PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

Quais assuntos mais te interessam no blog Fatos de Fato?

sexta-feira, 30 de março de 2012

Dá um beijinho!


Quem não assistiu, deve, quando puder, ao periquito Chico Mineiro na TV!
Nada além do óbvio, um animalzinho emplumado que tira a "sorte" para as crianças que participam por telefone do programa Bom dia & Cia, transmitido pelo SBT...
Só que, atenta como eu sou para o que "não aparece", vi o quão importante pode ser aquele bichinho.
Imagine você, estando entre 0s 5 e 11 anos, vendo uma criaturinha de tão longe, trazendo pelo bico, mensagens de incentivo a serem lidas pelos apresentadores de um programa infantil? Acho que um sonho de uma vida toda, começa nesses pequeninos gestos de ternura...
Chico Mineiro é um periquito que trabalha para "Seu" José, um moço que toca realejo pelas ruas de São Paulo e, tomado pela sua simpatia, a emissora o contratara para fazer a farra da criançada pelas manhãs.
Muito engraçado, gente, ver as nuances de humor do psitacídeo!
O bichinho é bonzinho, mas possui "personalidade" esquentada às vezes, quando não está a fim de puxar papeizinhos aleatórios! "Seu" José dá pequenas pancadas na gaiola e ele não quer sair assim mesmo! Quando sai, "ataca" o dono com bicadas leves no antebraço, como dissesse: "Meu salário não é tão alto assim! O rango nem é dos melhores..." Geralmente o aborrecimento do pequeno emplumado, se estabelece quando está comendo sua maçã, daquelas vermelhas apetitosas, que até eu fico na vontade!... (Temos que concordar que a hora da refeição, é uma hora sagrada!...)
E o tal "Dá um beijinho!" é quando ele retira a folha , tendo o dono a dizer a frase, para que o pássaro lindinho aplique uma imitação de ósculo, roçando seu bico de leve na dimensão central.
"Dá um beijinho!" é tão esperado e interessante, que já aconteceu de algumas crianças, ao ligarem para o programa, pedirem de antemão o gesto carinhoso. Obviamente que levou às gargalhadas os apresentadores Yudi Tamashiro e Priscila Alcântara! (Aliás, ótimos em seus ofícios, o que vai virar dor-de-cabeça para o canal quando tiver que substituí-los! Yudi, então, nasceu para ser artista: multifacetado, suas danças, imitações, e o jeito carinhoso como trata as crianças, ainda que um tanto debochado de vez em quando, é inigualável!)
Uma das meninas parecia que só queria assistir o "beijinho" de Chico, e nem sabia direito qual era a brincadeira que deveria participar. Hilário!!!!
Eu não sou criança, naturalmente, mas lido com elas e as conheço na ingenuidade!
Não importa os videogames tridimensionais, ou os filmes high-tech do cinema, e até os carrinhos motorizados feitos para os menores. As crianças ainda são elas mesmas e que maravilha ouvir que um periquito- comedor- de-maçãs -vermelhas-e-que-não-gosta-de-ser-interrompido, é muito fofo, inteligente e que adoraria receber um "beijinho" dele! Ainda não descontextualizamos de todo os infantes...
Tão ingênuo e generoso é Chico, e nem sabe o quanto de nada indecente tem o seu "beijinho"!
Que ele continue trazendo, além das mensagens lidas, muitas mensagens além das letras! Mais que "previsões" que podem não vir a acontecerem, o periquitinho nos envia essa, que é a das melhores: "Tratemos as crianças com amor, pois ainda é delas o futuro! Guardemos a ingenuidade em nossos corações. A criança em nós, jamais deve arrefecer!..."

Um vídeo curtíssimo do agora famoso Chico Mineiro!






(Imagem:
http://meussonhosdevida.blogspot.com )

sábado, 24 de março de 2012

Ninguém ama ninguém além de si mesmo


Esse, talvez, seja o meu post mais curto!
É que não quero conduzir resposta, por isso, optei em lançar o pensamento, e a análise, fica por conta de cada um...
Leia e reflita sobre o que disse um debatedor de um programa de rádio que, em outras palavras, afirmou o seguinte:
"Ninguém ama ninguém além de si mesmo. Até mesmo os pais não amam seus filhos de verdade. Quando falam que têm orgulho deles, no fundo, mesmo inconfessadamente, estão pensando: "Eu fiz um bom trabalho, por isso meu filho é um campeão!". O amor pelo outro é a medida certa do bem que, direta ou indiretamente, esse outro pode fazer a você..."


