PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

Quais assuntos mais te interessam no blog Fatos de Fato?

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Ele é como o vento...


Ah, não canso de repetir: eu ADORO o Vento!
O Vento me traz tudo o que há de mais forte, vibrante, eloquente, destoante, alucinante, envolvente...
Como ADORO o Vento!...
Sempre bom, doce, amoroso, apaziguador, gentil, inteligente, eterno...
O seu sopro é para me lembrar do seu amor, nutrido desde tantos outros planos, e eu, burra para os sentimentos, não havia percebido...
Ah, desde muito tempo que o Vento e eu nos encontramos e desencontramos, nos perdemos no tempo e espaço, mas ele nunca , mas NUNCA de verdade, me esquece!...
Ele pode estar longe agora, no entanto, emana de lá onde está, o seu assobio de amor, e eu me beneficio disso e absorvo toda a sua profundidade de sentimentos, porque aprendi a compreendê-lo.
AGORA EU TE COMPREENDO, meu Vento!
Perdoa, meu Vento, nas vezes que eu não te escutei?
Perdoa, meu Vento, toda a minha incompreensão?
Perdoa, meu Vento, por eu estar tão alojada em mim, que não reconheci você?
Perdoa, meu Vento, pela confusão que faço, logo eu, a que é tão soberbamente 'certa' para tudo?
Meu lindo Vento, eu te ADORO!
E sua força eólica me faz querer seguir, me ajuda a viver, e sentir a vida que lateja a cada sopro seu.
Porque, espertamente, apanho o seu ar e arremesso aos pulmões para o próximo respirar...
Você me traz paz, meu Vento, e tudo que é inerente a todos de sua classe tão nobre:
Você faz a mudança.
Move os moinhos.
Forma as dunas.
Constrói as ondas.
Refresca o verão.
Balança os cabelos.
A minha vida...
O deserto que no meu coração estava, não existe mais; você faz com que seja possível um oásis de emoções até então desconhecido para mim...
E se um dia pudermos nos encontrar de novo ( Eu espero, ah, como espero!), saiba que eu sou ainda a que você conheceu em outros tempos. A mesma, a mesma...
E se nesse dia que nos encontrarmos de novo, eu por acaso esquecer de te dizer algo, se eu tiver algum orgulho e não disser as palavras mágicas que você espera, cobre isso de mim.
E se em nenhum dia eu te disse as tais palavras mágicas, não se preocupe, meu lindo, porque as envio agora, sem culpa, sem receio, livre, como você é, foi e sempre será:
Eu te amo!!!!
Saiba que tudo o que escrevi foi para você.
Quero que se reconheça em cada linha escrita, vírgulas, exclamações, reticências...
Porque o que sinto por você, meu querido Vento, está aqui.
No lugar dos dedos, o coração bate, e transforma em letras, o que ele tanto queria te dizer, embora nem ele soubesse ainda que queria te dizer...


Fiz uma pequena homenagem a você em forma de canção.
Receba-a como forma de declaração de amor porque realmente ela é!
Mudei um pouco a letra original de She's like the wind para He's like the wind para se adequar melhor à minha homenagem ( Patrick Swayze que me perdoe a variação na letra!).
Já homenageei tantas criaturas, mas você, meu Vento, ainda não...
Como não existe tempo cedo, nem tempo tarde, apenas o TEMPO CERTO, então, agora é o tempo, tempo de te falar o quanto você significa para mim.
Não repare minha voz; talvez eu já tenha feito coisa melhor...
Mas perceba a emoção, por favor! Só preste atenção no sentimento, que te manda um beijo, com as cores certas que o amor permite...



He's Like The Wind

He's like the wind through my tree

He rides the night next to me

He leads me through moonlight

Only to burn me with the sun

He's taken my heart,

(But) he doesn't know what he's done

Feel his breath in my face

His body close to me

Can't look in his eyes

He's out of my league

Just a fool to believe

I have anything he needs

He's like the wind

I look in the mirror and all I see

Is a young old lady with only a dream

Am I just fooling myself

That he'll stop the pain?

Living without him,

I'd go insane

I feel his breath in my face

His body close to me

Can't look in his eyes

He's out of my league

Just a fool to believe

I have anything he needs

He's like the wind

I feel his breath in my face

His body close to me

Can't look in his eyes

You're out of my league

Just a fool to believe

(Just a fool to believe)

He's like the wind

(Just a fool to believe)

Just a fool to believe

(He's like the wind)

Just a fool to believe

(Just a fool to believe)

He's like the wind

(Just a fool to believe)

Just a fool to believe

He's like the wind


Tradução:

Ele É Como O Vento

Ele é como o vento através da minha árvore

Ele passeia à noite perto de mim

Ele me guia através do luar

Só para me queimar com o sol

Ele tomou meu coração,

Mas ele não sabe o que fez

Sinto sua respiração em meu rosto

Seu corpo perto de mim

Não consigo olhar em seus olhos

Ele está fora do meu alcance

Só uma boba para acreditar

Que eu tenho algo que ele precise

Ele é como o vento

Eu olho no espelho e tudo que vejo

É uma mulher jovem amadurecida, com um sonho

Será que estou apenas me enganando

Que ele vai parar a dor?

