PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

Quais assuntos mais te interessam no blog Fatos de Fato?

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Scorpions para sempre II



Dando continuidade ao post anterior intitulado Scorpions para sempre, escrevo esse agora, o Scorpions para sempre II.
Deixem eu fazer uma pequena ressalva à brilhante e lendária história do Scorpions.
A banda é da Alemanha, surgida em Hannover, cidade natal de três de seus cinco integrantes atuais (Klaus, Rudolf e Matthias).
Foi formada inicialmente pelos irmãos Schenker (Rudolf e Michael) e Klaus, há mais de 40 anos.
Já teve vários integrantes como Herman Rarebell, Uli Jon Roth e o já citado Michael Schenker.
Atualmente conta com:

KLAUS MEINE - vocal
RUDOLF SCHENKER- guitarra
MATTHIAS JABS - guitarra
JAMES KOTTAK - bateria
PAWEL MACIWODA - baixo

James e Pawel são de outras nacionalidades (o primeiro é americano e o segundo, polonês).
Klaus e Rudolf nunca deixaram o Scorpions e são os principais compositores.
Triste lembrar que quase não teríamos Klaus nos vocais hoje em dia já que ele sofreu com um terrível nódulo na garganta na década de 70 para 80.
Após algumas cirurgias, voltou com força total, e seu poder de voz ficou ainda maior e melhor! ( os inenarráveis álbuns Blackout e Love at the first sting, que vieram depois dessas cirurgias, não me deixam mentir!)
O Scorpions é considerado o pai do hard rock e inspiração para o que é hoje o heavy metal.
Aliás, muitas de suas músicas mais pesadas têm batidas características de heavy metal tal como o reconhecemos (Blackout e Dynamite são bons exemplos do que digo).
Suas capas polêmicas condizem com o universo rocker da coisa.
Li em algum lugar que Klaus ficou aterrorizado com uma delas, a do álbum Virgin Killer, onde mostrava uma menina ainda impúbere nua com a genitália sendo atingida por uma espécie de arma que quebrou o "vidro".
É realmente forte e quase nada a ver com a temática da obra.
Meine explicou que o tal "matador de virgem" da letra de Virgin killer (música que dá nome ao álbum), não era propriamente um homem que seviciava donzelas, mas qualquer pessoa que mate a nossa virgindade, ou seja, inocência. A virgindade aqui é de sentimentos, e não física.
Lendo a letra, compreendemos perfeitamente o que ele quis dizer.
Fica evidente que é sobre os calhordas sociais como políticos, marginais de todas as espécies, falsos amigos, etc.
E claro, uma particularidade que sempre me arranca um sorriso dos lábios, é o fato da banda volta e meia se auto citar nas letras, uma evidência perfeita do que chamaríamos de "metalinguagem" se enfocássemos o aspecto literário.
Letras como as de Rock you like a hurricane, Sting in the tail, etc, trazem referências ao animal que lhe originou o nome, como o termo "ferroada" (lembremo-nos dos escorpiões e seus ferrões).
O mais legal disso tudo é que os tais "ferrões" nas músicas são do bem; esses "escorpiões" são inofensivos!...
Voltando a um campo mais sério, a banda costuma escrever letras de reflexão sobre a vida, a sociedade, e manda muitos recados amargos, embora muitos deles passem desapercebidos.
A melancólica canção Daddy's girl trata de caso pedófilo e incestuoso de um pai para a sua própria filha, cuja mãe nada faz, se omite do fato. A infeliz realidade acontecendo tantas vezes em nosso cotidiano...
O meu entendimento é que essa tal mãe da música é a nossa sociedade, mesquinha e cruel, que prefere viver na ilusão cômoda, que ir contra as maldades que existem a sua volta.
As músicas Alien nation e Sail of Charon, por exemplo, têm quase que a mesma temática, mas quase ninguém sabe do que se trata, e fiquei chocada quando descobri que ambas são verdadeiros alertas para a humanidade, para que tomemos cuidado com a podridão que anda escondida por baixo de tapetes nojentos. (A interpretação dessas letras não está escrita em lugar algum; cada um de nós é que tem que pesquisar, e muito...)
O mega sucesso Wind of change (por favor, não a chamem de a "Música do assobio" porque ela merece mais respeito! ) trata das mudanças ocasionadas na Europa como o fim da Guerra Fria e a queda do Muro de Berlim.
Como falar dessa queda, e não lembrar do que o meu querido amigo Radi Lopes me disse um dia desses? "Foram os solos de guitarra do Scorpions que primeiro trincaram o muro de Berlin; depois disso, ficou bem mais fácil derrubá-lo". Preciso dizer mais???? Simplesmente MAGNÍFICA a retórica dele...
Em se tratando de solos, seja de guitarra ou bateria, a banda está muito bem servida!
Tanto Jabs quanto Schenker são exímios guitarristas e nos proporcionam os famosos riffs decisivos que consagram suas canções mais marcantes (Sou fascinada pelos riffs de The same thrill, Hour 1, Passion rules the game e Don't make no promises , só para citar algumas!).
Kottak tem o privilégio de fazer parte de set list de show, com o seu Kottak Attack onde "solta a mão" na pobre da bateria e nós, fãs incondicionais daquela barulheira gostosa, vamos ao delírio!
Meus adoráveis Klaus, Rudolf e Matthias lutaram muito para não serem vistos como a "banda dos alemães", uma assimilação ingrata e preconceituosa que as pessoas faziam deles com o nazismo (Pasmem, senhores: ainda há, em pleno século XXI, pessoas que acham que ser alemão, é sinônimo de ser nazista! O que aquele porco do Hitler não fez com a Alemanha, além de deixar a cidade de Berlim um horror no pós-Guerra?!)
Adoro o Scorpions com os seus integrantes porque, além de fabulosos artistas que lá tocam e cantam, que têm um histórico musical extraordinário e invejável eles, ainda, se preocupam com o aspecto humano, não dando maus exemplos para a sociedade.
Todos levam uma vida normal, são casados (ou já foram), têm filhos, não fazem apologia às drogas, não praticam atos de violência, o maior lazer deles é estar com a família, a maioria curte esportes (Meine e Jabs são malucos por futebol), não dão "pitis" de estrela, como muitos artistas até inferiores que eles o fazem. São humanos com a letra H maiúscula.
Se fazem alguma "baguncinha", é na casa deles, o que não chega ao grande público.
Eles levam a sério aquele célebre dito popular: "Não faça na vida pública, o que você faz na privada..."
De "viciado", podemos citar apenas o Rudolf (Rudy para os íntimos): é que ele é assim "parado" na nossa "caipirinha"... ( Em sua terra natal, ele fez o dono de um bar colocar a bebida brasileira para oferecer aos clientes, que é sucesso absoluto por lá!)
Como prometi, agora farei um set list onde exponho o que creio ser uma síntese das músicas com "cara" de Scorpions, ou seja, do mais alto nível.
Tem Scorpions para todos os gostos; desde as mais "pauleiras" até as mais doces.
Não importando o estilo, o belo registro vocal de Klaus Meine faz a diferença!


