PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

Quais assuntos mais te interessam no blog Fatos de Fato?

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Onde você gostaria de estar agora?


Se alguém responder: "Na minha casa!", vou ficar muito injuriada... Nem embaixo do edredon, por favor!
Esse texto tem uma objetividade: saber os anseios dos amigos, onde a imaginação e a vontade está levando seus pensamentos!...
Por mais que a razão nos faça firmar os pés em solo firme, no entanto, rudimentar, é o sentimento que manda!
Toda a vida social, familiar, econômica, profissional, entre outras coisas, nos pede que sejamos sensatos - "Pra que sonhar?" , fala o tinhoso sentimento de correção. E algo batendo, no compasso do coração, grita que vale a pena delirar, voe, para longe, Desejo, siga seu rumo e não perca o prumo...
Sempre invejo os pássaros e vivo viajando com eles! Crio asas e saio por aí, sem quarto minguante de uma Lua distante, que mingue esse meu solfejo inconstante!...
Podendo vagar para algum lugar - "Se eles têm três carros, eu já estou no ar!" - faço um rebrilho para antigas conceituações. Pés saem do chão e voem, vocês podem, você conseguem...
E eu, a romântica incorrigível, a sonhadora, a delirante, queria estar em Marrocos agora, lavando as mãos em rosas antes das refeições...
Seria tão majestoso, ser tratada feito rainha! Uma plebeia metida a maioral, com roupas de luxo porque a pobreza é depreciada; lá é normal ser pobre chique!... Andaria sobre ou com camelos, curtiria uma noite bem mais estrelada, me resfetelaria em camas pomposas e retornaria uma brasileira bem mais assentada...
Dê-me, Sonho, a paz dos sonos acordados! E dê-me Delírio, os sonhos mesmo em noites mal dormidas!...
Reti-me agora, de estalo e pensei: "Alguém também sonha assim, distante, sem freio, vigorosamente estirado nos devaneios?"
Por isso, pergunto: "Onde você gostaria de estar agora?"
Essa é resposta de sonhador. Se você for usar muito a lógica, cairá do "automático robô", aquele das ideias prontas: "Gostaria de estar em casa, debaixo do edredon!".
Oh, moço ou moça de boa fé! Deixe aflorar o louco delirante que há em você! Em sandices repentinas, que não passam nos pensamentos, não cabe usar um só milímetro de razão.
Os céticos que por aqui passarem, deem meia volta. O espaço neste momento é para quem optou largar por terra o pessimismo, mas adora sair do chão!...

(Imagem:
Fonte desconhecida)

sábado, 26 de maio de 2012

Escolha a sua "tampa" favorita!



Dizem que "todo baixinho é folgado" e que "tamanho não é documento".
Como boa representante do clube das "tampas" ( digo que pessoa muito baixa é semelhante à tampa de refrigerante ! haha) pois sou a digníssima pequenina nos meus 1,59m , posso afirmar que ambas as afirmações são verdadeiras!
É que baixinho não tem muita opção, a não ser ir à luta - ser folgado - e possuir eficiência - provar que a pouca estatura não significa incompetência!
Já bastando os apelidos destroçantes, tais como: "pintor de rodapé", "pedreiro de Lego", "Tarzan de samambaia" e "carcereiro de gaiola" ( entre outros "elogios") , uma pessoa de parcas proporções físicas, parte do princípio que "Ou eu vou ou eu racho", e um baixinho legítimo sempre opta em ir...
Esse texto foi inspirado na passagem natalícia do meu "tampinha" favorito, Klaus Meine, vocalista da banda Scorpions, que soprou a sexagésima quarta velinha ontem, 25/05.
Klausito é, sem sombra de dúvida, a maior expressão - sem trocadilho- do que é ser um pequeno grande homem! Talentoso, carismático, de muita personalidade e vigor, ele faz com que os ditados populares se confirmem. Folgado - no bom sentido - e impressionante, o mundo e o palco são dele, quando nos agracia com sua imensurável presença!...
Abaixo, uma lista dos gigantes de talento, celebridades que não chegam (ou chegavam ) nem a 1, 70m!...




ESCOLHA A SUA "TAMPA" FAVORITA!

