PARA QUEM AMA GATOS

PARA QUEM AMA GATOS
(Clique na imagem)

Quais assuntos mais te interessam no blog Fatos de Fato?

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Hiperhidrose e eu - Um caso de "amor"




Não é contagiosa.
Não é perceptível com facilidade.
Não atrapalha trabalhar.
Não faz mal a quem está por perto.
E não é considerada doença.
Mas incomoda.
Incomoda socialmente.
Falo da hiperhidrose, mal que acomete 1% da população mundial.
E eu sou, infelizmente, uma dessas pessoas.
A hiperhidrose é o nome do mal de quem tem suor em excesso nas mãos, pés, axilas e/ou rosto .
Ela faz com que as pessoas que a possuam, se sintam um tanto ou quanto constrangidas em eventos sociais, quando é de praxe estarmos em meio à muita gente, tornando-se torturante, principalmente em dias de calor.
Há pessoas que apelam para roupas escuras ou estampadas para esconderem as marcas de suor que se acumulam embaixo do braço.
No meu vestuário, trago roupas de diversas cores. Não piro com a "senhorita incômodo".
Eu, para ser sincera, até que lido bem com ela, já que aprendi a driblar seus efeitos:
1) Para os pés, ando de sandálias abertas , e quando são fechados, troco as meias sempre;
2) As axilas , lavo-as bem e várias vezes por dia, e me utilizo de leite de colônia;
3) O rosto, limpo-o com algodão ou mesmo a toalhinha ( As pessoas mais íntimas já estão acostumadas a me verem com uma delas. Tenho até uma personalizada!!!!)
Agora, o suor das mãos é onde mora o tormento!
Para os afazeres comuns ao meu dia-a-dia, tudo bem mas, como eu já dissera, o aspecto social me atrapalha.
Um simples apertar de mãos é horrível pois, às vezes, estou nos dias de sudorese nas palmas, então, timidamente, entrego-as ao amigo ou amiga como se a sentença fosse vir a qualquer momento: "Oh, você está com as mãos suadas!!! Vai ser executada dentro de meia hora!"
É, para quem sofre de hiperhidrose, o maior temor , é ouvir o que ela já sabe desde criança( Pois é! Hiperhidrose nasce com a gente! Já foram vistos bebês escorrendo suor nas mãozinhas inocentes...), que elas suam a mais que a maior parte da humanidade!
E depois não é! Todo mundo acaba achando que estamos nervosos, preocupados com algum assunto complicado!
Nada!
É só um momento de suor a mais que essa chateação permite!
Às vezes, é verdade.
Ansiedade ou nervosismo aumenta a quantidade de suor produzida, mas isso não se configura em regulamento fixo.
Aliás, eu me achava uma "aberração" ( termo forte, não?) até uma jornalista que me falha agora o nome, ir ao "Programa do Jô" e dizer que se tratara da dita cuja, fazendo uma operação num dos ossos da coluna ( ou algo semelhante!) .
Foi com ela que eu descobrira que além de ter operação, tinha esse nome, que várias pessoas sofriam com ela e um livro sobre o assunto, a jornalista publicara.
Por esses dias ouvi falar de Botox nas partes afetadas .
Portanto, o valor a ser pago, não valeria a pena.
Durar apenas 3 meses?
Operar... Quem sabe um dia crio coragem????
Bem, um truquezinho que arrumei para as mãos, é lançar o rosto para a frente.
Desta forma a pessoa se satisfaz em me cumprimentar beijando apenas a face, não precisando apertar a mão, que geralmente recolho! ( Devo ter sido considerada mal-educada por muitos, por ter tido esse tipo de comportamento...)
Quando eu era criança, ficava incomodada de parar certas brincadeiras para ter que lavar as mãos e os pés ( sempre descalços, dá até nervoso de lembrar!) para tirar, na torneira do quintal, a mistura de suor e poeira, agarrados sem dó na sola e palmas.
Na escola, já havia uma brincadeira de escrever na mão, um recadinho qualquer.
Cadê que alguém conseguia? Só nos dias que eu estava livre da sudorese.
Em reuniões que se pede para apertar a mão de quem esteja próximo, eu prefiro abraçar, porque sei que mantenho sempre minhas axilas limpas, de modo que não passarei vergonha.
Dias frios ou ar-condicionado, me ajudam bastante, embora ocorra um "resfriamento" de vez em quando no corpo, parecendo um contraste térmico .
Nós, brasileiros, temos a cultura do banho, o que muito me ajuda.
Qualquer lugarzinho que você vá, logo alguém diz: "Vou tomar um banho bem 'esperto' agora..."
Eu necessito dele por sobrevivência!
Chegando de qualquer lugar ou indo, o suor me incomoda, perco a noção do que se esteja falando, se eu estiver muito suada, é claro.
Mas como no Brasil é do jeito que falei, então, ninguém acha estranho uma pessoa interromper um papo (ao telefone ou ao vivo) , pedir licença e se meter embaixo do chuveiro!
Ah, é por isso que eu adoro esse País!...
Outro fato maravilhoso que a "dona" hiperhidrose nunca me perturbou, foi para namorar.
Naturalmente que se a pessoa com esse mal vai se encontrar com alguém para fins de romance, tem que se armar de métodos bem eficazes para não estragar o clima!
No meu caso, a política do asseio é fundamental!
Banho - antes de sair;
Roupa - bem limpa e perfumada;
Para o rosto e axilas - leite de limpeza facial e algodão ( lenço também);
Para as mãos - lenço ou toalhinha, que levo sempre dentro da bolsa.
Assim o encontro se faz , se curte tudo na maior tranqüilidade e todo mundo é feliz!...
Já que se trata mais de um problema em sociedade do que qualquer outra opinião, deixo uma dica para quem não sofre de hiperhidrose, ou seja, a maioria esmagadora:
Se alguém recolher a mão, não vá tomar a pessoa como anti-social, por favor!
Ou se encontrar suor em excesso em alguém, não comente, ainda mais se for nas palmas!
Quem tem isso, não consegue controlar, então, se for um daqueles dias de suor abundante( não é todo dia, nem toda hora que a hiperhidrose nos pega) , vai ser extremamente desconfortável alguém "assinar" que o indivíduo está esvaindo em água sudorípara.
Fale com a pessoa como se nada estivesse acontecendo, fale de assuntos comuns porque , apesar de tudo, a vida é bela!
Finalmente, quero salientar aos curiosos ( a curiosidade matou o gato ou o guarda?) que não tive, em nenhum momento enquanto escrevia esse post, um suorzinho sequer para contar história...