(Dr. Carlos Bacelar, médico cardiologista, no debate do Programa Haroldo de Andrade, na década de 80).

Obs.: Ambos, o doutor e o radialista Haroldo de Andrade, já são falecidos.

(Imagem:
Fonte desconhecida)

segunda-feira, 19 de março de 2012

Eu nunca...


Sempre acontece isso comigo, de ter meus "encontros casuais" na net, ao estar procurando uma coisa, e achando outra!
Era um título de música em inglês que eu queria saber com exatidão (não me perguntem agora qual era, pois não lembro!) e encontro o quê? Um jogo para bebuns!
É um tal de "I've never...", criado pelos americanos, que consiste em alguém, numa roda de amigos em número de 10 mais ou menos, todos com um copo cheio de bebida alcoólica na mão, lançar uma negativa afirmativa dizendo: "Eu nunca..." (algo que nunca fez na vida).
Se dentre os outros nove os participantes também nunca passaram por aquela situação, elas continuam com o copo cheio, mas se há pessoas que já tiveram a experiência, vão ter que entornar até o fim...
Nova rodada de copos cheios, e o próximo amigo lança o seu "Eu nunca..." e o mesmo processo, até chegar o décimo amigo.
Pelo o que eu entendi, ganha aquele que menos vezes virou o copo (naturalmente é o que vai ficar mais sóbrio da equipe!...).
Vale dizer que a brincadeira tem que ser feita entre pessoas que conhecem bem as outras e sabem da veracidade das respostas (se não for assim, algumas vão dizer que também "nunca" fizeram essa ou aquela coisa, só para ganhar o jogo!) . Também que tanto mais comum for o seu "Eu nunca...", melhor para aquele amigo, pois a chance de outros beberem, será maior. Exemplo: "Eu nunca comi macarrão!" (a maioria de nós já comeu!), então, os nove restantes, quase que unanimemente, irá entornar...
Esse jogo para mim não serve porque não consigo beber diversas vezes seguidas e me manter bem!... Aguento bebida alcoólica de maneira compassada, dentro de muitas horas, beliscando um petisco...
Só que estamos na internet e a brincadeira pode ser feita, sem copos de bebida, apenas usando a veracidade das respostas.
Fiz uma adaptação para que nós pudéssemos participar virtualmente; topam?
Ficou assim: eu vou expor 10 "Eu nunca..." meus , e quem comentar, vai dizer quantos "copos" entornou, ou seja, quantas afirmativas já praticou na vida real...
Ressaltando que temos que ser sinceros; vale da consciência de cada um, já que a maioria não se conhece ao vivo...

Obs.: Abaixo, coloquei a lista de quem eu desafiei para escreverem seus "Eu nunca..."

EU NUNCA...

1) Eu nunca traí nenhum namorado;

2) Eu nunca viajei de avião;

3) Eu nunca comi a batata frita do MacDonald's;


4) Eu nunca tomei Red Bull;


5) Eu nunca assisti ao filme Avatar;


6) Eu nunca fui a primeira de uma fila muito grande;


7) Eu nunca cheguei atrasada a show ou cinema;

8) Eu nunca namorei alguém que um(a) amigo(a) me apresentou;


9) Eu nunca esqueci panela no fogo;


10) Eu nunca fui dama de honra em casamento .