KLAUS MEINE

1, 63m


CARMEM MIRANDA

1,54m


MADONNA


1,61m


ELIS REGINA


1,54m


DUSTIN HOFFMAN

1,65m


DANNY DEVITO

1,52m


MICHAEL J. FOX


1,66m



NATALIE PORTMAN


1,60m



BOB MARLEY

1,63m



MATHEUS NACHTERGAELE


1,68m



AMY WINEHOUSE

1,59m




PRINCE

1,57m



JAMES BROWN


1,68m


CHARLES CHAPLIN


1,62m



(Imagens:
Fontes diversas)

sábado, 19 de maio de 2012

Andando pelo Rio de Janeiro


Mesmo quem nasceu por aqui, o Rio de Janeiro nos causa "síndrome de turista", ou seja, nos pegamos surpresos com tanta beleza e novidades de vez em quando...
Não adianta o quanto vemos sua paisagem: é um olhar se deter um tanto repentino e ficamos extasiados!
Eu poderia falar da minha quase cidade (reparto meu coração com Nova Iguaçu, onde nasci e moro) durante horas, só que o senso da lógica me avisa que não posso aporrinhar meus leitores com blablablá bairrista...
Dessa vez, escolhi minhas atividades oculares de maio, pelos últimos dias, formado em quatro o meu discorrer.
Inicio o discurso pela valiosa exposição chamada "A Terra vista do Céu", de Yann Arthus-Bertrand, grande fotógrafo e ativista ambiental francês, que ocorre por esses dias na antológica Cinelândia, praça cujo nome verdadeiro é Floriano, no Centro da cidade.
É monumental a forma como conduziram a exposição. Longe daquela
chatice de imagens, a legenda abaixo aponta o outro lado. Se o mundo e a vida são belos, o trato humano com nosso ambiente não se traduzem na mesma linguagem...
Temos a Fundição Progresso, sob os Arcos da Lapa, tão histórica, que vemos as "rugas" de sua face; quase todas as portas são de madeira.
Palco de inomináveis eventos, um dos últimos foi o do cantor Morrissey, ex-vocalista da lendária banda inglesa de rock The Smiths (o show foi ótimo, segundo dizem, mas o roqueiro gastou largos minutos para meter o malho na Família Real Britânica. Se ele investisse mais no seu rico repertório...).
Tem esse nome - Fundição- por ter sido usada nos tempos dos escravos como alojamento de fundição de metais. E o Progresso de sua graça, naturalmente, porque vê o mundo "mais à frente"!

Circo Voador, querido cenário para saudosista nenhum botar defeito! É ali onde tudo começou, o melhor do rock nacional, o tão alardeado BRock!
Temos Barão Vermelho e o eterno Cazuza para suplementar toda história, Biquíni Cavadão, Lulu Santos, Blitz, e o rock ali, todo ele, "voando" baixo, neste Circo dos Sonhos!
Os Titãs escolheram o local para comemorarem o 30.
o aniversário de Cabeças Dinossauros, seu álbum mais latejante, aquele que deu o conceito "BR", a um rock um tanto estrangeiro...
Para finalizar, imagine o Rio sem uma catedral que o represente? Pois lá está, a Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro para não nos deixar "à deriva"!
É lindo por dentro e por fora, com direito a afrescos e uma abóbada que nos leva quase que literalmente ao Céu!
Uma paz nos acerca e rendidos ficamos, ainda os não-católicos como eu.
Se você for dar um pulinho na cidade, não esqueça de olhá-la como turista! Só esse olhar, com a curiosidade de criança, é que faz ressurgir nos pensamentos a lembrança do porquê do apelido pomposo de Cidade Maravilhosa.
É que os nativos, de tanto a verem, acabam se esquecendo de detalhes tão importantes. Se acostumar com a a paisagem, não faz nada bem à beleza...


(Imagem inicial:
Fonte desconhecida
Demais fotos:
http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com - Arquivo Pessoal)

terça-feira, 15 de maio de 2012

Você tem fome de que?



Acho que há pessoas que engordam só em olhar... Eu não chego a tanto, só que esse tempo frio tem me dado uma fome!...
Paro um pouquinho e a vontade me ataca de "roer" algo; uma rata aproveitadora de gatos que saem, perde pra mim! (haha)
Bom, pensando na minha própria ânsia de degustação exacerbada, mando essas para todos em forma de fotos, comidas bem gordurosas, daquelas cheias de óleo até na alma gastronômica, rainhas das padarias, bares, lanchonetes ou botecos adjacentes de pontos de ônibus. Atendendo a minha boca que saliva apenas em pensar (em tempo cujas temperaturas despencam, comidas com recheio ou sopas, são que mais me apetecem!), mando apenas as MASSAS!
Aprecie e, se puder, coma todas por mim! Depois me fala se engordou e quantos quilos!... (ha)



Você tem fome de que?


