PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem para conhecer)

sábado, 5 de novembro de 2011

Meu segundo lar



Não canso de "cantá-lo", seja em verso, seja em prosa.
Ele está nos meus pensamentos, todos os dias, todos os minutos do meu viver!
Assim como toda paixão, diHITT já foi constitucionalizado dentro do meu coração!
Desculpem-me a falta de resistência: eu me entrego a ele, todas as vezes, sem pudor, nem mácula!...
E me liberem para falar desse "cara" porque meu amor é dele e para ele, e o amor é assim: se apresenta sempre que a inspiração nos toma...

Ei-lo aí abaixo, em forma de versos:

Meu segundo lar

Jamais duvide da força que emana de um site irresistível,
Seu hálito sopra onde quer que nos levemos,
Uma quente soma dos valores ,
De hipotenusa , aquela do quadrado dos catetos,
Não passem por cima, não somos tratores,
Que arrebentam sem dó os abetos,
Matemática dos seus muitos irrequietos amores...

Ser dihittiano é marcha valente, pra frente,
De uma massa inteligente, que desconhece desistência.
Dos opróbrios, erguem-se obras;
Do diHITT, mais calor!...
Desconhecemos sobras!

Engana-se aquele que buscou em outros ninhos um pouso acolhedor,
Ninho feito de penas de obelisco, é firme feito a rocha;
E quem disse que rochas são frias?
João-de-barro faz da argila, uma casa de alegrias...

diHITT é camarada nas brincadeiras, nas brigas de família,
Das impávidas utopias...
Ser dihittiano acompanha o caldo da sopa derramada,
Lá se vão as intrigas... Brigas?
Não somos Ben-Hur "messálico" em suas castradoras bigas!...


De expectadora unusual, da informada, amante-amada, eu sobejo:
Dihittiana com fervor;
Façam o que quiserem,
Expliquem se puderem,
Esse acolhedor,
Corrente de calor, sem pudor!...
Ah, diHITT, é sempre meu amor!


Ser dihittiano de praias turísticas, não vale;
Vale "vestir a camisa", vale suar, vale inteirar...
Pesquise e descubra que não há!
Sites de relacionamento?
Faça-me o favor, modismo tem limite,
Eu sou sempre, SEMPRE meu querido diHITT!


Peço permissão para o desespero dos que amam;
Quem disse que amar é ser paciente?
Espero, embaço, embarco, espero, desfaço,
Um crescimento, desperto momento,
diHITT me apraz.
Eu, soberba das vias de regresso intenso em suas asas,
Alada, escorada, devassa...


diHITT é constituição, uma corporação de componentes,
Que só reconhecemos a valentia na primeira tempestade;
Lábaros erguem-se através do caos;
Bandeiras de bonança...
Não me integro em desesperança!

Ser dihittiano é amar, estar mesmo que não se esteja,
É o cantar de quem solfeja!
Lamentemos a ausência,
Acorrentemos a desistência, aquiescência por ser espúrio desertor;
Ser dihittiano é ambivalência,
Querer sem poder esconder,
Seu labor de bem-viver... Mágoas?
Pra quê...

Há os que querem soer,
Há os que almejam lançar,
Há os indubitáveis da família que querem alcançar,
Sua marca, a história.
Correndo feito loucos bravios da somatória matemática,
Eu me baseio em sentimento:
Se não quer, lamento.
Família também é feita de acovardamento...

Não somos todos um, mas formamos unidades,
Assim, em forma de poeira numérica,
Há qualidades!
Para quem perdeu, para quem suou, para quem sobreviveu:
diHITT está lá, expectro de sonhos, sonhados, admirados.
E nem precisa de céus estrelados...


Alguns vestem suas burcas da disfaçatez,
E se mostram amistosos,
Porque o homem é feito de ideias!
As faces inimagináveis se espelham ao longe,
Com o conhecimento da vida que levamos,
Onde o jogo é daqueles que foram lá
E perceberam que o céu nem sempre é cinzento no outono...

diHITT encoraja o todo, e tudo sabe, responde.
Se não quer saber, não saiba;
Se procura entender, entenda:
diHITT nunca arma reprimenda para seus laboriosos de prazer.
Pois é assim, sempre assim, que existe o conhecer!...


Esteira estendida para os cansados;
"Filho pródigo, à casa torna".
E faz-se festas, incrementa- se um guizado,
Passado...
Esse se estranha:
Não interfere, ficou parado!