(Imagem: http://agneto.sites.uol.com.br)

18 comentários:

Jorge C. Reis disse...

Para as axilas use um desodorizante antitranspirante em rollon, de preferência;
Para os pés experimente polvilhar com uma mistura de partes iguais de talco e borato de sódio;
Experimente aumentar a quantidade de sal na sua comida.
Um beijo

Mary disse...

Oi, Jorge!
Vou seguir essas dicas q vc deu!
É bom amenizarmos nossos problemas, né?
Agora, sobre o sal, creio q eu o use na quantidade certa!
Mas vou verificar direitinho p ver o q posso fazer!
Obrigadão, meu querido amigo!
Bjs,
Mary.

joselito disse...

Mary Mary

Hiperhidrose, 1%, então a cada 100 um tem o problema. Bem, acho um percentual até alto, na verdade muita gente nem se dá conta do problema e até acredita numa normalidade. Acho que realmente para a mulher é um pouco mais desconfortável, mas, parece que você convive até bem com o problema, mas, acho que deva haver algumas outras atenuantes que você ainda desconheça.

Teilor disse...

Também sofro do problema e sei como é constrangedor. Meu pior pesadelo é o suor no rosto.

Estou estudando a possibilidade de fazer uma cirurgia, mas o alto preço desta está um pouco fora do meu orçamento.

Mary Miranda disse...

Joselito, meu querido estatístico!
Olha, pelos meus cálculos, como o número de habitantes é de mais ou menos 8 bilhões no Planeta Terra, então, são 800 milhões q sofrem c/ a hiperhidrose! Estou certa?
Uau! É muita coisa mesmo!
Vc notou q eu convivo até bem porque consegui arrumar "métodos" de convivência c/ a minha "queridíssima" amiga!
Um dia devem inventar algo q acabe de vez c/ essa chatice, s/ precisar de operação!
Abração, amigo!
Mary.

Mary Miranda disse...

