanização em nós, despertada quando esta nos foge!... O líquido que lava a alma e enxuga o pranto da amargura, num paradoxo de que tanto precisamos!
Uma particularidade da música que cabe uma referência é que, no Festival MPB-Shell 81 onde participou, ficou em segundo lugarPurpurina, cantada por  Lucinha Lins, composição de Jerônimo Jardim, conquistou a primeira colocação. Ninguém entendeu nada. O público e a crítica especializada esperava pela vitória da canção de Guilherme. Por mais bem feita fosse a entonada por Lucinha, Planeta Água tinha nascido plena. Força, raça, coração. Latejante, visceral. "Água que nasce na fonte". Água que corre na veia...
Sem extensão,  permito a letra na íntegra nesse espaço, junto com a igualmente bela melodia.
Podemos ter dado o nome de Terra, mas nosso Planeta é Água...




Planeta Água - GUILHERME ARANTES

(Guilherme Arantes)

Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...
Águas escuras dos rios
Que levam
A fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas
Ronco de trovão
E depois dormem tranqüilas
No leito dos lagos
No leito dos lagos...
Água dos igarapés
Onde Iara, a mãe d'água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão...
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris
Sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes, são lágrimas

Na inundação...
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...
Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...(2x)





 



(Imagem:

4 comentários:

Djair Souza disse...

E vindo do blog da Adriana Helena, onde o tema era àgua, < http://vivendoavidabemfeliz.blogspot.com.br/2013/05/ja-tomou-agua-hoje-e-ela-que-vai-te.html > chego aqui e me deparo com ela novamente em forma de músíca!
Brindemos! Com àgua!

http://www.youtube.com/watch?v=-ryDi9X5BbE&feature=player_embedded

Adriana Helena disse...

Mary, tudo bem? Quanto tempo munha prima linda! Sabia que temos pensamentos coincidentes também? rsrs Você já vai saber o porquê:

Antes de tudo, só você mesma, com sua escrita peculiar, com suas palavras mágicas de pura, encantadora e verdadeira literatura, para me fazer emocionar lendo o seu artigo!
sabe e dessa vez, quem me trouxe até aqui, foi o nosso amigo em comum Djair, que notou a coincidência nos assuntos publicados em nossos respectivos blogs: A ÁGUA.

É claro que no Fatos de Fato, está escrito de uma maneira poética, singular, inesquecível.
Lá no Vivendo Feliz, está apenas informando sobre os benefícios de tomar a água nossa de cada dia. Não está poético, não está mágico, não está bonito como aqui!

Ora, a música do Guilherme Arante é linda demais e eu também não entendo, até hoje, como não foi a campeã no Festival! Bota esquisito nisso...rsrs Eu me lembro, (apesar de naquela época ser ainda bem pequenininha...kkkk) do Guilherme Arantes no palco com sua vasta cabeleira e cara de menino dedilhando no piano e cantando lindamente!! Eu era menina, mas já sabia reconhecer uma música de qualidade, uma música majestosa com uma letra maravilhosa!! Ficou esquisito à beça aquele segundo lugar, principalmente quando a música vencedora era tão "assim, assim .. sem sal e sem acúcar....rsrs

Querida, foi uma linda homenagem que você prestou a uma canção tão maravilhosa!
Obrigada mais uma vez!!
Beijos grande e uma semana mais do que maravilhosa!

Mary Miranda disse...

Djair, meu amigo!

hehe Foi o período das águas!...
E levando-se em conta que as chuvas volta e meia nos pegam ultimamente, vamos brindar com elas, então!

Beijos! :)

Mary Miranda disse...

Olá, prima Adri!

Essa história de água, e na coincidência, é algo a se pensar, né? rs
Obrigada pelas belas palavras sobre o que escrevi. Mas agradeça, antes de qualquer coisa, ao Guilherme Arantes, por ter nos deixado vivenciar a emoção da música, não a ter guardado só pra ele...
Como sua matéria não estar mágica? Você fala sobre saúde. Quer algo mais fabulosamente tocante que isso? Água é sempre um poema!!!!
NUnca soube desse festival, até um dia eu assistir no Vídeo Show, no quadro "Túnel do Tempo"! Achei o maior barato e curioso o que ocorreu. Creio que Guilherme tenha se sentido injustiçado... Coisas que ninguém realmente explica!...
Que essa lindíssima canção jamais seja esquecida! Ela merece todas as honrarias de todos nós, fãs da boa música!!!!

Minha querida, desculpe a demora para responder! (Está cada vez mais difícil conciliar blog e quatro páginas no Face! rsrs)
Obrigada mais uma vez!

Beijos mil!!!!

Mary:)