Se em algum tormento, alguém se esqueceu,
Notícias diversas, cardápios estão à deriva!
Escolha a âncora, resgate a "comida", saboreie um prato que é todo seu!
Caixa de indicações,
Quem comanda é quem lê:
De informações
Menu dos que têm fome de ser!

diHITT é aquele que esbanja entretenimento
E não vence no "grito";
Jornaleiro sorridente, "vende" seu jornal do dia;
Clientes compram em bancas,
A busca da informação ou entreter,
dihittianos "compram" familiarizados,
Quietos, antenados no PC!


Para aqueles que o conhecem,
diHITT é segundo lar,
E como tal, interfere no primeiro.
O prato que alguém saliva, é da boca pra fora;
O primeiro não é tão perfeito assim...
diHITT altera os ordinais, fazendo do segundo, a dianteira colocação!
Não se renega o que é caridoso:
diHITT é aquele "cara" que,
Mesmo que números o deixem para trás,
Não se arrepende, NUNCA, do bem que a TODOS faz!...

(Imagem:

http://www.dihitt.com.br

Edição de imagem:

http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com)

20 comentários:

BLOG DE POESIAS DO PROFEX disse...

Declaração de amor, Mary.
Também gostamos muito da rede e principalmente do diHIIT. O que ele representa e nos proporciona em termos de informação e lazer é fantástico.
Parabéns!

José S. Pereira disse...

Oi Mary!

Puxa, caprichou. Também amo esse espaço. Que as vezes me irrita. Então dou minha saidinha para uma cerveja. E volto. Porque é nossa casa. Dos mais novos, dos que chegam agora. E daqueles lá (tipo nós) que chegaram com o grande Nóe e sua Arca Maravilhosa rsrs

Beijos

Felipe disse...

Moça Bonita
Belo texto, como sempre.
Nós que somos do Dihitt, quase desde a primeira hora, sentimos orgulho e vê-lo crescer da forma que vem crescendo.
Quantos bons amigos fizemos por aqui?
É claro que, como em toda família grande, ocorrem vez ou outra as desavenças, mas os dihitianos de verdade preferem a paz.
Beijão minha querida.

Cecilia sfalsin disse...

Mary minha amiga,
Não tem como contradizer suas palavras que edificam este site,costumo que é um site de movimentos, realmente um lar, e assim como todo lar tudo acontece, desde de afetos a conflitos, mas persiste em crescimentos e nos ensina a gostar do que fazemos....linda sua homenagem e dedicação, e faço de suas palavras as minhas sem retirar uma vírgula sequer....

Beijosss

Aurelio disse...

Concordo em tudo com você Mary, fiquei viciado em diHIIT, já passo mais tempo lá do que em todos os outros sites e blogs que visito. Não sei se são os amigos, as notícias ou os dois, mas não consigo passar um dia sequer sem me conectar.
Beijão anjo!!!

Mary Miranda disse...

diHITT é uma droga viciante, Expedito! rsrsrs

Eu AMO isso aqui!!!! (Como é que pára um amor? kkkkkkkkkkkk)
diHITT é smepre imbátivel; e olha que tentei outros vôos, hein????

Obrigada pela presença e amor ao site, amigo!


Um forte abraço,
Mary:)

Mary Miranda disse...

uro, Sidney, embora o ditado diga que : "Quem jura mente!" rsrsrs

Juro, amigo, que me inspirei em você na passagem:
"Esteira estendida para os cansados;
"Filho pródigo, à casa torna".
E faz-se festas, incrementa- se um guizado,
Passado...
Esse se estranha:
Não interfere, ficou parado"

Querido, a alegria de tê-lo de volta, qual tantos bons amigos que por aqui fiz, fez-me livre para escrever versos quais esses!
Sem modéstia, amigo meu, nós enobrecemos esse espaço, não? rsrsrs
Nem pense em se mandar daqui de novo! kkkkkkkkkkkk
(Mas se for para dar uma "refrescada", saiba que sempre será bem -vindo o retorno! rs)
E como você falou, às vezes o diHITT dá nos nervos. E a pergunta é: qual família que não enche o saco de vez em quando???? kkkkkkkkkkkkkkk

Abração, anjo, e vamos continuar com nossa "arca" porque é o "porto" onde nos sentimos seguros...


Mary:)

Mary Miranda disse...