Lista dos 10 desafiados: (em ordem alfabética)


(Imagem:
Fonte desconhecida)

quinta-feira, 15 de março de 2012

Moderar (ou não) comentários: vantagens e desvantagens


Comentário em blog é primordial, não há dúvida, e ninguém contesta. Blogueiro que não gosta de comentário, deve mudar de "praia"; opiniões de leitores fazem parte desse campo de exposição de ideias.
Mas como comentar? Qual o ideal de comentário num blog?
Depende.
Cada blogueiro tem metas a serem atingidas e, conforme o perfil da blogagem, ele poderá gostar dessa ou daquela maneira de exposição em seu espaço.
Contudo, não foi para explicar o que é ou não comentário, e a sua importância (sobre a relevância, um produtivo debate já ocorreu nesse artigo Até que ponto o comentário é importante?, onde os vários leitores deixaram suas excelentes opiniões), que estou aqui neste momento.
Neste artigo, venho com o processo ainda tão confuso do moderar comentários ou não, algo que causa controvérsias entre os atualmente milhares editores espalhados pelo mundo.
O choque acontece porque os blogueiros que liberam abertamente os comentários dos leitores, alegam "censura" por parte dos editores que moderam, e esses, por sua vez, acusam que blogs não-moderados, trazem letras de identificação anti-spam, que tanto mal-estar ocasionam aos leitores mais práticos...
E quem está certo? AMBOS!
Por isso achei cabível uma análise de todos os fatores que levam os dois tipos de editores de blog - os que moderam e os que liberam comentários- para chegar-se a um consenso do que é melhor para o espaço de quem esteja lendo.
Através de observação e pesquisa, creio ter conseguido segregar as vantagens e desvantagens da moderação - ou não - dos comentários.





MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS

Vantagens

  • É válido para evitar-se comentários ofensivos ou de procedência tendenciosa;
  • Quando surge um novo comentário, é fácil de achar pois o blogueiro o verá no painel de controle de seu blog;
  • Evita-se que posts mais antigos sejam "esquecidos", isto é, o blogueiro vendo o comentário a ser moderado, tenderá a dar uma resposta, se for de seu feitio, naturalmente;
  • Há uma tendência maior do blogueiro receber comentários realmente a ver com seus posts, pois comentarista spammer sabe que análises improdutivas não serão publicadas;
  • É bom quando um comentarista não tem o endereço de e-mail do blogueiro, quer deixar recado apenas, mas que este não venha a público, pedindo, assim, que não o publique (impossível em blogs que liberam seus comentários automaticamente).


Desvantagens


  • Parece, a quem comenta, que o blogueiro é um "deus" e só libera os comentários que lhe interessam;
  • Exige maior tempo do editor já que terá que ler todos os comentários antes de liberá-los;
  • Quando tem letras de identificação, espanta mais da metade dos comentaristas;
  • Causa insegurança nos comentaristas pois nunca têm certeza se o comentário foi, de fato, enviado.

NÃO-MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS


Vantagens


  • É mais rápido e prático pois, de imediato, o comentarista verá seu comentário publicado;
  • Dá a sensação de democracia a quem comenta já que toda a sua opinião estará aberta ao público, sem passar por nenhum tipo de "triagem";
  • É ótimo para blogueiro com pouquíssimo tempo pois este não terá que ler comentário por comentário para publicá-lo, após passar pelo seu crivo;
  • Pela sua rapidez de publicação, a tendência é que haja mais comentários pois, dependendo dos comentaristas que ali estejam, respostas anteriores podem colaborar com debates profícuos em tempo real;
  • Psicologicamente falando, é um sentimento de liberdade que o comentarista tem, sabendo que tudo que escrever, virá a público, sem que o editor interfira.


Desvantagens
  • É perigoso quando comentaristas mal-intencionados deixam suas opiniões. Estes escolhem posts mais antigos, que o blogueiro talvez nem se lembre, às vezes usando termos ofensivos, e assim atraindo problemas até mesmo com a Justiça;
  • É o paraíso dos spammers. Muitas pessoas se aproveitam, de blogs com comentários liberados, para propagandas, interesses apenas delas, para trocas de links, etc.;
  • Corre o risco maior do comentarista apenas fazer "número". Não responde adequadamente o post e espalha elogios vazios, sem "peso" para a postagem vigente;
  • Em postagens mais antigas, o editor demora muito tempo para achar o comentário feito.