Oi, Teilor!
A hiperhidrose é muita chata, não é?
P/ vc o pior é o rosto, p/ mim é suor nas mãos por causa do aspecto social, como falei no post!
Qd estou em dias de sudorese forte, não gosto de apertar mão de ninguém! Pareço até mal-educada! rsrsr
Sobre a operação, além de cara, eu também morro de medo!!!!
A ciência está tão avançada. Logo, logo, quem sabe, não inventam um remédio q acabe de vez c/ isso?
Um abraço e obrigada por comentar!
Volte sempre q quiser!
Mary.

Anônimo disse...

olá, queridos companheiros de hiperidrose. A mensagem que deixo aqui é que além das axilas, além dos pés, as minhas mãos pingavam água o dia e a noite. Sempre trabalhei com o público e depois que me casei, mais público porque o meu marido tb precisa se expor ao público e lá vai eu junto como esposa e o suor sempre companheiro. Porém achei uma solução muito legal que é a cirurgia. Operei no HC, super tranquilo e hoje sou muito feliz pois não tenho mais esse problema de hiperidrose. Pessoal resolvi escrever aqui para incentivá-los a fazer esta cirutgia pois garanto a voces que é uma cirurgia super simples e que vai resolver o problema de voces. um beijo

Mary Miranda disse...

Olá, amiga!
É bom vc nos incentivar a dazer a cirurgia porque, assim como eu, muita gente tem muito medo!
Um dia eu farei, só não sei quando...
Obrigada pela colaboração e incentivo!
Volte sempre!
Abração da Mary p/vc!

Anônimo disse...

Olha eu também fiz a cirurgia no Sanatorinhos de osasco e ao contrario de uma amiga falou para mim não adiantou muito,continuo com o meu sofrimento,transpiro muito no rosto,mais acho sim que vale a pena vcs tentarem posso dizer que muito tranquila e de rapida recuperação esta cirurgia chamada simpatectomia,boa sorte a todos,abaixo a sudorese!!!

Mary Miranda disse...

Oi!
Pena não ter sido muito a contento a sua operação!
Mas só pelo incentivo a todos p/ fazerem, já vale!
É naquela: o q serve p/ um, pode não servir p/ o outro, e vice-versa.
O meu maior sonho é não precisar operar; que um remédio surja ou uma injeção, sei lá, que acabe com a hiperhidrose!
Abração p/ vc e Boas Festas!
Mary.

Amanda disse...

Também tenho hiperhidrose. A que mais me incomoda é a axilar, pois a palmar eu sei controlar bem e já consigo conviver com ela. Estive pensando muito em fazer a cirurgia, porque como vc disse, aposto em roupas escuras e estampadas e isso está me incomodando muito. Tenho 15 anos e a hiperhidrose apareceu somente aos 13 e desde então venho tentando controlar de todas as formas e não estou obtendo muitos resultados. Queria saber qual médico procurar, pois cada um diz uma coisa. Até psiquiatra e psicólogo já me indicaram !
Beijos.

Mary Miranda disse...

Oi, Amanda!
Bem, vc falou q só desenvolveu a hiperhidrose a partir dos 13 anos, o q me chamou a atenção pois, pelas minhas pesquisas, todo mundo q a tem, nasce c/ ela.
Mas se optar por uma cirurgia, procure um cirurgião torácico especializado em videotoracoscopia( é um nome esquisito, mas q eu saiba , é isso mesmo!) q ele poderá analisar o seu caso em particular.
Lindinha, vc é adolescente e eu fico aqui pensando se não é um fator hormonal q esteja interferindo...
Se eu fosse vc, esperaria chegar a idade adulta!
Mas não vou ficar aqui dando conselhos, s/ conheciemnto de causa.
Cada um de nós sabe o quanto dói certas situações e tentamos ao máximo, resolvê-las.
Minha dica é q vc procure um médico especializado e se informe adequadamente c/ ele.
E não dê ouvidos a desinformados!
Onde já se viu te indicarem p/ psicólogo?
Querida, boa sorte p/ vc!
Obrigada por comentar!
Bjs,
Mary.

Amanda disse...