Meu Canceriano Favorito,

Ah, essa "Arca do Noé" abarca eu, você, Sidney e alguns outros, não é mesmo? rsrs
Meu lindo, quando penso que esgotei meu repertório ao diHITT, lá vem mais inspiração!!!!
POr isso, um aviso: não se assuste com esses arroubos repentinos de amor ao site!
EU AMO O DIHITT!!!!
E sabe o principal motivo, meu querido?
É por ter tido a oportunidade de conhecer gente comO você, amigos de verdade, que ADORO de todo o coração! ( Em qual outro lugar eu conseguiria amigos tão MARAVILHOSOS????)

Um grande beijo dessa presidenta agradecida, mútua, vitalícia e redundante! (Não tenho culpa do do diHITT ter esse poder! rsrsrs)

Mary:)

Mary Miranda disse...

Cecília, querida amiga!

Cuidado: o diHITT é uma "praga"! rsrsrs
Amiga minha, não me imagino longe daqui!!!! (Eu não sei como há pessoas que saem mas. como percebemos, logo voltam! rsrsrs)
É um espaço humanitário, benevolente, de gente bem informada; só acrescentamos, não é mesmo? rs

Beijos, amiga!!!!

Você é uma dessas gratas surpresas que só o diHITT poderia nos proporcionar!!!!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Aurélio, com certeza é os dois! rsrsrs

As notícias e os amigos que fazemos, só no diHITT têm peso, e queremos sempre estar mais próximos!
Não encontro nada parecido em nenhum outro lugar!!!!
Se existe melhor site de notícias e relacionamentos, ainda não chegou aos meus ouvidos! rs
Um aviso: diHITT é "droga" e pode causar "dependência!" kkkkkkkkkkk


Abração,
Mary:)

Lau disse...

Mary,
Minha iluminada guerreira de palavras bem endereçadas!

Menina, diria quase cordel
de defesa de casa em causa,
lhe sai em luta sem deixar teu chão.
O DiHITT, permanece inerte, mas
Sustentando tantos e alegres corpos
em fantasias digitais, provando
que basta um canal e fé
para o mundo abraçar,
Bom sentir você assim!

Agradeço teu ato, em clara fala!

Bjs e até!

Dú Pirollo disse...

Olá minha querida amiga Mary, boa noite!!!
Minha amiga, estou atrasado, estive fora quase o dia todo, mas com muita vontade de voltar para casa e chegar até o segundo lar, talvez saudade dos amigos que aqui deixei ou mesmo paixão pelo segundo lar... aqui estou!!! Parabéns minha amiga, maravilhoso o seu texto, os dihittianos se amam, algumas vezes presenciamos algumas faíscas, mas é normal, coisas de uma grande família que logo se resolve e a paz volta a reinar, adorei!!!
Tenha um domingo maravilhoso e abençoado, recheado com muitas alegrias!!!
Beijos com carinho e muita paz!!!

Mary Miranda disse...

Laudelino, faria as minhas, as suas palavras!

Você é um poeta nato!!!!
Adorei seu comment!

Abraços, meu amigo!
Obrigada pela belíssima presença!!!!

Mary:)

Mary Miranda disse...

Du, anjo amigo!

diHITT é igual à música "Velha infância" da Marisa Monte:

"Você é assim/ É tudo pra mim/ E quando eu não te vejo/
Eu penso em você/ Desde o amanhecer/ Até quando eu me deito!/
Eu gosto de você/ E gosto de ficar com você/ Meu riso é tão feliz contigo/
O meu melhor amigo/ É o meu amor..."
É assim, amigo, os grandes amores: diHITT é um grande amor, não importa o quanto nos confessemos apaixonados...
Site melhor? Pode alguém procurar, mas não achará...
diHITT sempre supera todos os outros!!!!
Amigo, eu ADORO isso aqui!!!!

Abração, meu querido, e só agradeço ao Pablo por ter criado o diHITT e ter me dado a oportunidade de conhecer gente como você, gente que adoro e é "gente que faz!"

Mary:)

Valéria Braz disse...

Oi minha Flor... olah eu aqui pro cafézinho... ando demorando pra aparecer, mas pra entrar neste clima de amor diria: Desta familia eu não largo "di jeito nninhum"....hehehe
Eu adoro esta casa porque aqui é a imagem observada da realidade vivida... ops, acho que filosofei! kkkkkk
Querida, aqui conheci e ainda continuo conhecendo pessoas incríveis como você... como então não amar isto?! E o bom é que mesmo tendo que estar afastada, cada vez que chego para um cafezinho, sou recebida com uma bandeja de guloseimas que nomei de carinhos virtuais....como não amar?!
Belo poema amiga, que compartilho com o certeza da sinergia que conseguimos captar das estrelas ao refletirem as palavras escritas.... (gostei da figura de linguagem!). heheheheheh
Beijo florzinha sou sua fã.... e adoro!