Essas foram algumas das minhas visões sobre moderar ou não os comentários, com suas vantagens e desvantagens.
Desde muito tempo optei pela moderação de comentários, retirando as letras de identificação.
Pesei bem os prós e contras de cada um e, no meu caso pessoal, a moderação é perfeita porque me livra de certos incômodos nada propícios ao meu bem-estar de blogueira atuante...
Cabe a cada um, porém, fazer o mesmo, colocando na balança o que melhor lhe aprouver na prática.
Como disse inicialmente, quem libera ou não os comentários, está certo. O mais importante é que a arte de blogar seja abrangente e satisfatória.
Blogosfera deve ser um espaço tranquilo para todos, blogueiros e comentaristas, onde a troca de informações seja a meta principal!


Boa navegação para nós!!!!

(Imagem:
http://www.querocriarumblog.com.br
Edição de imagem:
http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com)

segunda-feira, 12 de março de 2012

Dedico a você essa canção!


Conhece o chamado "morde e assopra", quando alguém faz algo que fere o outro e depois ameniza?
Aqui é diferente: é o não tão famoso assim, "assopra e morde".
Ninguém entendeu nada, mas corro para explicar.
É que o amigo Paulinho Pinheiro me convidou para um meme musical onde devo dedicar 7 músicas a 7 pessoas e indicar 5 para dar continuidade à brincadeira.
Quem não gosta de receber uma música dedicada a você? Só se a mesma for ofensiva ou quem te "homenagear", tem o intuito de debochar com letras em desacordo com os princípios do "homenageado"...
Eu, arbitrariamente, mudei um pouco a regra do jogo e, sem esticar conversa, digo que as mesmas 7 homenageadas, serão as convidadas para o prosseguimento do meme!
Por isso, curtam cada música, vocês, meus amigos escolhidos, e logo depois, desligado o track, mãos à obra e mande as suas "mordidas e assopros"! (ha)
Não sei se acertei na escolha das músicas, porém, foi de coração... Espero que me perdoem, caso não fui feliz com as que aqui estão pousadas!...

Obs.: Para assistir aos vídeos, clique sobre o nome da canção! (Não fiz o embed porque, bem... acho que quem é blogueiro, já sabe!...)













321 - Scorpions








Rê Requeri


CRAZY TRAIN - Black Sabbath



Van

AMOR I LOVE YOU - Marisa Monte (declamação: Arnaldo Antunes)


Mais uma vez peço desculpa se não acertei o gosto musical dos aqui convidados!
Fui seguindo a intuição, o que andei lendo aqui e acolá... Tenham a certeza, no entanto, que ofereço essas canções com muito carinho e profundo afeto por todos vocês!!!!




(Imagens:
Fontes diversas
Edição da imagem de abertura:
http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com)

quinta-feira, 8 de março de 2012

Na cama com...



