PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

Quais assuntos mais te interessam no blog Fatos de Fato?

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Não, nunca, jamais, negativo, nada e né!

Há umas brincadeiras que eu vou te contar (haha)...
Uma delas é a que dá nome ao post o "Não, nunca, jamais, negativo, nada e né".
Esse bendito entretenimento surgiu quando eu nem tinha entrado na escola, e ocorria na Rádio Tupi AM, programa comandado pelo radialista que eu gosto muito, o Paulo Barboza (ele se mandou para São Paulo e não quer mais nada com o Rio, não sei por que...).
Caraca, dava nos nervos o jogo!...
Era assim:
Um ouvinte ligava para a estação e falava ao vivo com o locutor.
Ao aceitar a regra desse jogo, disparava um relógio, batendo: "Tum, tum, tum", após o berro do radialista, que dizia: "TEMPOOOOOOOOOOOOO!"
O entretenimento constava de perguntas e respostas, mas o participante não poderia, de JEITO NENHUM, deixar de responder, desvirtuar o assunto, e claro, não falar as palavras já ditas que aparecem no nome do jogo.
Em 1 aterrorizante minuto, a "vítima" tinha que responder algo que o "torturador" Paulo Barboza perguntava, tipo:
"Você é gay?"
A pessoa devia falar positivamente:
"Sim!" ( Lembram? Não se pode dizer: "Não, nunca, jamais, negativo, nada e né!")
E daí, deslanchava em perguntas comprometedoras, como:
"Ah, eu sempre soube que você gostava de homem... Você saiu com algum homem ontem?"
A "vítima":
"Ahn... Saí..."
Se a pessoa demorasse muito para responder, dizia:
"Você está me enrolando! Vou parar o relógio, hein?" (Isso queria dizer que a pessoa perderia o jogo!)
Eram raras as pessoas que conseguiam chegar até o final sem falar as palavras negativas.
O top 3 das palavras que mais derrubavam, na ordem, era:
1) Né;
2) Não;
3) Nunca.
Nós, em casa, roíamos unha, torcendo muito para o participante ganhar, e sempre nos assombrávamos com o grito ensurdecedor do radialista, quando havia a derrota:

"NÉÉÉÉÉÉÉÉÉEÉÉ! Ele disse NÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ!!!!!"
E qual era o prêmio, para os afortunados que ganhavam? Ninguém aí vai me perguntar?
Pois é, o prêmio já era outra historia engraçada também...
A pessoa escolhia um número de 1 a 5, e esperava uma gravação em off falar cada prêmio relativo ao número ( se ela pedisse o número 4, por exemplo, a gravação iria falando até chegar ao objetivo).
Geralmente eram prêmios bem bobos, mas úteis, como uma batedeira, ventilador, ferro de passar roupa, panela de pressão e um hilariante rádio "ultra moderno" ( essa é para vocês se envergarem de tanto rir! hahahahahaha): um rádio travado para tocar UMA ESTAÇÃO SÓ, ou seja, a RÁDIO TUPI AM!
Ai, gente, vocês não têm noção do quanto ri o post inteiro!...
É porque apesar de serem chamadas de bregas, as estações AM são mais divertidas por conterem essas brincadeiras, questões humanas, sociais voltadas para a população geral.
Bateu uma saudade dessa época...
Mas admito que não ouço rádio AM há muito tempo ( Não tenho mais paciência!).
Bem, se eu participasse da brincadeira "rodaria" legal com o "Né" e o "Não".
E vocês? Quais dessas palavras os fariam perder o jogo rapidamente????

(Para os curiosos, Paulo Barboza foi jurado do Troféu Imprensa, do SBT, desse ano de 2010).
(Imagem:

6 comentários:

Jorge Alberto disse...

Mary,

Muito bacana o seu blog e a sua proposta de informação.

Obrigado pela visita e palavras.

bjs

Mary Miranda disse...

Olá, Jorge!
Há sempre uma alegria num(a) blogueiro(a) quando ele(a) sabe que o seu blog está atingindo o objetivo.
O meu objetivo sempre foi esse mesmo, de trocar ideias, informações,fazer uma integração entre as pessoas que o visitam.
Obrigada pelo incentivo e espero tê-lo muitas vezes por aqui!
Beijos,
Mary :-)

blogdacomentarista disse...

Oi Mary, muito legal teu texto. Eu lembrei que tinha uma rádio em Porto Alegre, que fazia uma brincadeira parecida com esta que você citou no texto.

A gente ria muito do esforço das pessoas em evitar as palavras, mas na imensa maioria das vezes elas acabavam se atrapalhando.

Eu confesso que tentei em casa uma vez e não consegui. Mas para rir foi ótimo...

Bjs

Mary Miranda disse...

Eu nem sabia que existia essa brincadeira em outro lugar, senão na Rádio Tupi, Denize! rsrsrs
Ríamos muito, mas também ficávamos nervosos... ( Você acredita se eu disser que meu irmão até hoje lembra da brincadeira quando alguém diz um mero "né"???????)
E aí? Qual seria a palavra que a derrubaria logo de cara: "Não", "nunca", "né"... Qual?
Beijos,
Mary :-)

BLOG DO PROFEX disse...

Oi, Mary. Não sei. Não, verdadeiramente ão sei pois nunca participei de algo assim, né.
Um abraço. Estou gostando dos seus posts. Um abraço!
(ah, também sou radialista e tenho algumas manhas dessas no programa. É muito legal brincar. O público gosta sim). Bjs.

Mary Miranda disse...

Olá, amigo!
Adorei sua criatividade! rsrsrs
Acabou me respondendo a pergunta!
Quem resiste em dizer "não", "nunca" e "né"?
Ah, legal aparecer por aqui um radialista!
Assim sinto um pouco do clima dos bastidores, que é uma sensação muito agradável!
Obrigada por estar gostando do blog!
Um abração da Mary para você! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...