Viver sem ele,

Iria me levar à loucura!

Sinto sua respiração em meu rosto

Seu corpo perto de mim

Não consigo olhar em seus olhos

Ele está fora do meu alcance

Só uma boba para acreditar

Que eu tenho algo que ele precise

Ele é como o vento

Sinto sua respiração em meu rosto

Seu corpo perto de mim

Não consigo olhar em seus olhos

Ele está fora do meu alcance

Só uma boba para acreditar

(Só uma boba para acreditar)

Ele é como o vento

(Só uma boba para acreditar)

This one's for you, my Wind!

Imagem:

http://bebezr.blogspot.com)

12 comentários:

requeri-mangachupada disse...

também adoro o vento ... aqui em casa - andar #12 num prédio sobre uma colina - ele faz barulho qdo passa pelas frestas das portas e janelas.
seu texto me fez lembrar de um filme - é sempre assim, teretete lembro de músicas e filmes - vc assistiu ao filme, o morro dos ventos uivantes???
belissimo!!! tenta arranjar. se não há em locadoras, por aí, vou catar na net e te indicar onde baixar.
mas tb tem o livro ... claro!!! ou um ou outro vale a pena. mas, se puder ter os dois, filme e livro, melhor ainda.
o livro marcou a minha adolescência. eu sonhei, por muito tempo, em ter um heahtcliff na minha vida.
cathy e heahtcliff, uma história linda, forte.
eta mulherzinha danada!!!
unico romance de emily bronte.
boa idéia, vou escrever sobre ele. as pessoas estão precisando de orientação pra leitura valiosa.
beijo.

Mary Miranda disse...

Olá, Rê!

O vento é maravilhoso; desde criança tenho fascínio por ele...
O filme assisti, sim, com o Ralph Fiennes; muito bom mesmo!
Lembro que o personagem dele me causava um tremor por causa do mistério, e a interpretação tanto dele, quanto dos outros estava magnífica!
Acho legal você escrever sobre essa obra.
Estudei sobre Emily Brontë na facul e que pena que ela parou nessa obra.
Mas, um segredo, Rê, que conto a você, minha amiga: o Vento do meu post, tem braços, pernas, e no seu peito esquerdo, bate um coração...

Beijos,
Mary :)

Larissa Bohnenberger disse...

COMPARTILHO DESTE TEU AMOR, MARY! PRA MIM O VENTO, ASSIM COMO A CHUVA, TEM A FUNÇÃO DE CURAR TODOS OS MALES DA ALMA.

BJS, LARI!!!!

Mary Miranda disse...

Oi, Larissa!

O vento é uma das coisas mais fantásticas que Deus permitiu existir no mundo!
Ele tem o poder da transformação, da limpeza, da renovação...
A chuva também traz essa alegria; os dois, quando se unem, ficam imbatíveis! ( Eu me identifico demais com a chuva!)
Só que, amiga, o vento que menciono no post, não é o pampeiro ou minuano aí do Sul, da sua terra.
Ele é um homem, e é muito amado por mim, embora talvez ele não se dê conta disso...
Espero que ele entenda que eu o amo, desde o início, mas nunca admiti antes, o tal orgulho capricorniano bobo e despótico, de não admitir ternura por ninguém...
Estou amando, amiga, e me permito TOTAL doçura e leveza.
Estou no "Mar da Tranquilidade", que meu Vento tanto adora...
Ai, amo demais o meu Vento!...
Mas só agora consigo admitir isso!

Beijos,
Mary :)

joselito bortolotto disse...

Grande Mary, com certeza não tenho essa paixão toda pelo vento e principalmente se ele tiver garras (rsrsr), entretanto muita boa esta semântica (apesar não ser um sinonimo) mas com certeza o vento nos traz e nos leva muita coisa, espero que pra você ele seja portador apenas de felicidade ...

Mary Miranda disse...

Olá, Joselito!

Não é nenhuma admiração pra mim você não gostar de "vento com garra"! rsrs
Sei lá; acho o vento misterioso, envolvente, por isso a minha analogia com o meu Vento-homem...
Sim, amigo, espero que ele só traga felicidade!
Assim como quero muito fazê-lo feliz também!...

Um abraço,
Mary:)

-*Vera Luz*- disse...

Olá Mary!!