EMPADA


COXINHA


BOLINHO DE AIPIM


RISÓLIS


PASTEL CHINÊS

JOELHO


PASTEL


ESFIHA


KIBE


ROCAMBOLE (SALGADO)


(Imagens:
Fontes diversas)

terça-feira, 8 de maio de 2012

10 situações que levam um blogueiro a abandonar seu blog


Aparentemente fácil e informal, a arte de blogar requer certos cuidados, dedicações impensáveis para o restante "normal" da humanidade, isto é, que não seja blogueiro!...
Nada é igual ao começo; blogar também segue a mesma linha...
Se no início temos algumas motivações para criar um blog, qual será a chama que arderá mais para frente, quando o tempo passa, transformando ideias em apenas esparsas lembranças?
Esse artigo escrevi no intuito de jogar uma reflexão para quem já está nessa estrada ver, se manter um blog, tem a mesma luz que o enveredou nesses passos ou resolveu, simplesmente, tomar um outro "atalho" na blogosfera, com o brilho que se instala em outras "praias"...



10 SITUAÇÕES QUE LEVAM UM BLOGUEIRO A ABANDONAR SEU BLOG


1. Novos interesses

No início, um blog conta com um autor efusivo e dedicado, amoroso, respeitoso com seu canto virtual qual um filho. Mas a internet é vasta! As novidades surgem a cada minuto, e sites atrativos igualmente surgem, levando o blogueiro a ter menos dedicação ao seu blog que, antes, era seu foco principal.

2. Falta de tempo


Só cada um pode dizer com exatidão a disponibilidade de tempo que possui. Se um blogueiro não se organizar, algo em sua vida ficará "pra trás", ou seja, um dia tem somente 24 horas... Empregos ou projetos novos, nascimento de filhos, mudança de país ou estado são os principais ocasionadores para tomar o tempo anteriormente separado para o blog.



3. Decepção


"Diga qual teu principal objetivo quando começou um blog, que eu direi que tipo de decepção tu agora tens!". Não adianta: TODO BLOGUEIRO já se decepcionou com a blogosfera, de um jeito ou de outro... Para continuar editando um blog, vai depender apenas do grau da decepção, se foi para menos ou se foi para mais...



4. Escassez de leitores

Um dos principais motivos para se abandonar um blog! Qual blogueiro quer escrever para o vento? Por mais que amemos a força eólica da natureza, é para seres pensantes que nos largamos na frente do PC para produzir textos... Poucos leitores, costumam desanimar os editores para a continuidade do trabalho...



5. Problemas tecnológicos


Quem está às voltas com problemas tecnológicos e sucessivos com seu blog, tende a perder a vontade inicial para escrever. Se antes compunha três posts por semana, passa a ater-se a dois, para logo transformar sua assiduidade em 1... Se os problemas prosseguem, 1 vez por mês passa a ser seu objetivo, o que já nos traz a ideia de "abandono"!...



6. Esgotamento de assunto


Quando um blog tem temas diversos, os assuntos costumam surgir com muito mais facilidade. No entanto, em muitos casos, há blogs que se esmeram em tema único, o que leva a um esgotamento mais rapidamente. Para sobreviver a falta de ideias novas, o blogueiro terá que ter bastante criatividade!



7. Problemas pessoais

Esse item eu enquadro nos "imprevistos" também! Problemas de saúde, com parentes, brigas, acontecimentos que surgem repentinamente, etc. ocasionam um mal-estar no blogueiro que o leva a pôr o blog em segundo plano, senão em posições ainda mais longínquas!...


8. Ameaças de mal-intencionados

Blogs que recebem ameaças de terceiros, levam o blogueiro a perder bastante o gás para a atualização e até mesmo ao abandono. Geralmente são blogs que trazem informações jornalísticas, daquelas que "cutucam" políticos ou autoridades afins.



9. Sentimento de "obrigação"

Blogar tem que ser apaixonante, não importa qual seja a temática. Se com o tempo surge um sentimento de "Tenho que atualizar meu blog porque chegou o dia" no blogueiro, mais da metade do ânimo se perde. Naturalmente que uma data deve ser escolhida conforme a disponibilidade do editor, só que em sua mente deve vir primeiro o desejo, depois a obrigatoriedade.


10. Desejo de ter vida mais social que virtual


Um motivo em potencial esse! Um blogueiro que não organiza seu tempo, terá necessidade de ver o sol (ou a chuva) lá fora, que ficou perdido porque todo seu corpo e alma estão diante de um PC! Blogs são excelentes, mas aquela cervejinha com os amigos, churrasco, feijoada, passeios fora de sua área de atuação, mobilizam o cérebro criativo a largar um pouco essa "vida virtual". Sem a organização necessária, a vida "lá fora" chamará mais a atenção, levando seu blog a ficar esquecido, num canto qualquer da extensa blogosfera...