Algumas pessoas nascem sim com hiperhidrose, mais outras, já tem só que os sintomas mesmo só aparecem mais tarde. Pode ser na puberdade ou na fase adulta mesmo. Meu pai tem o mesmo problema, ele sua muito na face e pelo que já pesquisei, sempre que alguém tem hiperhidrose, tem outros casos na família. Eu pensei que pudesse ser problema hormonal mesmo, mais não sei se é, por isso quero procurar um médico pra verificar qual a verdadeira causa. Já indicaram psicólogo por pesarem que possa ser por problemas emocionais, mais eu tenho certeza que não! Se tiver como fazer a cirurgia e tiver pelo menos 99% de chance de acabar totalmente com o problema, eu não vou pensar duas vezes pra optar por ela. è um problema extremamente incômodo e que acaba, muitas vezes, com a auto-estima (já aconteceu de algumas vezes eu nem querer sair de casa por isso.) Vou procurar primeiramente um dermatologista, pra ver se não tem outros problemas e se realmente é isso. Se for, procuro esse cirurgião do nome estranho como você disse. Já tinha ouvido falar nesse médico, mais nunca tinha visto nenhum em minha cidade. Vou me informar melhor e se eu obter mais informações sobre esse probleminha, eu posto aqui. Obrigada !

Mary Miranda disse...

Olá, Amanda!

Informe, sim, quando vc descobrir qualquer coisa q possa somar!
Compartilhe conosco as suas descobertas porque vai favorecer não só a mim, a vc, mas a muitas pessoas q sofrem do mesmo mal.
E não fique deprimida por isso.
Saia, se tiver q sair, namore bastante, curta a vida, porque se eu consegui chegar a idade adulta com certa facilidade, vc também conseguirá, pode ter certeza disso!
Continue, como eu, buscando melhorias p/ o problema, só não se deixe levar por ele.
Isso é só uma diquinha, está bem, querida?
Quem sou eu p/ dar conselhos p/ alguém!
Novamente o meu reforço de boa sorte e o meu obrigada pela proveitosa participação!
Bjs,
Mary.

elaine disse...

Oi,

acebei de ler esse post. Me compadesso com seu problema. Sei exatamente o que vc passa. Estou juntando grana para minha operacao. Medo nao tenho, apenas me falta grana...rsrsr
abraco

Mary Miranda disse...

Oi, Elaine!
Fico bastante surpresa por conhecer tantos sofredores de hiperhidrose!
Acho q vão inventar, em breve, um meio mais eficaz de contornarem esse problema, s/ precisar de operação!
Eu tenho temor à operação, p/ falar a verdade...
No q dia q tiver grana, vou ver se fico destemida! rsrsrs
Um abração e obrigada pelo comentário!
Mary.

Anônimo disse...

Olá,
Meu nome é Janine e sempre sofri com a hiperhidrose. Há um ano resolvi fazer a simpatectomia. Ah, se arrependimento matasse... Tive complicações ( derrame pleural esquerdo e pneumotórax direito ) e quase morri. Tive que internar novamente e fazer punção para retirada do líquido.
Sinto dor na região da punção até hoje e o suor, só me livrei dele por uns dois meses, atualmente suo até mais ( palmar, axilar, podal, enfim o corpo todo ).
Não aconselho a cirurgia pra ninguém.
Você é submetido aos procedimentos de uma cirurgia grande e se algo der errado...
Os médicos não falam que tem que dar um 'vácuo' no pulmão para quando a aparelhagem passar não perfura-lo.
Fiz no melhor hospital da cidade, com todos os recursos, uma microcâmera de 5mm, quando a mais usada é a de 20mm e ainda assim deu tudo errado.

Mary Miranda disse...

Olá, Janine!
Vc deve sofrer um bocado...
Como eu falei p/ outras pessoas, tenho um medo enorme de fazer a operação, e sabendo q há um risco de não dar certo, aí q aumenta mais o meu temor.
Sinceramente, preferiria mais q surgissem medicamentos revolucionários, q pudesse controlar bem o problema, nada muito drástico, sabe?
Eu descobri por esses dias, um site muito interessante q trata desse assunto, a hiperhidrose, q é:
www.hiperhidrose.com.br
Quem quiser dar uma olhadinha, vai valer a pena!
Lá eles dizem q o melhor método é o do Botox, porque não é radical.
Ótimo comentário o seu, Janine, pois estará ajudando muita gente, de alguma forma!
Bjs,
Mary.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...