Parece brincadeira, mas as camas alheias provocam mais orgasmos que as nossas próprias!
Não, não se trata de pervertismo meu, não sugiro que as pessoas estejam traindo seus cônjuges e/ou afins!...
Meu alvo são as camas quentes e - talvez- rentosas, das pessoas que conhecemos, sobretudo as dos artistas.
Caia no poço sem fundo da cara-de-pau, e eu te amofinarei até passar pelo buraco do funil, aquele que disser que nunca tentou descobrir se fulano ou sicrano é gay, ou com quem o fulano, sicrano e também o beltrano, anda saindo...
Frases como: "Eu bem que desconfiava!" (quando alguém se assume homossexual) e "Estava na cara que o fulano (sempre ele!) estava de enrosco com a fulana..." (quando alguém traz a público um namoro velado de vizinhos comuns às duas pessoas "Investigadoras Oficiais de Camas Alheias"), são recorrentes e oficiosas, embora, na sociedade, tomem ares de instituicionalizadas.
Eu não estou aqui para ser omissa, sonsa ou outro adjetivo que me falhe a memória, por isso admito meu lado voyeur ao varrer as intimidades dos quartos dos astros que aprecio ( Os dos vizinhos, geralmente, não têm o mesmo glamour ...)
Vê-se pelas revistas exploradoras de celebridades -que vendem mais que água no Deserto de Gobi - onde a ida ávida dos leitores na seção do: "Quem está "pegando" quem?" é notória e abusiva!
Quando o comprometimento com a "ordem natural da coisas" não prossegue, isto é, não é com seu companheiro(a) que a relação sexual ocorre, o artista na berlinda tem seu nome cantado em verso e em prosa, estourando os ouvidos alheios com suas explicações, e as revistas que não param de vender...
Houve uma época que questionavam a existência dos paparazzis, com o argumento que eles atrapalhavam as celebridades e, até, um deles acusado de ter provocado a morte de Lady Di!
- Oh! - a interjeição em uníssono dos céticos melindrosos - Um cara desses tinha que ser preso...
E estão lá, os mesmos "ofendidos" do uníssino "Oh!", assistindo o noticiário para saberem TUDO sobre a princesa, sua vida, seus amores... E alguém se perguntou quem tirou as fotos em ângulos comprometedores da saudosa celebridade quando em namoros secretos? Somos inocentes e não sabemos até hoje que o trabalho sujo vem daqueles chatos, sim, mas que tanto apaziguam a ânsia de obscuridades à luz!...
Por simples curiosidade, para avacalhar pessoas que não se gosta, para não ficar de fora de uma conversa ou porque a "grama do vizinho é sempre mais verde", o fato é que os artistas são o sparring quando o assunto rareia.
É gostoso falar mal do Governo, no tocante ao atraso das obras da Copa 2014 e o aumento do salário dos professores que é sempre um absurdo, porém, é mais gostoso deitar em alcovas não nossas, aquelas que, invariavelmente, se estabelecem na "da casa dos outros"...

Alguns "quartos" famosos foram abertos ao mundo, e aqui os preparei para o nosso "gozo".
Descobertas que não modificaram (nem modificarão) a história da humanidade, que renderam, contudo, muita conversa em rodas "papo pro ar"!...
Apresento agora o:

NA CAMA COM...


Madonna



Essa nasceu para ser rainha do pop pois é quase sempre foco de todos os holofotes! A cantora norte-americana Madonna tem tantos escândalos sexuais, que eu não conseguiria expor tudo aqui, por falta de espaço...
Deixo apenas um, para os "fieis" da Santa Madonna de La Isla Bonita (catei essa fala do Crô de Fina Estampa, que "orou" por esses dias a ela...): a artista é conhecida por fazer "teste de alcova" com todos os seus guarda-costas ou personal trainers. De um desses, engravidou, nascendo a filha Lurdes Maria. Cala-te boca!...


Bill Clinton


Na época presidente-decadente, o norte-americano Clinton apareceu mais por seus "descuidos de sêmen" no vestido da estagiária Monica Lewinski, do que por seus predicados como político. Ainda tentou umas bombinhas no Kosovo, só que nossas lembranças mais decisivas de seu valor no executivo, vai para o vestido amador, que não sei a cor até hoje...



Ronaldinho Fenômeno


Por aqui também tivemos sonoros ribombos escandalosos, como o do ex-jogador de futebol, o brasileiro Ronaldinho, saindo com travestis e fazendo "cara de paisagem", alegando que não sabia que não eram mulheres! Ele tentou verter o foco para outras áreas, ainda que não tenha surtido efeito. Não eram mulheres, e daí? E tinha lá que estar em "baladas", ele, um homem casado? Escândalo duplo!...


Ricky Martin


Lindo, simplesmente o sonho de consumo de 11 em cada dez mulheres, o cantor porto-riquenho Ricky Martin revelou ser homossexual. Não que a maioria já não soubesse (eu mesma já tinha quase certeza e há muitos anos!), só que, ao ouvir de sua própria voz, virou hit nas revelações na época. O segundo passo era desvendar quem seria o eleito para o seu coração bater mais forte. Agora está quase casado com alguém que não sei o nome. E ele continua lindo!...