Espero que essas informações tenham alguma utilidade a você, que é blogueiro! De vez em quando é bom repensarmos algumas motivações nossas dentro desse espaço.Se ainda valer a pena, não havendo NENHUM dos aspectos mencionados no post que atrapalhem o livre fluir do editor, é esplendorosamente fantástico ter um blog!!!!

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Olha só a cara de quem joga lixo no chão!

("Olha só a cara de quem joga lixo no chão!", imagem conhecida de quem vive ou anda em cidade grande.)



Jogam a culpa no pobre porco a sujeira que se faz, ele que representa a imundície da civilização por milênios. Só que eu vou mais fundo, e arremeto na lixeira social, aqueles que emporcalham nossa cidade com suas mazelas de uso!
Fiquei estarrecida com deplorável constatação de que apenas 1/3 da sociedade urbana (estatística minha!) acaba de abrir um pacote e caça, com firmeza de caráter, uma lixeira para os "restos mortais" de seu produto momentaneamente utilizado!...
Embalagens de picolé, biscoito, garrafas pet e latinhas de refrigerante, latinhas de cerveja, garrafas plásticas de água mineral, bala, chiclete, são os campeões da "perversão" dos imundos! (Esse povo pensa que aqueles reservatórios de cores diversas, com tampa, presos a postes ou em estabelecimentos comerciais, com papéis em grande número e amassados jogados dentro deles, servem SOMENTE para enfeitar a cidade...)
Claro - mais do que claro - que quase ninguém admite que já jogou lixo no chão! A manha nossa de cada dia, é dizer : "Não fui eu!", resposta acomodada que nos impede a confissão consciente! (E a cidade entopetada de sujeira de todas as naturezas, formada por embalagens escarrapachadas no chão exatamente por aqueles "não eu" omissos...)
Pois eu, JÁ, e muitas vezes!!!!
Defesa? Eu tenho duas para aquele meu procedimento incorreto - eu bem que gostaria de não ter alibi algum e aceitar esse meu passado tenebroso de porcaria em via pública!- só que com a faculdade dela nas mãos, faço o uso aqui, acreditando que alguém vai concordar...
Meu primeiro motivo para jogar lixo nas ruas, sobretudo papeis de bala, era por aquela mentalidade de quem paga impostos: "A limpeza da cidade compete ao órgão público cuidar, logo, os garis são contratados e pagos para isso!", e meu segundo, era a ignorância, quase que igual ao primeiro, por não me ater ao fato que papeis em bueiros colaboram com números trágicos em casos de enchentes...
Levei um certo tempo para seguir o exemplo dos meus pais (bem que dizem que a educação começa em casa!), que sempre nos ensinaram, nós, os filhos, que se a pessoa está dentro de um ônibus, que aguarde saltar para procurar uma lixeira, dentro do cinema, encoste o lixo no canto dos assentos (ao ir embora, é só jogá-lo no local direcionado para isso), no carro, o mesmo que no ônibus, etc.
Tenho até pena de mim, pelo estado de inocência total, por achar que garis eram pagos para realizarem a limpeza... A realidade prova que o que eles ganham, não chega a cobrir nem a salubridade, direito do trabalhador desse porte! ( O acúmulo de doença que eles arrumam ao menos uma vez por mês, por falta de uniforme completo e adequado, é tanto, que era para NUNCA MAIS na vida imaginarmos que esses profissionais sequer recebem um salário mínimo!...)
Prosseguindo no questionamento, por mais que um profissional da limpeza seja competente, não é possível retirar todos os lixos que se metem em vãos diversos... Uns entranham nos bueiros, outros em vasos sanitários, alguns em postes quebrados... A sujeira é, ainda, uma das coisas mais intrujonas que existem, fazendo junto com as "colegas", aquela noção de "quantidade", nascendo e crescendo aos borbotões... Como se come, como se bebe; olha aí, o ser humano contado em números!...
Há em vários lugares o sistema de coleta seletiva, que é separado por cores, do conhecimento da maioria (a reciclagem é uma das maneiras mais coerentes de se manter a limpeza e evitar-se o desperdício). Seguindo essa informação, não há como transformarmos nossa vivência social num enorme "lixão", como tantas vezes esbarramos em apenas alguns minutos ao encararmos as ruas...
Quem quer mesmo ser limpo, pensar no seu semelhante, tentando assim ser o mais aceitável com sua boa conduta, deve pensar o seguinte: "Se eu não gosto de casa cheia de lixo, também não vou gostar de andar em ruas com sujeira!..."
Uma imagem compartilhada de alguém pela minha amiga Larissa Bohnenberger no Facebook por esses tempos, é prova vital de como podemos ter espírito de limpeza social.
É olhar - essa vai para quem ainda insiste em abarrotar as vias públicas de imundície - , e se envergonhar!...

(Imagens:
Fontes diversas)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...