Mary Miranda disse...

Flor minha, Val querida!

Deve haver pessoas achando que escrevo sobre o diHITT porque sou uma puxa-saco ou algo assim.
Mas meu amor é verdadeiro, amiga, assim como é o seu, e de tantos outros!...
A sensação do café sempre me ocorre também! rsrs
Quando chego aqui, e está tudo parado, penso: "Estou sozinha em casa hoje! Eu mesma vou ter que preparar a garrafa térmica para fazer um..."
Daqui vai chegando um ou outro, vai-se papeando e quando percebo alguma "pendenga" no ar, já sei que aí vem "bomba", e devo apaziguar os ânimos exaltados! kkkkkkkkkk
Às vezes ele parece mais o primeiro lar que o segundo porque surgem problemas mais graves, que nos chamam para uma organização entre "parentes".
diHITT, enfim, é família em todas as acepções que o vocábulo forneça!...
E como você disse, como não amar um espaço onde fazemos tantos amigos, não é mesmo?

Também te adoro flor Val!
Beijos, querida, doce e perfumada qual as rosas! (Ah, agora estamos plantando cada rosa linda aqui no quintal! Uma vermelha e a outra amarela! Quando estiverem mais encorpadas, vou tirar foto e publicar. Estamos criando um pequeno horto. Que chique, não? rsrsrs)

Mary:)

Isa Oliveira disse...

Oi Mary!!

Nossa, vc faz as pessoas amarem o Dihitt de maneira espetacular.
Engraçado, que nos dias em que eu estava triste, eu entrei no Dihitt para ler algumas postagens, e fiquei horrorizada com as coisas que eu estava vendo. Foi um dia em que li muitas postagens de brigas, confusões...etc.
No momento me deu vontade de sair do Dihitt, mas lembrei que existiam tantas pessoas legais por aqui, e não valeria a pena abrir mão de alguns amigos, e bons textos, apenas por situações que estavam acontecendo.
Foi quando me ausentei um pouco do site, e diminuir bastante minha participação por aqui.
Depois me aconteceram outros problemas, e agora, voltando aos poucos, percebo que as coisas parecem ter se normalizado por aqui.
E fico imensamente feliz por ler textos como o seu, que nos incentiva a continuar aqui. Além de excelentes amizades que construímos.

Linda declaração! Parabéns!!
Arrasou, como sempre!

Bjokas!

Valdeir Almeida disse...

Mary,

Li calma e exultantemente seu poema (aliás, poesia): um hino, uma declaração de amor ao diHITT. Perdoe-me, mas não há o que comentar; apenas saborear o trabalho de alguém que transborda talento ao escrever.

Felizmente, existe o diHITT que despertou o seu amor, Mary, pois, devido a este amor, mais uma vez, você nos brinca com uma linda poesia.

Beijos.

Mary Miranda disse...

Tudo bem, Isa?

Querida amiga, confesso que as brigas, dissensões que surgem no diHITT, me desequilibram muito...
Fico meio fragilizada porque não sei bem como agir!
Também me mantenho afastada quando isso acontece, apesar de entrar no site todos os dias.
Mas família é isso mesmo; que outra definição tem o diHITT?
Não se iluda, meu anjo: a calmaria é apenas momentânea, daqui a pouco vem as querelas de novo! rsrs( Mas eu me acostumei, e é so me manter "na minha"!...)

O meu agradecimento vai para você pelo lindo comentário, amizade e incentivo!
Não faço nada demais, só exponho o que sinto pelo site.
Agradeça ao diHITT por ter me cativado tanto!!!! rs

Beijos,
Mary:)

Mary Miranda disse...

Valdeir, meu inestimável amigo!

Você é quem me deixou sem palavras; eu não mereço tanto!
Creio que um site que me faz conhecer tanta gente boa, inteligente e amigos tão maravilhosos quanto você, deve receber homenagens sempre, independentemente das falhas que sabemos existirem nesse espaço.
Volta e meia me pego agradecendo ao diHITT, por tanta riqueza de assunto e pessoas que ele me proporcionou!
Se eu achava antes a internet um lugar de "imbecilóides", o diHITT, com certeza, foi um dos primeiros que me fez ver que há vida inteligente na rede! rsrsrs

Beijos, anjo!
Que bom por estar aqui!!!!

Mary:)