PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Agora ou jamais


Acredito que certas bandas nasçam para terminar, e os componentes, intrinsicamente, saibam disso.
Foi assim, imagino, o que sucedeu ao Tigres de Bengala, mega banda formada nos anos 90, cuja participação insofismável de um sexteto gigante, não poderia sequer dar lugar às elocubrações de fim!
Em conversa informal com Cláudio Zoli, Vinícius Cantuária, os meninos do A Cor do Som e Billie Forghieri (ex- Blitz) - alguém alcança a dimensão desse encontro?- , Ritchie teria tido a ideia de condensar em 1, o que era sabidamente ótimo em 6: nasceu, assim, o Tigres de Bengala!
Se você não percebeu ainda o trocadilho, transcrevo, com falhas na memória, naturalmente, a explicação dada pelo inglês mais brasileiro de nossa história tupiniquim, sobre o nome do grupo.
Ritchie explicou que, devido à maturidade caminhante para a "bengala" dos componentes, mas com a sagacidade do felino africano, esse registro nominal traria sucesso!
Um dos melhores álbuns já existentes em língua nacional, com o título homônimo ao do grupo, saíram dali sabores diversos, para degustadores disparatados!
O rock, o pop, o romântico. Assim poderíamos classificar Tigres de Bengala, essa união de pratos colossais, oferecidos em 93.
Fizeram poucos shows, emplacaram uma música em novela, venderam bastante...
Entraram para o corredor dos raros clássicos da MPB!
Após seu término, reza a "lenda" que, nutrindo certa decepção, Ritchie havia desistido do mundo artístico e teria se engajado em empresas nada musicais, essas de softwares, qualquer coisa que dispensasse saber tocar violão.
Muita conjectura, mas ninguém entende o fim!...
Não havia como acabar o que veio para ficar. Era sucesso, e era FATO!
A "Banda do Ritchie" (como ficou conhecida) nem veio a público se despedir. O seu primeiro e último álbum retirado da estante às pressas pelos "videntes" de futuro, sabedores do valor que adquire essas "obras filhas únicas"...
Quase terminando o parágrafo anterior, talvez a resposta tenha florescido no meu "jardim suspenso" da curiosidade.
Eu disse que a banda tomou a fama de "Banda do Ritchie" e eis que um assombro perpassou meu cérebro! Um grupo musical onde tem Cláudio Zoli, Vinícius Cantuária, Dadi e Mu do A Cor do Som, nunca poderia ser chamada por um nome só!
São tigres, são fortes, são imponentes, são importantes!...
Nunca se fere o ego de um felino, nem o menor dos gatinhos. Ele vira "fera", na pior acepção da palavra.
E como "feras feridas", acabou-se o trato: cada um foi caçar sozinho.
Se "Agora" não é possível um reencontro da grandeza desses felinos competentes, que não percamos "Jamais" a esperança de termos mais preciosidades como essas, que tanto rejubilam os nossos dias.
O SOL AINDA HÁ DE BRILHAR!, como diria a otimista passagem da minha música preferida deles.
Tudo que é bom, nunca acaba, apenas troca de lugar!
Com "bengala" ou sem ela, cada um deles tem seu caminho e sua luz, e nós que apreciamos o que é de qualidade, os aplaudimos.
Agradecemos "Agora", para não virar "Jamais"!...


Um singelo vídeo fiz com a música romântica e linda Agora ou jamais. Puro momento de sensibilidade. Adoro esse som!


AGORA OU JAMAIS - Tigres de Bengala

Um dia, amor, você vai notar
Existe alguma coisa no ar
Te amo, te quero e não me leve a mal
Não deixe isso tudo acabar
Sei que tudo que eu queria era não dar explicação
Nem ficar aqui pedindo por favor
Não há nada de mistério,é tão claro, tão claro

Como a chuva que vem te molhar
Tirar as tuas dúvidas do ar
Espero, sincero e acho tão normal
Que o sol ainda há de brilhar
Sei que tudo que eu queria era não dar explicação
Nem ficar aqui pedindo por favor
Não há nada de mistério,é tão claro, tão claro

O amor

É melhor tirar a tua dúvida,

Agora ou jamais, agora ou jamais

Bem melhor tirar a tua dúvida,

Agora ou jamais, agora ou jamais








(Imagem:
http://efeito-colateral.blogspot.com

Edição de imagem:

http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com)

6 comentários:

Dú Pirollo disse...

Olá minha querida amiga Mary, boa tarde!!!
Minha amiga, é uma pena... mais acontece... somente a alma é eterna, o resto vive enquanto durar... fica eternizado no trabalho anterior, nas belas obras gravadas que nunca se perdem... Não vamos deixar isso tudo acabar... que o sol ainda há de brilhar... agora ou jamais. Também adoro essa música, valeu minha amiga!!!
Parabéns pela linda postagem, perfeita!!!
Tenha um dia maravilhoso e abençoado!!!
Abraços com carinho e muita paz!!!

Principe Encantado disse...

Enquanto vivo em pensamentos, será agora e nunca jamais. Já dizia o poeta " que seja eterno enquanto dure" Gostei amiga da música também.
abraços forte.

Mary Miranda disse...

Du, tudo bem?

Acho um pouco estranho, amigo, quando bons grupos, formados por músicos de verdade, se acabam.
Na época do Tigres, pensei: " A música brasileira não poderia estar melhor representada!" e, logo, que decepção, a banda se extinguiu...
Creio que ficará apenas a saudade mesmo da banda; não vejo como eles retomarem a carreira juntos, o que é um lamento!...

Um abração, querido, obrigada por ter vindo!!!!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Príncipe, meu amigo!

O "agora" é aqui, presente; "jamais" dá noção de futuro eterno.
Como sabemos que o certo é que "seja eterno enquanto dure", conforme a sua linda lembrança do Poetinha, então, vamos dançar conforme a música! rsrs

Abração!
O meu obrigada pelo comentário! (Legal que você também gosta dessa canção dos Tigres!...)

Mary:)

Adriana Helena disse...

Mary, minha querida,tudo bem?
Que gostosa essa música... eu ouvi tanto na época,nossa é muito bom voltar ao tempo!!
Lamento tanto a banda ter acabado assim... triste não é mesmo?
Eu também me amarro na Cor do Som... cada música maravilhosa.... lindas demais!
Muito obrigada Mary.. você sempre é uma caixinha de surpresas.. adoro vir aqui!
Beijos amiga!!!!

Mary Miranda disse...

Adri, boa noite!

Eu sou apaixonada por essa música!!!!
Lamentável o Tigres ter acabado porque, cada um com seu tempero próprio, quantas páginas em nosso cancioneiro eles não poderiam acrescentar?
Sim, eu também curto o A Cor do Som!
Essa banda tem sabor da minha infância, me lembro muito de "Abri a porta" e "Zanzibar".

Obrigada, minha amiga, pela visita adorável e comentário idem!
Ah, sobre "caixinha de surpresas", já fui chamada por alguns de "descobridora de pérolas "! (Adoro "fuçar" baús musicais! kkkkkkkkkk)

Beijos,
Mary:)