Para quem curte hard rock/ heavy metal ( as chamadas rockers):

Rock you like a hurricane
Alien nation
Blackout
Sail of Charon
Dynamite
Passion rules the game
Money and fame
The Zoo
Stone in my shoe
321
Media overkill
The game of life
Hour 1
The same thrill
Crazy world
Lust or love
Another piece of meat
No one like you
Bad boys running wild
Loving you Sunday morning
Humanity
China white
Coming home
The riot of your time
In trance
Hate to be nice
Rainbow in the dark
Don't make no promises
Sting in the tail
( do novo álbum Sting in the tail)
Rock zone (do novo álbum
Sting in the tail)


Para quem curte as baladas, músicas mais calmas ( as chamadas ballads):

Still loving you
Wind of change
Under the same sun
Send me an angel
You and I
Always somewhere
Holiday
Life is too short (versão acústica)
Moment of glory
When you came into my life
The future never dies
Lonely nights
Woman
Does anyone know?
Destin
Daddy's girl
Lady Starlight
Born to touch your feelings
Love will keep us alive
Maybe I maybe you
Too far
When love kills love (versão acústica)
Lorelei ( do novo álbum Sting in the tail)
The best is yet to come (do novo álbum Sting in the tail)

Quem quiser saber mais sobre o Scorpions, existe um site muito bom que fala muita coisa sobre a banda, o Scorpions Brazil ( O link colocarei no rodapé da página)
Por que escolhi o nome "Scorpions para sempre"?
Simples.
Como tenho muitas fotos deles espalhadas pelo PC , meu irmão sugeriu: "Você deveria colocar todas elas numa pasta só!"
Acabou que ele mesmo as colocou na nova pasta e renomeou-a.
Quando fui conferir, estava lá escrito: "SCORPIONS FOREVER".
Ri por causa do lugar-comum que todo fã se utiliza para se referir ao seu ídolo, que ele é "para sempre".
Sendo ele o meu irmão, sabendo obviamente que amo a banda de paixão, captou bem a minha ideia.
Ao escrever o post, só vinha isso em minha mente: "Forever".
Scorpions é isso mesmo: Forever, eternos em nossas vidas!
Mas para variar, resolvi colocar em português; nada como a língua-mãe para revelar nossos sentimentos mais profundos!... (Eu sempre digo isso porque é verdade!)
E aí vai uma dica para quem ainda não se liga no SCORPIONS:
Tente escutar as músicas de todos os estilos, de sua rica produção fonográfica.
Se após ouvi-las com carinho e atenção, ainda não curtir a banda germânica, esqueça!
É sinal que "escorpiões", para você, não passam de animais invertebrados que pertencem à classe dos aracnídeos...



Clipe Wind of change. Simplesmente MARAVILHOSO!!!!


(http://www.scorpionsbrazil.net)

4 comentários:

Principe Encantado disse...

Muito boa banda amiga tenho alguns cds deles, algo em comum entre nós kkk
Abraços forte amiga

Mary Miranda disse...

Olá, Príncipe!
Pois é, querido, o Scorpions tem muitos fãs, o que muito me alegra já que as músicas deles são da MAIS ALTA QUALIDADE!
Tudo o que eu posso obter da banda, eu adquiro!
Agora estou querendo uma camiseta com a foto deles (Só que dou preferência por uma branca. Sou da paz! rsrsrs)
Um abração da Mary para você! :)

rebloggando-requeri disse...

amo a scorpions ... morre de inveja: meu porrinha já entrevistou os caras .... beijo.

Mary Miranda disse...

Olá, Rê!
Já estou mortinha de tanta inveja e Inveja com I maiúsculo, amiga! rsrs
Nossa, que máximo seu filho descolar uma entrevista com eles!
O Klaus é super legal mesmo, como todo mundo fala?
Ai, meu sonho é conhecê-lo e os outros meninos da banda também, claro!
Interessante que eu não consigo chamar "A" Scorpions (você está certa em usar o artigo "A" na frente porque se trata de "A" banda Scorpions!).
Não consigo porque encaro "O" Scorpions como banda essencialmente masculina!rsrs
Beijos,
Mary :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...