Também amo o vento e com ele o fluxo da vida pulsa em nós e como dizem quando os ventos mudam é hora de aceitar pois nos dizem sobre mudanças, desenvolvimento, atitudes, sempre vivemos recheados de momentos que os ventos nos traz assim como eu sempre senti também que quando estou precisando me deixo ao vento e pareço me sentir bem melhor, sinto-me como se tivesse limpado minha aura, energia, ou coisa assim! E até viajo as vezes em pensamento e me levo às montanhas para sentir o vento me envolver e trazer o bem estar que preciso em certos momentos! Muito bom compartilhar do vento aqui no seu espaço!

Um abraço,
"Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma" -*Vera Luz*-

Mary Miranda disse...

Oi, Vera!

Puxa, eu pensei que só eu gostasse assim de vento... rs
Eu lembro, quando era criança, de ficar tempos perdidos olhando um papelzinho solto, voando pra lá e pra cá, um total dependente da força do vento.
Quando assisti ao filme "Beleza americana" (ótimo obra!), um dos personagens havia filmado um papelzinho assim, jogado ao vento, causando uma identificação comigo, fazendo lembrar da sensação de quando eu era tão pequena...
O vento dá uma ideia de mudança mesmo, renovação, algo que tem que tomar novos rumos.
Por isso que fiz essa homenagem ao meu amor, comparando-o ao vento, porque é essa a ideia que ele me traz.

Um abraço da Mary pra você! :)

Mary Miranda disse...

Oi, gente!

Eu recebo tantas vezes lindos comentários nos meus posts no diHITT, e vice-versa, que não resisto e resolvo copiar/colar, para não perdê-los!

Esse abaixo é o da Cacau, que gostei muiiiiiiiiiiito:

"Amiga Mary!
Que lindo amiga,também amo o vento,muitas das vezes vou para a praia no final do dia,sento numa pedra fecho os olhos e deixo ele falar, sabe sou uma aquariana e meu elemento é o ar,não podia deixar de ama-lo, sou como ele estou em todos os lugares numa intensidade infinita e como uma brisa suave que chega devagarinho!
Parabéns pelo seu post!
Bjos querida!"

Mary Miranda disse...

Eu respondi assim à ela:

"Oi, Cacau!

Não sei dizer bem, mas o vento sempre faz uma bagunça gostosa em mim...
Ele é um mistério, aparece de repente e fica soprando; é tão bom!
Você acredita (Pode acreditar, é verdade mesmo! Não haveria por que eu mentir!) que no dia que escrevi o post não estava ventando, mas conforme fui jogando as letras no PC sobre o vento, ele apareceu????
Ficou soprando horas, mesmo após o término do post.
A cortina do meu quarto ficou toda contente, balançando agitada e feliz... rsrs
Sim, o elemento ar é o do trio aquário, gêmeos e libra.
É comum os nativos desses signos se identificarem com o vento.
A minha Lua é em gêmeos, talvez por isso que eu o ame tanto...
Mas, aquário, é sem dúvida, o mais "vento" dentre os nativos.
Vocês são sempre tão criativos e visionários!... (Meu Vento que o diga! rs)
Não sei se você percebeu mas fiz uma comparação do vento-elemento com Vento-homem.
Quis fazer uma homenagem para o meu amor...

Beijos, minha mais nova amiga!

Mary :)"

Mary Miranda disse...

Novamente Cacau fez um lindo comentário e o trouxe para cá:

" Boa tarde Amiga Mary Poeta!
Amiga que lindo seu recado,simplesmente ammmeeeiiii!
Claro que acredito que o vento apareceu quando você escrevia,a natureza é sensível a nós,amiga,você retratou bem os aquarianos é vento purinho,kkkkk!
Mas o meu vento vai em direção a Fraternidade entre as almas,amar sem distinção de credo e cor! Simplesmente Amar!
Amiga faça sempre sim,uma homenagem para seu amor,o amor também precisa ser homenageado!
E vou te falar mais uma: O vento sempre ouve o meu chamado!
É um grande prazer para mim ser sua amiga!
Bjos no seu lindo coração!"

Mary Miranda disse...

Minha resposta:

" Pois é, Cacau!

Pensei nisso na hora também...
A natureza nos "sente" e ela vem, quando precisamos dela.
Fiquei tão impressionada com o vento agitando as árvores, as cortinas...
Sim, e é isso que adoro em vocês, aquarianos, esse amor liberto, de querer bem às pessoas, sem barreiras.
Se ama, ama e pronto, não tem meio termo!
Meu amor, o meu Vento, é bem brincalhão, agitado, um típico vento mesmo! rs
Mas é ao mesmo tão doce, gentil, solidário...
Ele sempre me bagunça, mexe legal comigo, mas é no bom sentido, sabe?
E ele precisava receber essa homenagem porque merece, além do que, eu o amo!...

Beijos, querida, e muito obrigada, obrigada mesmo, por todas as palavras de carinho e amizade que escreveu aqui!

Mary :)"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...