Hugh Grant


Também lindo, e de olhos azuis, o ator inglês Grant, na época noivo, foi pego com a "boca na botija", ou seja, praticando sexo oral com uma prostituta. Estaria razoavelmente bem se não fosse um detalhe: o ato foi na rua! A maioria dos artistas se dá com esse tipo de escândalo, mas para o ator se tornou um dos maiores tiros no pé: perdeu a noiva, foi indiciado, tendo que pagar multas altas, perdeu a credibilidade junto à crítica de cinema e recebeu um "chega pra lá" do público, não conseguindo emplacar filme mais nenhum (sua recuperação só veio de verdade com o maravilhosamente contagiante Um lugar chamado Nothing Hill, contracenando com Julia Roberts). Pena ter acontecido isso com ele pois, além de belo, é muito talentoso, e seria hoje em dia tão famoso quanto Brad Pitt...


Tiger Woods


O jogador norte-americano de golfe Tiger Woods, se envolveu em inúmeros escândalos sexuais, cuja alcova foi alvo de atenção. Símbolo de homem-família, causou perplexidade ao admitir publicamente seus inúmeros casos extra-conjugais. Envolvimento com diversas amantes, incluindo prostitutas, teria levado a ex-mulher a pedir o divórcio. Suas traições arruinaram sua imagem, perdendo vários contratos com patrocinadores.



Luma de Oliveira


Deu o que falar o suposto romance entre a ex-modelo brasileira Luma de Oliveira e um sargento do Corpo de Bombeiros há alguns anos! Ela era casada com ninguém menos que Eike Batista, o empresário com maior fortuna do business brasileiro e a oitava do mundo. Se houve affair ou não, o problema é que o casamento acabou, e nunca se soube de nenhum outro romance público da ex-modelo...


George Michael

O cantor grego naturalizado inglês George Michael já aprontou foi muito no meio artístico, e tudo voltado para os escândalos! Dos sexuais, temos em nossos arquivos de vasculha, sua prática de sexo oral numa cabine telefônica. Por ser local público, naturalmente que já trazia a configuração polêmica da coisa e, "de quebra", para apimentar o que já era ardente, a prática foi com um homem! Ao contrário de Martin, pouquíssimas pessoas sabiam da opção sexual de Michael, por esse fator, virou pauta de bisbilhotice por muito tempo!


Charlie Sheen


Esse não perde nada para George Michael quando se refere a escândalos! O ator norte-americano Charlie Sheen, famoso por seu talento e beleza (ele era apontado como um novo galã, estilo Tom Cruise, na década de 80), acabou se tornando mais alvo de "disse-me-disse" que outra coisa nos últimos tempos. Uma das suas "façanhas" atém-se a um escândalo bem sonoro. Além de quebrar o hotel inteiro, Charlie havia traído a então esposa com uma atriz pornográfica, que o acusa de não tê-la pago pela noitada lasciva. Por conta de seus múltiplos escândalos, principalmente de ordem sexual, perdeu o direito de visitar os filhos gêmeos.



Woody Allen


Grande cineasta e um dos maiores cronistas urbanos de Nova Iorque, Woody Allen não escapou dos mexericos, que o acusaram da prática de incesto. É que Allen, já separado da atriz Mia Farrow, se envolvera com a filha adotiva da ex-mulher. Até hoje não se tem certeza, mas o diretor/ator tem em sua defesa, o fato de nunca ter tido vínculo de pai com a moça, o que descaracteriza o crime. De qualquer maneira, os dois estão juntos até hoje...


(Imagens e pesquisa:
Fonte diversas
Edição de imagem de entrada:
http://marymiranda-fatosdefato.blogspot.com)

sábado, 3 de março de 2012

Fraudes da convivência


Nessas aglomerações de povo, alguém lança seus muxoxos entre dentes, e eu nunca estou ali, para assistir espetáculos burlescos!
Soberba, representante de Balzac, aprendi a não dar pelota para os que menosprezam, se me remedou, problema, se me desaprovou... Em toda rosa há espinhos!
Alterações de voz é para quem perdeu e não sabia, perde a razão, aquele que grita...
Uma caixa de moedas, moedas valiosas de sabedoria, revelam o oculto despertar: tanto mais conhecimento, menos barulho!...
Ridículo ser ignora minha existência julgando-se superior, um homem e sua balança, medindo pesos do quê? Ele não sabe que não se sustenta existir...
Passe por mim e não me olhe na face, cuspa na rua, suje a calçada com o seu descaso, passe "batido", se equilibre na força da vontade que é fingir-se de morto; camaleões mudam de cor... Humanos também podem fazer-se de "desentendidos" de vida!
No passo que se dá rumo à perpetuação, ouvidos são para ouvir, mas jamais escutam a verdade. É mais fácil afugentar a penúria, descobrindo o não-querer, perscrutando o nada, o outro lado da rua que nunca surgiu...
Calúnias, "pegadinhas", que barato, é ver os mangangás voando sobre petúnias, nunca assistimos aqueles pequeninos sugando o néctar! Levei um "corre" de um deles e estou de pé: quero me fazer valer da força que tenho de um suposto pensar do raciocínio imediato!...
Vitoriosos aqueles - que vitória gozada!- não te vejo, mas não deixo de estar, o meu ultraje que de nada vale, uns vinténs de desprezo, uma miséria de superioridade...
Ouça o que eu digo: "Há de muito de Messala aqui para você odiar!", ainda sou alguém que não caiu pelo chão, as batatas-doces das Juninas Festas, um desmoronamento que faz-me mais atenta!...
Olhe o que vejo: "Dá pra enxergar com as mãos o que os olhos não veem!" , se estiver escuro, vou tateando, tropeçando na comédia dos erros, bambeando, bêbada ou "bombada", ali em frente, ressurgida, "randomicamente" num fiapo de ser, que juntará os cacos e formará ilustre construção!
Alguém aí esqueceu de apagar a lâmpada? Eu, não!...
Meu sono é feito no breu dos mortais e no outro dia, haverá a luz; há sempre alguém que acende o fósforo, nem que seja para lumiar o vício do obscuro cigarro...
Famigerado valor desvalorizado, há mais reentrância no duvidoso... Perguntas menores para os grandes, engrandecimento para os desprovidos de talento!... Esse é o caminho para os sujeitos inflados: não permitir a classe dos classificados, porque não se dá asas a quem sabe voar...
O meu espaço vai desde o que tenho até onde o outro possui, limites ilimitados, fazer do que me cabe, a imensidão do meu ser tantas vezes em desalinho!
Mãos unidas em oração, eu peço a um deus surdo, que me faça mais benevolente com os que têm fome, e nem observo na esguelha de sobrancelha, que o transeunte se esquivou do carro... Ajuda, vai, pergunte se se feriu; muda sou, para um deus que me fez a sua semelhança, igualmente surda...
Palidez de conceitos no pavilhão multicor. Ergo a bandeira dos que defendem, e o que é "defender", quando um indefeso grita por justiça? Caia fora porque você não "abraça" a minha causa... Estranho: só se defende o que já é previamente defendido!...
Encare de frente que você ainda não alcançou, e o seu vôo não ultrapassou o albatroz!
Meros apelos, reconheço, porque minhas palavras estão leves feito vento, e você só entende a ignorância!...
Tomo a direita a rua e prossigo, sem máculas de dor que feriram a alma... Saia ileso, não me incomodo: há outras esquinas e eu te pego desprevenido com a minha sobriedade!...
Vá e espalhe a grande nova, que me viu andando despreocupada, após o tombo no palco dia-a-dia; tormenta de mar, navego sem sair do túnel-maremoto!...
Oh, Deus, que me fez gente, aguentando a iniquidade do trato indigente!
Eu mereço, junto aos meus, o sacrossanto direito de me reiterar... Impúrias inglórias, me safo na redoma do que me é impossível...
Não se chuta nem cachorro morto, o que dirá eu, gente e VIVA!
Para os incapazes de pensar e se colocar no banco dos réus, para aqueles que se refazem na intolerância, para aqueles que sorriem da desgraça alheia e para aqueles que ainda me querem derrotada, tenho a clandestina, secreta margem para a veneração.
Pois se matem, invejosos, se quebrem, se arrebentem!...
Quando me olho no espelho ainda, desgraçadamente para vocês, os ímpios, ainda enxergo, tenho olhos de ver e consigo vislumbrar o que almejo...
Miseráveis fragmentados: estou inteira e ainda me deparo sorridente, e eu ainda SOU EU!...

(Imagem:
http://www.sitedecuriosidades.com)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...